Naturalmente Bonita

Cabelo Crespo e Autoestima

17.dez.2018

O cabelo sempre esteve muito ligado a autoestima da mulher e a ideia de cabelos longos, sedosos, brilhantes e com muito balanço fez parte dos sonhos de muitas meninas negras justamente por ser algo aparentemente inalcançável para nós. Eu me recordo bem de como desejava ter os cabelos lisos durante a infância e adolescência para ser aceita no colégio, já que os elogios eram sempre voltados a meninas com cabelos lisos e longos, mas o meu não era assim. Meu cabelo é crespo e para estar “arrumado” mainha alisava toda sexta-feira com ferro e pente quente. Eu detestava passar por isso, mas acreditava que era necessário porque meu cabelo “não era bom”, então o único jeito de arrumar era alisando.

cabelo crespo

Hoje já com o cabelo natural depois de ter passado pela transição capilar (em um outro texto falarei mais sobre esse período), percebo que nós naturalizamos por anos uma coisa extremamente cruel e nociva à saúde física e psicológica de crianças e adolescentes e que ainda permanece na vida de mulheres adultas hoje em dia. Falar sobre cabelo para mulheres negras não é um assunto simples porque não tem relação apenas com o cabelo. O negócio é bem mais profundo do que as pessoas geralmente imaginam porque está ligado a anos de negação e auto-ódio.

Se quiser saber mais sobre transição capilar, pode conferir aqui.

cabelo crespo

Entender a beleza natural do cabelo crespo e cacheado, dando maior ênfase ao cabelo crespo, que é ainda mais rejeitado por não ter cachos perfeitos, sedosos e brilhosos dá trabalho porque nosso olhar não foi acostumado a isso. Mulheres negras não eram e ainda não são vistas como padrão de beleza e consequentemente nosso cabelo também não é. Exatamente por isso que pessoas crespas como eu, Joicy (Tipo4) e Maraisa (Blz Interior) passamos por diversos ataques na internet por conta das nossas características físicas como cor de pele e tipo de cabelo. A exaltação do cabelo natural existe desde que ele não seja volumoso, nem tenha frizz, ou seja, uma cabelo ondulado ou cacheado mais aberto. No seu primeiro texto aqui, a Joicy falou sobre como o CRESPO É LINDO!

Falar sobre o cabelo da mulher negra tem relação direta com aceitação, empoderamento, enfrentamento ao racismo, ao ódio gratuito e principalmente de resgate a  história de todo um povo que foi apagada pelas marcas da escravidão que acabou a pouquíssimos anos atrás e que ainda é um problema muito mal resolvido no Brasil, já que as pessoas tratam como algo que aconteceu a muito tempo como se tivesse ficado no passado apenas, não levando em consideração a forma como a liberdade foi dada aos escravizados e as consequências que esse descaso causou a nossa geração e uma das marcas desse problema é justamente o racismo velado disfarçado de opinião onde existe uma preferência e aceitação infinitamente maior a tudo que for branco e em contrapartida, a demonização e marginalização do que é negro. Não é apenas falar de cabelo, mas falar de dores, apoiar-se e perceber que a luta é coletiva e constante para que haja uma mudança.

cabelo crespo

.

Desmistificar simbologias da cultura negra e retirar conceitos racistas do nosso cotidiano é uma das maneiras mais simples de se lutar contra o racismo. Entender que o cabelo crespo ou cacheado não precisa ser domado, nem ficar sem frizz, que nem todo cabelo é brilhoso mesmo estando saudável e que ele definitivamente não precisa ser definido são coisas aparentemente simples, mas que fazem uma diferença enorme quando falamos da estética do cabelo negro. Essas “necessidades” com relação ao cabelo crespo e cacheado existem hoje justamente por conta de uma política de embranquecimento onde se faz necessário que  nossas características negras sejam menos fortes ou apagadas se necessário e isso não está ligado apenas ao tom de pele, mas também ao cabelo, que é uma das características e símbolo de resistência mais forte do povo negro. A gente cresceu tendo medo do volume, do cabelo “duro” (que na verdade é muito macio), da falta de balanço e de brilho porque o racismo criou isso.

cabelo crespo

.

Hoje o movimento de autoconhecimento e resgate da ancestralidade negra é gigante através da internet e tem crescido e se fortalecido mais a cada dia no Brasil e no mundo, e fazer parte de um movimento tão lindo quanto esse é maravilhoso e inspirador. O trabalho ainda vai demorar para acabar porque é muito difícil mudar o nosso pensamento, quanto mais o de outra pessoa. Mas continuaremos usando nossas vozes para propagar a mensagem de amor próprio, da aceitação e do antirracismo aos quatro cantos.

 E se você leu esse texto mas não é uma pessoa negra, não significa que não pode fazer algo com relação a isso. A luta pelo fim do racismo e qualquer outro tipo de preconceito é coletiva e você também faz parte dela.

luciellen-assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Como Manter o Cabelo Crespo Sempre Hidratado? I Linha Nutri Cachos

31.out.2018

Lidar com o cabelo tipo 4 (crespo) é entender que a nutrição é nossa melhor amiga e escolher produtos que entreguem brilho até o fim dos fios, já que a oleosidade natural se perde em meio à curvatura e deixa as pontas mais ressecadas. Por isso, é sempre importante escolher produtos ricos em óleos e ativos que estimulem essa recarga de hidratação e nutrição no cabelo constantemente.

A linha Nutri Cachos é composta por ativos super hidratantes e umectantes, como a babosa, capaz de dar aquela sensação de frescor e leveza INSDISPENSÁVEL. O colágeno, responsável pela proteção dos fios, restaura e garante a maciez. Para reparar e fortalecer os cabelos danificados, a linha também é rica em D’Pantenol. Além disso, sua composição ainda conta com o sódio PCA, substância encontrada naturalmente na nossa pele e responsável pela sua hidratação, ou seja, cabelos hidratados SEM ERRO!

Meu crespo AMA a linha Nutri Cachos e além de um ótimo resultado imediatamente, na finalização, eu consigo um Day After incrível. O aroma da linha é levemente adocicado e bem refrescante. A durabilidade de todos os produtos da linha é ideal: usando cerca de duas vezes na semana, no meu cabelo crespo de comprimento mediano, os produtos duram em média três semanas.

cabelo crespo hidratação

.

Shampoo Nutri Cachos

O shampoo é responsável por uma limpeza refrescante. Mesmo com a certeza de que os fios estão completamente limpos, por ser uma linha rica em hidratação e desenvolvida especialmente para cabelos com curvatura, não sentimos agressão ao fio, nem a retirada exagerada de nutrientes.

shampoo nutricachos cacho hidratação

.

Máscara Hidratante Nutri Cachos

A máscara é o momento em que eu desembaraço o meu cabelo, ou seja, ela precisa ter uma boa consistência (sabe aquela que você vira de cabeça para baixo e não cai nada? São as minhas favoritas!) e ativos concentrados para que além de bem reposto em suas necessidades, ele esteja emoliente o suficiente para que eu desembarace sem problemas com a quebra dos fios. A Máscara Hidratante Nutri Cachos cumpre com todas essas premissas e com pequenas quantidades já atende a todo o meu crespo.

máscara nutricachos cachos hidratação

.

Bálsamo Hidratante Nutri Cachos

Você deve estar se perguntando: “Que produto é esse?”, mas calma aí! Você já conhece. O bálsamo age como condicionante, ele recebe essa nomenclatura porque é composto por uma substância extraída de um vegetal, nesse caso, a Babosa. Para selar a recarga de ativos, que eu faço com a máscara durante o desembaraço, eu uso o balsamo por toda a extensão do fio e garanto maciez aos cabelos.

balsamo nutricachos cachos nutrição

.

Finalizador Hidratante + Cristal Líquido Nutri Cachos

E na hora de finalizar os cabelos, aquele velho truque de misturar o finalizador com um óleo para ter mais brilho no resultado final. O Finalizador hidratante da linha Nutri Cachos tem proteção solar e até contra a poluição, por isso é perfeito para o cotidiano urbano, que sempre danifica os fios. Eu uso sempre junto ao Cristal Líquido da linha e consigo um brilho intenso, cabelos super hidratados, leves e macios.

finalizador nutricachos cachos hidratação

cristal nutricachos cachos hidratação

.

E você, já experimentou a linha Nutri Cachos no seu crespo? Conta pra gente o que achou!

Joicy Eleiny tipo 4

Joicy Eleiny, pernambucana nascida no interior e morando na capital. 21 anos, mulher negra, crespa e LGBT compartilhando empoderamento e provocando discussões acerca de suas lutas principalmente através da estética. Estudante de jornalismo, apaixonada por moda, beleza e brega!

Joicy Eleiny

Joicy Eleiny, pernambucana nascida no interior e morando na capital. 21 anos, mulher negra, crespa e LGBT compartilhando empoderamento e provocando discussões acerca de suas lutas principalmente atra...

Mas afinal, o que é Big Chop?

5.out.2018

Recentemente teve post no insta da Bio (@bioextratus) falando sobre o tão temido Big Chop. Primeiro vale uma rápida explicação do que se trata: Big Chop é o momento do “Grande Corte”, onde a pessoa decide tirar toda a química dos fios passando a tesoura; e assim, deixar o cabelo crescer naturalmente. Isto posto, por que ele é tão temido? Qual o problema de cortar o cabelo? Ah… a história é longa!

Retirar toda a química que altera a estrutura do fio – alisamento, relaxamento, permanente, progressiva…- implica, na maioria das vezes, deixar o cabelo muito curto ou mesmo ficar sem! Sim, raspar! E para uma mulher decidir fazer isso é porque ela já cansou de tentar se encaixar num molde que não lhe serve. Crescemos ouvindo de todos os lados que mulher deve deixar os fios longos, que é mais bonita com cabelo comprido, que liso é o melhor cabelo e por aí vai. Então, uma crespa ou cacheada tenta a qualquer custo entrar no padrão para ser aceita. Envolve emocional, envolve história, envolve memórias. Eu passei por isso precisamente em 30 de setembro de 2013.

.

Big Chop 1 _ Maraisa

Estava sentada na cadeira do salão e cortei. No momento eu olhava fixamente para o meu celular e não quis pensar em mais nada. Estava há quatro meses sem relaxar, deixando crescer e cortando aos poucos. Mas não sei o que me deu neste belo dia de primavera que resolvi cortar. Estava sozinha. Quando cheguei em casa desabei! Me senti feia, me senti menos mulher, me senti sem um pedaço.

Não, não é apenas um cabelo. É tooooda uma vida tentando se adequar, e é o momento que você passará a conhecer seu cabelo DE VERDADE. Como o meu fio se comporta? Como ele é? Quais produtos eu usarei para cuidar? Eu não sabia nada disso até os 24 anos de idade.

Hoje, cinco anos depois, tenho outra relação com o meu crespo! Amo como ele é e me permito cortar quando bate vontade e tingir da cor que surge na mente. O melhor de tudo? Não preciso mais me preocupar com produtos. Se lá atrás não víamos em lugar algum cremes específicos para crespos e cacheados, hoje são diversas opções! Botica Cachos, Nutri Cachos e também a linha Força com Pimenta, que ajuda no crescimento dos fios.

Pode passar pelo Big Chop sem medo que depois é só alegria. Cuidado não vai faltar para celebrar essa natureza.

Maraisa Fidelis blz interior

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas ajudar as mulheres a se sentirem lindas.

Maraisa Fidelis

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas aj...

Crespo é lindo!

7.set.2018

cabelo crespo tipo 4

Compreender-se está além do que você vê no espelho. A lida de quem decide traçar o caminho inverso e resgatar sua identidade através da transição capilar é atravessada pela forte presença de referências que se tornam representativas e influenciam no processo de aceitação.

Apesar da extrema importância da imagem representada, é preciso se compreender em suas particularidades e se aceitar diversa. Logo depois da transição, eu comecei a me buscar em outras mulheres que admiro até hoje, mas não foi dessa forma que eu consegui me encontrar.

Somente quando eu passei a dedicar um tempo ao espelho, quando comecei a sentir meus fios de olhos fechados, quando arrisquei me sentir linda depois de frisar todo o cabelo, eu percebi que a minha textura é só minha e isso a torna ainda mais incrível. Meu crespo é lindo. Foi aí que eu percebi que não bastava confrontar um padrão que ditava o alisamento, eu precisaria agora derrubar também a ditadura das texturas.

No momento em que se começou a questionar o processo de embranquecimento da imagem da mulher negra e se acreditou que seria o caminho para o fim de uma cultura racista milenar, novas formas de opressão estética começaram a surgir de maneira naturalizada. Como a aceitação unicamente dos cachos perfeitos, em curvaturas bem delineadas ou a associação do cabelo crespo à falta de cuidado e saúde do fio.

A luta para que a estética da mulher negra seja reconhecida em sua riqueza não pode ser diminuída à saga dos cachos perfeitos ou volume controlado. Ainda inquieta ver mulheres negras em relação de amor com seus fios sem curvaturas definidas, cada vez mais distantes dos padrões.

A forma com que a mulher crespa precisa defender a textura do seu fio é política. O cabelo crespo é um ato político. É preciso gritar que CRESPO É LINDO.

Joicy Eleiny tipo 4

Joicy Eleiny, pernambucana nascida no interior e morando na capital. 21 anos, mulher negra, crespa e LGBT compartilhando empoderamento e provocando discussões acerca de suas lutas principalmente através da estética. Estudante de jornalismo, apaixonada por moda, beleza e brega!

Joicy Eleiny

Joicy Eleiny, pernambucana nascida no interior e morando na capital. 21 anos, mulher negra, crespa e LGBT compartilhando empoderamento e provocando discussões acerca de suas lutas principalmente atra...

Usando pela primeira vez: linha Antiqueda – Jaborandi

1.jun.2018

Quando comecei a usar a linha Antiqueda-Jaborandi da Bio Extratus, fiquei pensando: “Como nunca usei essa linha antes?” Sério! Desde o momento que eu passei a escrever aqui no Naturalmente Bonita, e isso já tem três anos, ainda não tinha testado essa linha tão famosa! O que me deixa com mais vergonha ainda é ouvir da minha mãe “Eu já usei essa linha filha!” COMO ASSIIIIIIIIIM? hahahaha

Tenho cabelo crespo, seco e tingido. Ao ler a sua composição percebemos jaborandi, quilaia, alecrim e vitaminas A, B e E. Quem gosta do assunto e lê bastante sobre, sabe que alecrim é inicialmente indicado para cabelos oleosos. Porém, a queda do fio acontece pelo excesso de oleosidade na raiz, obstruindo assim o folículo. Isso pode acontecer com todo e qualquer tipo de cabelo.

O cabelo crespo é seco no seu comprimento e pontas. A raiz tem oleosidade que, pela curvatura dos fios, não consegue chegar até as pontas. Já ouviram falar para esfregar o shampoo apenas no couro cabeludo? Sim, eu só lavo meus fios dessa forma.

Essa linha consegue limpar o cabelo de maneira gentil, delicada e não ressecar os fios. Estimula a circulação dos vasos na região ajudando no crescimento saudável dos cabelos. A fragrância é gostosa e acolhedora. Assim que senti, parece que voltei para minha infância, quando mamãe cuidava do meu cabelo na casa da vovó. É algo gostoso e familiar, aconchegante.

O banho de creme pode ser usado sozinho ou com o tônico, para um resultado ainda mais “potente”. Por falar em tônico, é bem fácil de usá-lo! Antes de colocar água nos fios, aplica na raiz, massageia bem e deixa agir de 15 a 45 minutos. Depois é só lavar normalmente e usar a linha toda por aproximadamente um mês, que o resultado é explícito.

O finalizador é leve e hidratante. Se você gosta de um produto mais pesado, indico que misture o Óleo de Argan e Cártamo. Se gosta de creme leve, se joga com gosto porque vai amar!

A minha dica é sempre a mesma: pare, leia o rótulo do produto e passe a entender as necessidades do seu fio. Com isso, usamos as linhas com a sua máxima eficácia e nosso cabelo apenas agradece!

Beijos
Mah

Maraisa Fidelis blz interior

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas ajudar as mulheres a se sentirem lindas.

Maraisa Fidelis

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas aj...

Carregar Mais