Como cuidar dos cabelos no inverno para evitar o frizz

É sempre igual: vai chegando o inverno, a umidade do ar vai ficando mais baixa, os cabelos vão ficando mais ressecados e os frizz vão começando a aparecer. Quem já “sofre” com esse problema nas outras estações do ano, costuma ter um pouco mais de trabalho durante o período de chuvas e frio, por outro lado, quem nunca precisou se preocupar os fiozinhos arrepiados, precisa aprender a lidar com eles.

Antes de tudo, precisamos esclarecer que o frizz nada mais é que um cabelo novo ou aquele fio mais ressecado e opaco, que pode indicar sinais de falta de cuidado. A solução para esse companheiro indesejado é a famosa hidratação! Semanal, em casa ou no salão, ela é importantíssima nessa época do ano para deixar os fios saudáveis e nutridos.

Mas o frizz não é a única coisa que pede atenção durante o inverno. O clima mais frio e chuvoso, faz com que sejam necessários cuidados para garantir que o cabelo fique do jeitinho que a gente gosta. Separamos algumas dicas que podem ajudar nos cuidados com o cabelo durante o inverno, anota aí e segue direitinho!

 

 

Nada de banhos muito quentes!

 

A temperatura cai e tudo o que queremos é tomar um banho quentinho, para relaxar e se livrar um pouco do frio. Mas as madeixas podem sair prejudicadas desse processo, pois a alta temperatura da água retira toda a oleosidade natural do couro cabeludo. Esse óleo natural é responsável pela proteção e lubrificação dos fios, sem ele os cabelos ficam mais ressecados, quebradiços e com as indesejadas pontas duplas. Em casos extremos, isso age de forma contrária, deixando os fios com aspecto engordurado, mas de forma negativa. Por isso, a dica mais importante de todas é manter os banhos mornos, mesmo com o frio do inverno.

 

Proteja os fios

Depois de um banho, o frio parece ser maior, não é? Neste período, costumamos usar mais o secador e a chapinha, para evitar que os fios fiquem molhados e aumentem a sensação de frio. Na hora de secar o cabelo, além de nunca esfregar a toalha nos fios, a dica é apostar em um bom protetor térmico. Além disso, lembre de nunca dormir com os fios molhados, hein? No inverno eles demoram ainda mais para secar e podem aumentar as chances de caspa e queda.

 

Hidratação neles!

Ela é sempre importante, mas no período em que os cabelos tendem a ficar mais ressecados, ela é imprescindível. Uma vez por semana, aplique a sua máscara de hidratação favorita e deixe agir por pelo menos 3 minutos. Ah, uma boa dica é: em todas as lavagens, massageie sempre o couro cabeludo para ativar a circulação e a oxigenação.

 

Hora do detox

Hidratação é bom, mas não tem muito resultado se o cabelo não estiver bem higienizado para recebê-la. Limpar profundamente os fios e o couro cabeludo, prepara o cabelo para receber os nutrientes da hidratação, e, para isso, o detox capilar é ideal.

 

 

Tá vendo? Não é difícil conquistar a maciez e o brilho que você adora e, de quebra, fugir do aspecto ressecado que muitas vezes toma conta dos cabelos durante o inverno. Lembrando que os cuidados regulares são fundamentais em todas as estações.

Dicas para acordar com o cabelo dos sonhos

Ninguém merece acordar, olhar no espelho e constatar um fato terrível: é um bad hair day. Isso significa que um dia longo e difícil vem pela frente. Agora imagina só, por outro lado, que maravilhoso seria poder dormir e simplesmente acordar com um cabelo divo, arrumado e sem frizz?

O sonho de toda mulher que gosta de cuidar bem das madeixas é acordar com o cabelo pronto pra sair. Isso economizaria alguns minutos do tempo pela manhã, o que as deixaria livre para fazer outras coisas. Mas o melhor de tudo é que isso é possível, sim! É só seguir algumas truques que podem ser colocados em práticas à noite antes de dormir e pronto: um cabelo dos sonhos assim que acordar.

Mas, antes dos truques para levantar da cama já com as madeixas impecáveis, você não pode esquecer que:

  • Não se deve dormir com o cabelo molhado, isso tende a quebrar os fios;
  • Se usar o secador antes de dormir, coloque o ar frio, pois ajudará a controlar o frizz;
  • É importante pentear o cabelo antes de dormir.   

Truque 1: Cremes de tratamento noturno

Cuidar do cabelo enquanto está dormindo? Sim, isso mesmo! Quando dormimos, ficamos em estado de relaxamento total e esse repouso é ótimo porque facilita a absorção do produto nos cabelos. E é isso que nos ajuda a fazer com que ele amanheça mais bonito, brilhante, macio e sem frizz.

São vários os benefícios de apostar em produtos desse tipo: não é preciso estar com os fios úmidos para aplicar, nem se preocupar de lavar as madeixas após alguns minutos. Por ser sem enxágue, não deixa os fios grudados, com aspecto de sujos e engordurados, muito menos o travesseiro todo manchado.

O Finalizador Noite/Dia Shitake, da Bio Extratus, é uma opção incrível porque trata o cabelo durante as horas de sono, oferecendo os nutrientes essenciais para a reconstrução da fibra capilar.

 

Truque 2: Prenda o cabelo

É importante levar em consideração duas coisas antes:

1- Dormir de cabelo preso não deve se tornar um hábito, pois o uso de acessórios durante o sono, com muita frequência, não faz bem à saúde dos fios. Uma dica é apostar em toucas ou pompons de meia.

2- Que tipo de cabelo você quer acordar na manhã seguinte? Isso é imprescindível para saber o que você deve fazer na noite anterior.

Se a ideia é um acordar com o cabelo mais liso em um dia específico, uma opção é fazer um rabo de cavalo baixo e prender com um pompom de meia, para não deixar as madeixas marcadas. Para deixar os cachos bem modeladinhos, você pode apostar em uma ou mais tranças durante o período do sono. Para um ondulado poderoso, a dica é prender em um coque baixo com o elástico de tecido.

Truque 3: Troque a fronha

Meninas, essa dica é mara! Para evitar que o seu cabelo fique oleoso durante a noite, é recomendado trocar a fronha do travesseiro toda semana. Sabe porque? É que ao longo dos dias, a fronha acumula sujeira e a oleosidade dos fios, o que influencia e muito na forma como o seu cabelo vai estar no dia seguinte.

Para manter as madeixas em ordem, também é importante tentar se conter para não ficar “alisando” o cabelo com as mãos durante o dia, especialmente antes de dormir. E, antes de deitar, penteie o cabelo (cacheadas, vocês não precisam, ok?) para que a oleosidade se espalhe ao longo dos fios.

E aí, meninas, curtiram as dicas? Dormir e acordar igual a uma diva é mais fácil do que parece! 😉

Sapatos: 5 Tendências para o inverno 2017

Logo, logo, começa a temporada outono/inverno e, com ela, começam a chegar também as novidades para aproveitar muito os dias mais frios.

 

Como há muitas tendências bacanas em sapatos para os próximos meses, separei por aqui cinco delas, que prometem ser hits para os pés.

Vamos conhecer? Vem!

  1. COTURNO – é claro que a bota é sempre um calçado bem-vindo no inverno e, para este ano, a pedida é o coturno, que é aquele modelo mais pesado, com cadarço e com solado tratorado. Seja combinado a roupas mais amplas, do tipo oversized, ou até fazendo um contraponto com peças mais românticas, é certo que o coturno promete agradar. E muito!

 

Via Marte

 

  1. VERNIZ – ao lado do já consagrado metalizado, chega também o verniz, para criar um ponto de brilho nas produções. Em cores mais fechadas ou mais delicadas, são democráticos os modelos de calçados em verniz, desde scarpins e sapatilhas, até botas, oxfords e mules.

 Usaflex

  1. GLITTER – outro material que promete agregar brilho à composição, mas de uma forma bem mais ousada e, em alguns casos, exagerada, é o glitter, que ganhou destaque em propostas coloridas ou monocromáticas. Sem dúvida, é o ponto de destaque de qualquer look!

 

 Vizzano

  1. VELUDO – se o verniz e o glitter são a perfeita tradução do brilho, o veludo chega luminoso também, mas de um modo bem mais discreto. Em tons fortes, principalmente no vinho, azul e preto, o veludo é a opção perfeita para os dias mais frios, mas não se iluda, ele também aparece em sandálias! Um luxo!

 

Moleca

  1. BOTA BRANCA – se tem algo que pode balançar as estruturas da moda no outono/inverno 2017, esse item é a bota branca, que chega carregada de ousadia e extravagância. É claro que tem quem torça o nariz, mas o certo é que a maioria das marcas apostou na proposta e, nos pés das fashionistas, a gente já vê botinhas brancas “desfilando” pelas ruas. Pra se jogar!

 

Santa Lolla

Fonte das imagens: Divulgação, Harper’s Bazaar, Glam Radar, Aelida, Ashley Ringmybell, Styles Weekly, Popsugar, Who What Wear

 

5 dicas para se sentir linda na gravidez

Fiquei um tempão pensando em como ia começar a abordar o assunto maternidade e autoestima aqui no Naturalmente Bonita, até que me veio o estalo: porquê não começar do começo, isso é, quando a gente descobre que está grávida e não tem ideia de como lidar com o corpo em transformação?

Algumas pessoas já me perguntaram se eu não estranhei a barriga, e posso dizer com toda certeza que de todas as mudanças que a gravidez traz, a barriga é a mais incrível por motivos óbvios. Não tem como estranhar algo tão maravilhoso – e que vai crescendo aos poucos de forma que quando você se acostumou com um tamanho, ela cresce mais um pouquinho e você quase não percebe.

Teoricamente a gravidez é nossa amiga para ficarmos naturalmente bonitas. Dizem que os cabelos ficam mais volumosos e brilhantes, a pele fica com mais viço, o peito fica espetacular. Não sei como foi com vocês, mas comigo não aconteceu NADA disso. Eu fiquei com várias alergias bobas que eu não tinha, meus peitos ficaram um pouco maiores (e não considerei isso uma coisa realmente boa) e meu cabelo na verdade ficou estranho.

Sentir-se bonita na gravidez é um verdadeiro desafio, é muita mudança ao mesmo tempo. Junta com hormônios à flor da pele e, pronto, temos uma combinação difícil de encarar. Mas dá para contornar várias situações, e hoje resolvi contar algumas coisas que me ajudaram nesse tempo:

1 – Aproveite para se cuidar: unha, cabelo, massagem (drenagem é ótima nesse período), ou o que mais você gostar de fazer para relaxar. Aproveite para se mimar bastante e garantir a autoestima lá em cima.

2 – Evite comprar roupas que você não vá usar depois: eu não curto moda gestante, acho que muitas roupas são confortáveis mas não valorizam muito o corpo da mulher e ao invés da mãe se sentir #plena, fica se sentindo um saco de batatas. Sem contar que depois você nunca mais usa essas roupas, né? Eu comprei apenas duas calças jeans gestante, vestidos e blusas foram todos de números maiores que o meu habitual!

3 – Aliás, não mude seu estilo: isso daí foi algo que me sempre me intrigou porque eu simplesmente não me via usando blusas com elástico debaixo do peito ou vestidos com cinto marcando a barriga. Eu sempre curti roupas largas e continuei usando tudo assim na gravidez. Roupas, vestidos, blusas….muita gente ficava meio frustrada porque de certa forma meu estilo “escondia” a barriga, mas eu que não ia usar peças que não tinham nada a ver comigo para que os outros pudessem matar a curiosidade, né? Se você gosta de roupas, coladas, se joga nas peças elásticas como vestidos e saias, vai arrasar!

4 – Não acompanhe grávidas que sejam inalcançáveis pra você: nessa vida de rede social a gente acaba seguindo muita gente pelos mais diferentes motivos. E mesmo sem a gente querer, acabamos nos influenciando. Por isso, muito cuidado com as mães que você segue! É lindo ver a vida perfeita da mãe que engordou 8 kg na gravidez, malhou todos os dias e 1 mês depois de parir já estava linda, magra e maquiada, mas isso realmente te faz bem ou te faz ficar ansiosa porque não está conseguindo fazer a mesma coisa? Se a resposta for a segunda opção, unfollow já, nem que seja temporário enquanto você se ajusta!

5 – Não crie expectativas antes do tempo: sei que é difícil, mas eu sou uma pessoa naturalmente ansiosa e aprender a lidar com as minhas expectativas na gravidez foi uma das coisas mais saudáveis que eu fiz para mim, e acredito que refletiu não só na forma que eu encarei esse período mas também na minha autoestima.

Quais são os seus truques para se sentir linda na gravidez?

Você sabe mesmo lavar os cabelos?

shutterstock_336266477

A gente aprende a lavar o cabelo desde pequenininha. Mas será mesmo que tudo o que aprendemos é o ideal para manter as madeixas lindas e saudáveis? Provavelmente não. Isso porque para uma lavagem ser correta mesmo é preciso atentar para alguns fatores como a temperatura da água, ordem dos produtos e a secagem.  Mas calma, a gente explica tudo isso neste post. 😉

1 – Quente ou frio?

shutterstock_238339219

Depende. A regra geral é que a água quente resseca os fios e é uma das responsáveis por provocar os temíveis frizz. Mas em alguns casos, como em cabelos muito oleosos, a água morna é indicada para ajudar a remover esta oleosidade. A lógica é a mesma de quando a louça está suja há muito tempo e você coloca água morna para ajudar a limpar. Mas atenção, água morna é aquela que não incomoda em contato com a pele, uma temperatura maior do que esta pode danificar até cabelos oleosos e ainda provocar queimaduras superficiais no couro cabeludo.

2 – Qual a ordem?

pack-forc%cc%a7a

A maioria das pessoas responderia: shampoo, condicionador e máscara. Mas não é bem assim. O shampoo vem primeiro, para limpar os fios, depois a máscara para hidratar e repor as proteínas perdidas e por fim, o condicionador para selar as cutículas do cabelo e manter o tratamento por mais tempo.

3 – Secar ou não secar, eis a questão.

shutterstock_330628679

A primeira coisa que você NÃO deve fazer ao sair do banho é esfregar a toalha para secar cabelo. O atrito entre a toalha e a cabeça pode não só prejudicar os fios como causar frizz nada desejáveis. Tire um pouco do excesso, sem drama, e logo depois, use o secador a uma distância de 10 a 15 cm. Para quem tem cabelos muito finos, vale usar o truque de secá-los de cabeça para baixo, depois é só jogar pra trás e caprichar no carão.

shutterstock_207369997