Uma celebração à autoestima

18 de fevereiro, sábado, um dia após meu aniversário, lá estou no aeroporto de Congonhas embarcando para o Rio. O motivo? Uma pool party; mas esperem…. não era uma festa qualquer, era uma festa do blog Futilidades! Escrito por Carla Paredes e Joana Cannabrava. O blog, por muito tempo, teve a sua linha editorial focada em moda. Sim, uma crônica ou outra pelo meio do caminho mas o slogan era “Quem disse que o fútil não pode ser útil?”

Depois de anos, as meninas sentiram necessidade de mudar, viram que o público mudou, o mundo mudou e a moda cada vez mais restringia os corpos femininos. Então, em 2017 o “Quem disse que o fútil não pode ser útil?” se tornou “Um papo sobre autoestima”. Um novo caminho, uma nova vertente, uma conversa com mulheres que, expondo ou não, possuem(possuíam) o mesmo problema: a falta de amor próprio.

Um grupo no Facebook foi criado e em menos de 3 meses já contava com mais de mil mulheres (sim, apenas mulheres), que compartilhavam seus amores, desamores, vida profissional, desabafos sobre distorção de imagem e muito mais do que você possa imaginar. A causa foi longe e se tornou esta festa linda que eu pude participar em 18 de fevereiro no hotel Grand Mercure Riocentro. O melhor da festa? Todas com roupa de banho SEM IMPORTAR O TIPO DE CORPO. Porque é isso que o grupo surgido do blog celebra: a autoestima acima de tudo! Se você está bem com o seu corpo, não importa o que as pessoas digam, você se basta!

Foram quatro horas de conversas, risadas, encontros, desabafos e muita, mas muita diversão. Eu, como amiga das meninas, fiquei tão feliz e tão realizada com este projeto que precisava escrever sobre. Eu precisava falar que me senti completamente à vontade com meu biquini (coisa que não acontece na piscina no prédio). Me senti feliz ao ver tantas mulheres se ajudando e se amando acima de tudo. Vovó sempre dizia e mamãe sempre diz: “Antes de amar qualquer pessoa você precisa se amar primeiro”E isso foi aplicado com maestria na grupo do Facebook, na pool party e é aplicado todos os dias no blog: f-utilidades.com.

Não era para celebrar Carla ou Joana, não era para celebrar uma marca específica, não era para comemorar milhões de seguidores em alguma rede social: Era para celebrar a melhora e a autoestima das mulheres ali presentes, era por uma causa, era por algo muito maior que perdurará neste novo rumo que o Futi tomou. Um encontro feito para as leitoras que viraram amigas que se fizeram um grupo de ajuda que eu tenho a honra de fazer parte.

E sabe a minha alegria? Em saber que empresas como a Bio Extratus apoiou a causa sem pensar duas vezes. “Sim, vamos ajudar! Sim, estaremos presentes neste momento de mudança com o Futilidades”. Na minha cabeça isso vai além de vender produtos, vai além de comercializar cosméticos, isso vai ao encontro da necessidade das mulheres atuais. Não queremos mais engolir forçadamente aquele padrão que a mídia nos impõe. Não queremos mais tentar, a todo custo, sermos perfeitas porque o mundo diz que aquele é o corpo ideal. São poucas, MUITO POUCAS as marcas que abraçam uma causa como esta e desta forma.

Ver as meninas testando os produtos no cabelo, usando as escovas, conhecendo tudo com sorriso nos lábios me fez feliz. Feliz porque eu também trabalho neste meio há muito tempo; e sei o quanto é difícil ajudar uma mulher dita fora do padrão a se sentir linda. E as meninas não fizeram isso com uma, mas com várias. O meu orgulho vai onde? LÁ NO CÉU!

Se quiserem ver com detalhes cada etapa, cada passo desta festa linda, só acessar o Futilidades que estará recheado de fotos, textos e muito, mas muito conteúdo para você sair de lá se sentindo a mais diva do mundo. Ou, no Instagram, use a hashtag #paposobreautoestima e #paponapiscina que você se encantará com as fotos e depoimentos. Ah! O grupo no Facebook é fechado, mas com amor e carinho as solicitações serão aceitas (apenas de mulheres e se tiverem realmente interesse em participar e contribuir com seu depoimento ou mesmo ajudando as amigas).

O post de hoje foi escrito com o maior amor do mundo. Falei de amigas que amo e deram um show. Desculpem se por algum momento rasguei um pouco de seda, mas como não fazê-lo com esta felicidade que sinto em mim? hahaha

Mil beijos
Mah

 

O poder do elogio sincero

Era 1º de janeiro, acordei ainda sonolenta e com um pouco de ressaca da noite da virada. Olhei para o lado e estava ele, me observando dormir e fazendo cafuné em meus cabelos. Dei um sorriso de lado meio sem graça com minha cara lavada e amassada. Antes que eu pudesse falar algo ele me disse: “você é a mulher mais maravilhosa do mundo”.

Naquele momento percebi o quanto estou ao lado de alguém que me ama acima de qualquer padrão. Sempre estive acima do peso e, em minha adolescência, isso foi motivo para fazer dietas malucas e extremamente restritivas, chorar sozinha por “não ter roupa” que caiba em mim e até por vomitar após o almoço com culpa de ter comido além do que deveria.

Depois de alguns anos fazendo terapia, consegui entender melhor minha relação com meu corpo, a supervalorização do padrão inatingível de beleza pela mídia e o quanto isso me afetou na adolescência e poderia afetar outras meninas. E o que isso tem a ver com o fato de meu namorado me achar “a mulher mais maravilhosa do mundo”?

Não estou querendo pregar que sem a opinião dele eu ficaria mal ou que preciso que alguém me ache maravilhosa. Não. Mas aquela atitude tão sincerona logo pela manhã do dia 1º foi tão inesperada que ativou uma chama extra de auto estima em mim. E se, no auge da minha adolescência, essa chama tivesse sido acesa? Quantas chamas conseguimos acender apenas dizendo um elogio sincero em momentos inesperados? Quantos conhecidos você elogiou hoje? E desconhecidos?

A partir daí comecei a colocar em ação algo que já havia feito em 2016: a pratica do elogio. Me levantei, abracei minha mãe e falei que o cabelo dela estava perfeito com aquele corte. No dia seguinte, no trabalho, elogiei a bolsa da minha colega. Na hora do almoço fiz questão de ir até a cozinha do restaurante elogiar o tempero delicioso da carne seca. E desse dia em diante me prometi acender o máximo de chamas que eu conseguir por onde passar. E você? Já acendeu a chama da auto estima de alguém hoje?

 

Você sabe mesmo lavar os cabelos?

shutterstock_336266477

A gente aprende a lavar o cabelo desde pequenininha. Mas será mesmo que tudo o que aprendemos é o ideal para manter as madeixas lindas e saudáveis? Provavelmente não. Isso porque para uma lavagem ser correta mesmo é preciso atentar para alguns fatores como a temperatura da água, ordem dos produtos e a secagem.  Mas calma, a gente explica tudo isso neste post. 😉

1 – Quente ou frio?

shutterstock_238339219

Depende. A regra geral é que a água quente resseca os fios e é uma das responsáveis por provocar os temíveis frizz. Mas em alguns casos, como em cabelos muito oleosos, a água morna é indicada para ajudar a remover esta oleosidade. A lógica é a mesma de quando a louça está suja há muito tempo e você coloca água morna para ajudar a limpar. Mas atenção, água morna é aquela que não incomoda em contato com a pele, uma temperatura maior do que esta pode danificar até cabelos oleosos e ainda provocar queimaduras superficiais no couro cabeludo.

2 – Qual a ordem?

pack-forc%cc%a7a

A maioria das pessoas responderia: shampoo, condicionador e máscara. Mas não é bem assim. O shampoo vem primeiro, para limpar os fios, depois a máscara para hidratar e repor as proteínas perdidas e por fim, o condicionador para selar as cutículas do cabelo e manter o tratamento por mais tempo.

3 – Secar ou não secar, eis a questão.

shutterstock_330628679

A primeira coisa que você NÃO deve fazer ao sair do banho é esfregar a toalha para secar cabelo. O atrito entre a toalha e a cabeça pode não só prejudicar os fios como causar frizz nada desejáveis. Tire um pouco do excesso, sem drama, e logo depois, use o secador a uma distância de 10 a 15 cm. Para quem tem cabelos muito finos, vale usar o truque de secá-los de cabeça para baixo, depois é só jogar pra trás e caprichar no carão.

shutterstock_207369997

Dicas práticas de beleza para o dia a dia

Estar sempre linda parece uma missão impossível para você? Para desmistificar essa ideia, criamos uma lista com cinco segredinhos que toda mulher precisa saber. Descubra que beleza não tem a ver apenas com tratamentos estéticos ou produtos importados e caros.

shutterstock_284658365

1- Durma bem

Para evitar a aparência de cansaço e restaurar as energias do corpo, é importante dormir entre 7 e 8 horas por noite. Mas, se você não conseguir manter uma rotina de sono saudável, a dica é usar compressas geladas com chá de camomila. Elas ajudam a aliviar o inchaço e a clarear as olheiras.

shutterstock_297916025

2- Hidratante e protetor solar sempre

Para se proteger do sol, evitar manchas e repor a umidade natural da pele, use e abuse do protetor solar e do hidratante, tanto no rosto quanto no corpo. Também evite se expor demais ao sol, para evitar a perda precoce de colágeno (o que resultaria no envelhecimento precoce da pele). E uma curiosidade super interessante: usar hidratante e protetor solar antes da make faz com que ela dure mais tempo. Incrível, né?

shutterstock_107662544

3- Beba bastante água

Nós perdemos uma quantidade considerável de líquido durante o dia e para reverter isso, beber água é um hábito fundamental na vida de qualquer pessoa. Além disso, a água também é uma das responsáveis da renovação das células, ou seja, a ingestão de água ajuda na geração de novas células para o seu cabelo e sua pele. Por isso, é essencial beber 2 litros de água por dia. Experimente.

shutterstock_252015997

4- Coma bem

Pode parecer clichê, mas esse é o segredo para quem quer ter a aparência saudável e bonita. Quando balanceamos a nossa alimentação, fornecemos as vitaminas e minerais necessários para que o nosso organismo esteja sempre em dia. Comer bem é essencial para ter uma pele macia, bonita e com brilho natural, bem como cabelos fortes e hidratados.

shutterstock_131983145

5- Sorria

Uma dica muito importante: ao mesmo tempo que faz bem para a alma, sorrir melhora a elasticidade da pele, combate rugas e flacidez e ativa a circulação sanguínea, proporcionando mais hidratação e retardando o envelhecimento da pele. Muito fácil seguir essa dica, né?

shutterstock_75091792
Gostou das dicas? Agora é só dedicar um pouquinho mais de atenção aos seus cuidados diários, que você vai descobrir que é mais linda do que imaginava.

Está com caspa? Saiba como se livrar dela

Popularmente conhecida como caspa, a dermatite seborreica é um ~probleminha~ que incomoda muita gente. Apesar de fazer parte da vida de muitas pessoas, esse assunto ainda gera dúvidas, principalmente relacionadas às causas e tratamentos existentes.

Você já deve ter se perguntado: “Só homem tem caspa? É contagiosa? Como faço para acabar com ela?”. Para te ajudar a esclarecer todas essas dúvidas e se livrar de uma vez por todas dessa coisinha chata, separamos alguns fatos importantes.

O grande segredo para acabar com a caspa é manter controlada a oleosidade do couro cabeludo. Para isso, é importante lavar o cabelo diariamente com produtos anticaspa ou que contenham ingredientes como: piritionato de zinco, piroctona olamina, climbazol, alcatrão, cetoconazol, ácido salicílico, sulfeto de selênio e enxofre.

A nova linha Bio Extratus Anticaspa é rica em ativos naturais, que atuam diretamente no couro cabeludo e auxiliam no combate à caspa sem ressecar os fios. É uma ótima dica para acabar de vez com esse incômodo e o melhor de tudo, ela também cuida dos seus fios.

anticaspa

Além de usar produtos anticaspa, há outras formas de acabar com a caspa e até de evitar que ela apareça:

  1. Evite banhos com água muito quente, pois ela estimula a oleosidade da raiz dos cabelos;
  2. Evite alimentos ricos em gordura;
  3. Beba no mínimo 1,5l de água por dia;
  4. Evite o estresse;
  5. Evite dormir com os cabelos molhados ou úmidos;
  6. Não esfregue o couro cabeludo com as unhas, pois isso poderá causar ferimentos na cabeça. A dica é massagear com a ponta dos dedos, em movimentos suaves e circulares;
  7. Evite usar bonés e chapéus, principalmente por muitas horas seguidas.

E aí, pessoal? Curtiram as dicas? É importante saber que a caspa, apesar de ser um problema sério, pode ser tratada sim e não deve ser negligenciada. É aquela ideia: vamos ficar atentos ao problema para evitar que ele fique cada vez maior.