Mudar a cor do cabelo pode fazer bem pra você!

Há alguns meses comecei a ver minhas amigas mudando as cores dos seus cabelos e despertou em mim uma vontade de mudar também. Eu queria deixar meu visual de morena discretamente iluminada para abraçar a ideia de fazer luzes mudando o tom delas, sem mexer na base escura da raiz do meu cabelo.

Parece muito simples, não é mesmo? Só que, como eu aliso meus fios, me faltava uma dose de coragem. Dose essa que foi aparecendo ao ver os cabelos das embaixadoras da Bio Extratus supertratados, bem cuidados e coloridos, mesmo os que foram descoloridos. O motivo? A coloração da Bio Extratus, que é a primeira do Brasil com tutano na fórmula. Somada à microqueratina, essa coloração é uma das poucas que trata enquanto muda a cor dos cabelos e, por isso, eu comecei a pensar mais sério no assunto.

Nesse contexto, a vontade de mudar foi se tornando uma ideia cada vez menos hipotética e se transformou aos poucos em uma verdadeira possibilidade. Nessa hora, procurei a cartela de mais de 40 cores da Bio Extratus Color e decidi que iria pintar meu cabelo e matizar as luzes. Usei pó descolorante, água oxigenada e coloração para tal processo. Primeiro fizemos as luzes e depois matizamos a cor delas.

Como eu tenho química no cabelo, tudo é mais delicado, mas combinando a tinta que trata enquanto colore com a profissional que conhece cada milímetro do meu fio e cuida deles há anos, não tinha erro. Ela usou os produtos da marca pela primeira vez e também adorou meu resultado. Deu vontade de descolorir tudo e pintar o cabelo como de algumas amigas? Deu, mas por enquanto resolvi começar do começo, respeitando a quantidade de químicas que o meu cabelo tem.

Foi uma mudança relativamente suave para alguns, para mim foi o suficiente para fazer uma enorme diferença. Me senti linda, iluminada e trazendo um pouco da confiança que tenho dentro, para fora. Eu adorei mudar. Externar algo que por dentro já estava acontecendo é sempre mágico. Usei essa mudança para marcar um processo de transformação interna que eu venho vivendo – e não podia ter ficado mais feliz. Adorei misturar essa dose de ousadia na minha rotina e fico feliz de estar me sentindo mais naturalmente bonita do que nunca.

Por fim, se quiser passar lá no futilidades, mostrei as mudanças das minhas amigas e falei tudo sobre todo o processo do meu cabelo por lá. O post está supercompleto e pode complementar esse aqui para quem vier a se identificar com a minha história. (http://f-utilidades.com/2018/05/03/cor-do-cabelo/).

 

Espero que vocês também gostem do resultado dessa mudancinha de visual.

Beijos

Tendência do inverno 2018 – cabelo castanho rosê

Se você é sempre antenada nas tendências de moda e gosta quando é estilosa e divertida, se prepara para o cabelo castanho rosê.

Mas o que é o cabelo castanho rosê? É aquele castanho levemente ruivo, que ilumina o seu marrom e o deixa mais vibrante e moderno.

É uma ótima saída para quem tem cabelos escuros e não quer ficar loira, mas quer iluminar e brilhar.

O colorista londrino Josh Wood relatou à Refinery29 que o visual é criado com cabelos marrons e reflexos avermelhados. Pode ser criado em cabelos castanhos claros com maior facilidade. Enquanto que em cabelos escuros pode ser feito luzes previamente e tonalizados. Portanto, o cabelo castanho rosê pode variar a intensidade do iluminado, deixando-o mais rosado ou mais acobreado, de acordo com o seu gosto pessoal.

Eu mesma já me arrisquei e consegui esse efeito com a coloração no marrom 7.7 da Bio Extratus Color no meio e pontas do meu cabelo. Na raiz, uso a coloração 6.7 da Bio Extratus Color para conseguir profundidade. Na sombra o cabelo é mais discreto e, no sol, todo o seu tom rosê aparece.

 

E aí, bora entrar na tendência?

Beijão!

Cores de cabelos que irão bombar no outono-inverno 2018!

Está pensando em mudar de cabelo em 2018? As tendências de coloração andam bem democráticas: de delicada a poderosa, de clássica a ousada. Confira algumas cores de destaque e inspire-se!

 

1. Ashy Blonde

Para um visual mais frio, use tons de loiros misturados a mechas mais claras em tom acinzentado.

 

2. Loiro platinado acinzentado

Em 2016, o loiro platinado foi tendência máxima, saindo de cena para dar lugar a tons mais castanhos e caramelos. Em 2018, o “ice blond hair” volta com reflexos dourados ou acinzentados.

 

3. Preto intenso e com reflexos violeta

Para você que deseja exacerbar intensidade, poder e força, aposte no preto uniforme e também nos reflexos violeta para ajudar a iluminar os fios.

 

4. Borgonha

Se você é fã de ruivos, borgonha promete em 2018! É uma coloração que mistura os tons marsala e vinho bem escuro. Harmoniza principalmente com peles morenas e negras. Mas, pra quem tem pele clara, o borgonha também está totalmente liberado, criando um contraste mais marcante e ousado!

 

5. Rose Gold

É um tom rosa quase bebê, delicado, ao mesmo tempo ousado e despojado, mas diferente dos tons fantasia de pink. Ideal para quem já é loira e quer iluminar os fios de forma sutil.

 

E… meu NEW HAIR para 2018!

Eu já estou em clima total de #NewColor com a minha cor 8.66 da Bio Extratus. Antes, eu usei a 8.4, também da Bio Extratus, e agora não abro mão dessa linha da marca. A primeira vez que usei, notei uma incrível diferença pelo fato da tinta super-render e também pelo diferencial que é a inclusão de tutano na fórmula, minimizando os danos da coloração e tratando ao mesmo tempo que colore.

Claro que os cuidados foram redobrados antes do processo. Precisei preparar os meus fios, já que passariam por uma descoloração para receber a nova cor. Confesso que ser ruiva demanda cuidado extra e intensificado, com muuuuuita hidratação para manter um cabelo com brilho, vitalidade e sem aspecto de desbotamento. Adotei a linha Spécialiste Resgate para repor o que o fio acaba perdendo de massa capilar e proporcionar um tratamento intensivo. Superindico para quem busca uma megarrevitalização. E aí, meu novo visual está ou não aprovado?

 

E você, que está pensando em mudar, vai lá no site:

https://bioextratuscolor.com.br/

Dá uma olhadinha nas lindas cores da #BioExtratusColor e bora arrasar no visual  =)

bjinhos

 

Como meu cabelo influencia minha autoestima

Quantas vezes seu cabelo acordou diferente do que você gostaria (nem por isso estava feio) e seu humor mudou, sua cara emburrou e você nem quis sair?

Lidar com o cabelo de uma forma mais leve e certeira é algo que precisamos aprender. Vou falar um pouco de mim e quem sabe você se identifica.

Sempre fui apaixonada por cabelo. Desde bem pequena, brincava de tranças, rabos e coques com minhas tias, que tinham longos cabelos pretos, abaixo da cintura, lindos, pesados e volumosos. Tenho recordações tão lindas dos cabelos delas!

Porém, geneticamente eu não herdei esse traço da família. Puxei os fios finos e delicados do meu pai. Pensa na frustração de uma criança que queria ser a Rapunzel e o cabelo nunca que crescia.

Ao longo da vida, fui aprendendo a lidar com isso. Na fase da minha adolescência, comecei a usar novos produtos, máscaras de hidratação, leave-in e, aos poucos, meu cabelo e eu fomos nos entendendo.

Na fase adulta, após algum tempo e muito ganho de peso, decidi fazer cirurgia bariátrica. E o que aconteceu com meu cabelo? CAIU, caiu muito, caiu horrores, achei que ficaria sem ele! Quantas pessoas não ficam sem cabelo por problemas de saúde, não é mesmo? É um momento muito delicado para a autoestima de qualquer um.

A frase “o cabelo é a moldura do rosto” é clássica. Então, como eu ficaria sem uma? Eu não sabia como seria essa nova moldura, mas ela aos poucos foi ressurgindo. Com dois anos de cirurgia, meu cabelo voltou a ficar mais forte e a crescer. Porém, sempre fininho e o comprimento dele não passava dos ombros. A forma também mudou, deixou de ter leves cachos para ondas.

Foi aí que decidi colocar megahair e para mim, uma apaixonada por cabelos, a vida mudou.

Tudo aquilo que imaginei sentir quando tivesse um cabelão eu realmente senti quando coloquei meu mega. Ter um cabelo mais longo (na altura do fecho do sutiã) mais pesado, com caimento, me fez ver como a “tal moldura” não é do rosto e sim da autoestima.

O cabelo hoje para mim é muito mais que apenas um “capim que cresce na cabeça” é realmente um acessório de beleza.

Cuido muito bem dos meus cabelos. Há quem diga que megahair faz mal aos fios, mas eu uso cola de queratina e não concordo com isso. Quando eu tiro o aplique, meu cabelo apenas está como era antes. A verdade é que ficamos acostumadas ao cabelo cheio, longo e volumoso e quando tiramos dá a impressão de ter menos, mas ele apenas voltou a ser como era.

Depois do mega, o amor pelo meu cabelo voltou e recentemente até arrisquei mudar a cor. Saí do loiro com luzes bem clarinhas para o 6.7 da Bio Extratus Color e me descobri ainda mais jovem, bem e feliz!

Mudar a cor fez com que eu me visse de uma forma diferente e mais bonita. Daqui pra frente, quero mudar ainda mais e curtir o meu cabelo, sem ficar na neurose com ele.

Agora já aprendi a cuidar, a tratar, a escovar da forma correta e a me divertir com ele.

 

Me conte um pouco a sua relação com seu cabelo. Como ele te faz feliz?

Beijão.

Como tonalizar os cabelos de forma simples e fácil

Desde que passei pela mudança de visual, em novembro do ano passado, sabia que precisaria manter o cuidado com meus cabelos sempre em dia. Usando os produtos adequados para meu tipo de fio, consegui deixá-los da forma que eu gostaria durante todos esses meses. Só agora, no início de março, senti necessidade de reavivar a cor e acender novamente o visual loiraço. Conversei com minha cabeleireira e ela me sugeriu que tonalizássemos o cabelo. Mas o que é tonalizar?

Tonalizar os cabelos é um processo supersimples, feito no lavatório, que resulta no tom desejado ou intensifica o tom que já existe. Eu, por exemplo, fiz luzes nessa minha transformação de visual. Com a tonalização em loiro, eu consigo reavivar essa cor e deixar o efeito mais bonito e natural.

Pois bem, agendei meu horário e me joguei novamente nesse procedimento. Assim como da primeira vez, usei Bio Extratus Color na cor 8.31, Loiro Claro Dourado Acinzentado, com água oxigenada de 10 volumes. Segundo a cabeleireira, é importante que as proporções sejam iguais para um resultado bonito nos fios. Vi que ela pesou os ingredientes e misturou bem antes de irmos ao lavatório.

Eu tinha duas opções de linhas para usar durante o procedimento: a Pós-Coloração e a Blond. A Pós-Coloração sempre foi minha queridinha para manter a cor intensa e o brilho após tingir os fios. Porém, para um efeito de desamarelamento progressivo, dessa vez escolhi usar a linha Blond. Passamos o shampoo mais de uma vez, limpando bem o couro cabeludo e tirando qualquer resíduo. Em seguida, após enxaguar bastante, aplicamos a tinta nos fios e deixamos cerca de 10 minutinhos. O tempo de ação varia de acordo com seu organismo e a facilidade de aderir a tinta no fio, é importante ficar de olho pra não passar do ponto. Em seguida, retiramos toda a tinta com bastante água.

Aplicamos um produto novo da linha Pós-Coloração: a Fix Dose. É um tubinho com um líquido transparente que possui alguns ativos importantes para manter a cor dos cabelos sempre viva, aumentando sua durabilidade nos fios. Achei o cheiro maravilhoso. Em seguida, já entramos com a máscara de hidratação da linha Blond, deixando-a no tempo indicado na embalagem para agir profundamente nos cabelos. Finalizamos no lavatório com o condicionador para selar as cutículas.

Nesse dia, terminei os cuidados com o finalizador da mesma linha. Essa parte é megaimportante, pois ele possui proteção térmica e filtro solar, que não deixam o cabelo ficar danificado por fatores externos. Fiz uma escova convencional e babyliss nas pontinhas. Gostei muito do resultado do processo de tonalização dos cabelos. Senti que a cor deu realmente uma avivada e estou me sentindo renovada. Acredito que, com o uso da Fix Dose, o tom se manterá vivo por muito mais tempo. Para manter os cabelos do jeito que adoro em casa, vou alternar o uso da linha Pós-Coloração e da linha Blond. Em breve conto pra vocês os resultados que elas estão dando nos fios.

 

E você? Já passou por uma tonalização? Comente aqui embaixo!