Naturalmente Bonita

Como fazer os cabelos caírem menos?

22.ago.2018

Há um tempo, tive um problema de queda de cabelo devido à ação de hormônios no meu corpo. O normal, segundo os especialistas, é cair cerca de 100 fios por dia. Com certeza, eu estava bem acima da média, perdendo bastante cabelo. Meus fios sempre foram medianos, nem tão finos, nem tão espessos. Também nunca me deram trabalho no quesito volume, salvo na época que passei por esse perrengue.

Eu comecei então a usar a linha Força com Pimenta, da Bio Extratus, que prometia um resultado de crescimento fortificado aos fios. E cumpriu! Senti que vários fios novos foram nascendo conforme o fui usando a linha. Até fiz um post no meu blog contando minha experiência (http://cindereladementira.com.br/2016/07/resenha-forca-com-pimenta-da-bio-extratus.html). E nesse meio tempo apostando em novas linhas da marca, conheci a Jaborandi. Sim, pasmem, eu ainda não conhecia a linha pioneira da marca! Nunca tinha testado e fiquei curiosíssima por prometer, justamente, a diminuição da queda dos cabelos. Pesquisei bastante e investi no tônico e demais produtos.

A linha Jaborandi possui os itens convencionais das demais: shampoo, condicionador, banho de creme, finalizador. Mas o que realmente me chamou a atenção foi o tônico, que promete revitalizar, fortalecer e restaurar nossos cabelos. Ele é como se fosse uma aguinha, nada oleoso, para aplicar na raiz dos cabelos antes do banho. Geralmente, eu passo e faço uma massagem leve com as pontas dos dedos no couro cabeludo. Deixo agir por uns 15 minutos. É o tempo de fazer uma máscara facial no rosto e deixar Propomel agir nas áreas ressecadas do corpo. Em seguida, sigo normalmente o banho, lavando os cabelos com a linha completa.

Senti uma superdiferença na força dos meus cabelos a longo prazo. Tenho usado pelo menos 2 vezes por semana, exatamente da forma que citei. Senti meu cabelo com mais vitalidade, sabe?! Aparência saudável mesmo. Além disso, a queda diminuiu bastante desde então. Vi uma redução real no número de fios que caem no banho e ao desembaraçar os fios secos. É um dos produtos da marca que mais recomendo, pois sei que confere um resultado impressionante de força para os cabelos fragilizados.

.

E você, já testou essa linha? Me conta o que achou nos comentários!

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, resenhas com opiniões reais sobre produtos acessíveis e conteúdo sobre autoestima e feminismo. Ana sabe que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo, deixando sua marca em cada peça e independente do tipo de corpo. Hoje trabalha com consultoria de moda e imagem, marketing digital e com produção de conteúdo em seu blog Cinderela de Mentira.

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

Por que é importante amarmos nossa natureza?

15.ago.2018

Nesse mês de agosto foi lançada a campanha “Ame sua Natureza”, de Bio Extratus. Eu tenho o prazer de ser embaixadora digital da marca desde 2016, por conta de um Reality Show que mudou 100% minha carreira profissional e minha forma como enxergar o meu blog. Desde que entrei pro time, percebi uma sinergia incrível entre as participantes, além de uma abertura da marca para conhecermos os produtos e contarmos realmente nossa opinião sobre cada um deles. É um grande prazer fazer parte disso tudo, mas a nova campanha me trouxe uma felicidade maior e hoje vou explicar o por quê.

Eu sempre discuti muito sobre autoestima no meu blog e nas minhas redes sociais. Sempre militei muito na desconstrução dos padrões de beleza e no enaltecimento da mulher real, que respeita sua essência, seu corpo, seu cabelo, suas vontades. Pra mim é um grande privilégio ter ao meu lado uma marca que também ajuda na autoestima de mulheres de todo país, levando produtos de qualidade, não testados em animais, pensando na natureza e no meio ambiente. Quando recebi a proposta da nova campanha, meu coração acelerou em um grau que nem eu imaginava.

“Amar sua natureza”, pra mim, possui um sentido que vai além do literal: de amar quem nós somos. É aceitar as nossas diferenças, entender que somos únicos, amar e cuidar de quem nós realmente somos. É também reconhecer os nossos limites e não nos forçarmos a fazer nada que nos deixe pra baixo ou que não demos conta. É nos colocar como prioridade no quesito amor, para assim amarmos o próximo. É entendermos que autoestima vai além da aparência física, englobando também o se sentir útil, sadio, apto a fazer parte do meio.

Quando amamos nossa natureza, conseguimos passar adiante uma mensagem de liberdade e de felicidade que jamais imaginamos. E isso tudo acaba contagiando outras mulheres a fazerem o mesmo, se libertando de amarras antiquadas que nos foram impostas durante anos. E ai, você já amou sua natureza hoje?

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, resenhas com opiniões reais sobre produtos acessíveis e conteúdo sobre autoestima e feminismo. Ana sabe que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo, deixando sua marca em cada peça e independente do tipo de corpo. Hoje trabalha com consultoria de moda e imagem, marketing digital e com produção de conteúdo em seu blog Cinderela de Mentira.

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

3 linhas de cabelo que mais ando amando no momento

20.jul.2018

Eu não sei vocês, mas, quando gosto mesmo de um produto, faço estoque em minha casa pra nunca ficar sem. Com meus cabelos não seria diferente. Procuro sempre ter versões maiores dos meus favoritos pra não deixar de usá-los nem um minuto. Até porque, quando um produto funciona nos nossos fios, não podemos fugir dele, né?! No momento estou com 3 linhas em versão de 1 litro aqui em casa. Sim, 1 litro de produto! Vou explicar o porquê. Meu cabelo é oleoso na raiz e ressecado nas pontas. Preciso lavá-lo todos os dias ou, em épocas mais frias, dia sim, dia não. Hoje vim contar quais são as minhas 3 linhas favoritas do momento, espero que gostem!

.

Linha Jaborandi Antiqueda: conheci essa linha há pouco tempo, se comparada às outras. Resolvi testá-la para deixar meus cabelos mais fortes. Senti uma superdiferença logo nas primeiras aplicações! Os fios ficaram mais firmes e hoje não caem tanto quanto antes. Ela possui jaborandi e vitaminas em sua composição, que funcionam justamente como excelentes antiqueda nos cabelos.

.

Linha Spécialiste Detox: ouso dizer que essa é minha linha favorita da Bio Extratus. Ela promove exatamente o que meu cabelo mais precisa: um detox na raiz e fios hidratados nas pontas. Adoro aplicar o shampoo, que é transparente e limpa bem o couro cabeludo, especialmente em dias que faço um SPA em casa. A máscara é bem densa e ótima pra passar do meio para as pontas. Ela promove uma super-hidratação sem pesar, sabe?

.

Linha Spécialiste Resgate: desde que comecei a descolorir o cabelo, senti necessidade de dar um toque a mais nos produtos que uso no dia a dia. A linha Resgate vem sendo uma grande aliada para deixar os fios mais saudáveis e bonitos. Ela é uma excelente repositora de massa capilar, que devolve as vitaminas que nossos cabelos acabam perdendo no dia a dia. Amo usá-la quando preciso de uma hidratação potente.

.

E aí, gostaram de conhecer minhas 3 linhas favoritas do momento?

Comentem abaixo a de vocês!

 

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, resenhas com opiniões reais sobre produtos acessíveis e conteúdo sobre autoestima e feminismo. Ana sabe que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo, deixando sua marca em cada peça e independente do tipo de corpo. Hoje trabalha com consultoria de moda e imagem, marketing digital e com produção de conteúdo em seu blog Cinderela de Mentira.

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

Os 3 looks plus size mais desafiadores da minha vida

29.jun.2018

Pode parecer besteira pra algumas pessoas, mas quando vivemos presas à ditadura da moda, nos privamos muitas vezes de nos vestir da forma como mais gostamos por medo dos olhares externos. Quando a gente é gorda e tem essa preocupação, a dificuldade na hora de se vestir dobra de tamanho. A questão toda gira em torno de que 99% das tendências não são feitas para nós. Geralmente, todos os artigos de moda lançados têm sempre aquele adendo dizendo que a gorda está excluída do rolê, sabe?

Pantacourt? Encurta a silhueta e parece mais gorda. Listras horizontais? Achata a silhueta e parece mais gorda. Brilho? Aumenta visualmente e parece mais gorda. E qual o problema em “parecer gorda”? Comecei a me questionar a respeito dos motivos por eu estar usando a moda sempre para me esconder, esconder meu corpo. Foi aí que me libertei dessas amarras e criei os looks plus size mais desafiadores da minha vida.

O primeiro tipo de look que tenho pra citar é um mix de listras.

Já li em muitos lugares que gorda não pode usar listras horizontais, mas eu amo a estampa e não deixo de apostar nela quando estou a fim. Já usei de várias formas, tanto mais básico com preto e branco, quanto mais ousado com azul, branco e tênis metalizado. Os dois looks são supersimples e fáceis de se inspirar com peças que você tem na sua casa.

O segundo look é usando duas peças que sempre disseram que não podemos usar: pantacourt e cropped.

Na verdade, um dos looks é com cropped aparecendo parte da barriga e a calça pantacourt preta. Achei elegante essa combinação, deixou o look bem simples, porém com pitada de estilo. O outro é com uma camisa amarrada, também deixando parte da barriga à mostra. Esse nozinho deixa o visual muito mais despojado e moderno. Vale a pena apostar no dia a dia.

Outro tipo de look que sempre me disseram que não podia usar é com comprimento mídi.

Eu amo vestidos nessa medida, acho superelegante e sofisticada. Esse primeiro é meu mais novo xodó no guarda-roupa. Por ter fundo escuro, combina perfeitamente com esse outono/inverno 2018. Com certeza vou usá-lo demais. O segundo é daqueles bem desafiadores, coloridão e com decote que pede que fiquemos sem sutiã. Mesmo assim me senti megaconfortável com ele e o usei no Natal do ano passado.

Independente de regras impostas pela mídia e moda, o importante é usar o que a gente quiser e o que nos faça sentir bem no dia a dia. E você? Qual foi seu look mais desafiador?

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, resenhas com opiniões reais sobre produtos acessíveis e conteúdo sobre autoestima e feminismo. Ana sabe que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo, deixando sua marca em cada peça e independente do tipo de corpo. Hoje trabalha com consultoria de moda e imagem, marketing digital e com produção de conteúdo em seu blog Cinderela de Mentira.

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

Desabafo de uma gorda que namora

11.jun.2018

Prazer, esse é o Rodrigo. Nós nos conhecemos no dia 1o de janeiro de 2016, no sítio da minha família. Ele é primo da noiva do meu primo, que inclusive vão se casar neste mês de junho. Conversamos bastante nesse dia, trocamos mil ideias, jogamos truco, bebemos cerveja. Eu adicionei Rodrigo no facebook. Ele puxou papo e pediu meu whatsapp. Ele me convidou pra sair. Eu sugeri cinema. Começamos a nos falar todos os dias e sair pelo menos uma vez por semana. Desde o primeiro dia em que nos conhecemos, nunca deixamos de nos falar nem um diazinho. Em março começamos a namorar, nunca lembro o dia certo, ele sempre puxa minha orelha por isso.

Não sou muito de expor meu relacionamento nas redes sociais por uma questão minha mesmo, de querer preservar um pouco essa parte da minha vida. Mas, de uns tempos pra cá, senti necessidade de falar sobre um assunto específico que eu não sabia o tanto de mulheres que são atingidas por ele: o fato de uma gorda namorar um cara magro. Ou simplesmente mais magro que ela. Ou mais forte, enfim. Rodrigo é 100% adepto de academia, se deixar vai até sábado e domingo. Mesmo assim, nunca me cobrou nada com relação ao corpo ou afins, nem eu o cobro também.

Desde que ele começou a aparecer um pouco em stories, fotos no meu perfil pessoal, marcações com amigos e até mesmo no encontrinho que fiz aqui em BH, muitas mulheres vieram me perguntar sobre como namorar sendo gorda, como não basear qualquer frustração amorosa no peso, como não se sentir pra baixo por causa de questões do corpo. E pra mim é muito simples: eu não sou só um corpo.

Rodrigo não me vê só como um corpo, apesar de ter certeza que ele gosta do meu. Nosso relacionamento definitivamente não é pautado na base da perfeição. Ele é pautado nos memes que a gente se marca no facebook, nos rolês com nossos casais de amigos que a gente tanto ama, no sushi que a gente marca de vez em quando no meio da semana pra sair da rotina, nas séries que a gente maratona no fim de semana e quase afunda o sofá de tanto ficar deitado.

Quando a gente cria um relacionamento baseado apenas na estética, a chance dele ruir é gigantesca. Isso não quer dizer que não precisa ter atração física. Mas quem somos nós pra falar o tipo de pessoa que atrai outra pessoa? Quem somos nós pra pautar que apenas um tipo de corpo deve ser desejado e qualquer outro deve ser infeliz no amor eternamente e nunca será amado? Difícil engolir, mas fácil de entender, né?!

Nunca consegui pensar na idéia de que seria infeliz pra sempre por ser gorda. Muito menos que alguém me trocaria por outra pessoa dentro do padrão apenas por estética. Aliás, se existe alguém que faz isso, essa pessoa é babaca. Até porque, padrões mudam, beleza passa e o que fica é o que temos dentro da gente. Então, vamos aproveitar esse dia 12, namorando ou solteira, culpando menos nosso próprio corpo e nos amando mais pra depois entregar amor a outras pessoas.

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, resenhas com opiniões reais sobre produtos acessíveis e conteúdo sobre autoestima e feminismo. Ana sabe que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo, deixando sua marca em cada peça e independente do tipo de corpo. Hoje trabalha com consultoria de moda e imagem, marketing digital e com produção de conteúdo em seu blog Cinderela de Mentira.

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

Carregar Mais