Naturalmente Bonita

Low Poo ou No Poo – Qual a Melhor Técnica Para Meu Cabelo?

31.jul.2019

Com o aumento de pessoas usando os cabelos naturalmente crespos, cacheados e ondulados aqui no Brasil, popularizaram-se algumas técnicas de limpeza que foram criadas pensando exatamente nesses tipos de cabelo e com o passar dos anos tem se tornado as queridinhas na hora de manter os cabelos saudáveis. Essas técnicas são conhecidas como No Poo e Low Poo e hoje eu vou explicar como cada uma delas funciona.

Bem-vinda ao clube das loucas por ler as fórmulas dos produtos! 

No Poo

Na tradução para o português, No Poo quer dizer Sem Shampoo, então a limpeza do cabelo é feita sem nenhum tipo de shampoo, mas com um condicionador de limpeza. Essa técnica se chama Co-Wash e é um mistério para muita gente por causa da ideia de limpeza estar associada sempre a espuma, mas os garanto que mesmo sem espuma os resultados são incríveis!

O shampoo por mais leve que seja, vai limpar de forma mais agressiva que o condicionador de limpeza (co-wash)retirando mais oleosidade dos fios, o que no caso das crespas e cacheadas não é legal já que esses tipos de cabelo são mais porosos e tendem a ressecar com mais facilidade.

Mas você não pode usar qualquer condicionador que achar por aí hein!

Na fórmula o produto precisa ter anfótero betaínico, que é um agente de limpeza e deve ser aplicado do couro cabeludo até as pontas. Eu sei que é estranho aplicar creme na raiz, mas vai por mim que no final da tudo certo. 😉

Já quer garantir um Co-Wash pra chamar de seu e só seu? Aposte no Co-Wash Botica Cachos.

Low Poo

Traduzindo para o português seria “pouco shampoo” e essa técnica é a mais usada hoje em dia por conta do uso de shampoo e também porque a lista de componentes liberados é maior. – Ah! Daqui a pouco eu deixo a lista completa dos liberados e proibidos pra você.

O shampoo para Low Poo precisa ter uma fórmula mais leve para que os agentes de limpeza não retirem além da sujeira a gordura natural que o cabelo precisa, fazendo com que ele fique ressecado.

Quando a gente faz alguma dessas técnicas de limpeza, existem algumas restrições com relação a fórmula dos produtos que podemos ou não usar nas outras etapas de cuidados com o cabelo para que a limpeza seja completa e não restarem resíduos grudados em nosso fio. Então eu vou deixar abaixo a lista de componentes liberados e proibidos para quem faz No Poo e Low Poo.

Lembra que eu falei que você ia entrar para o clube das loucas por ler as fórmulas dos produtos? Pois é! Se prepara para a lista:

COMPONENTES LIBERADOS

  • Silicones solúveis: Liberados para No Poo e Low Poo

Dimethicone Copolyol

Hydrolyzed Wheat Protein Hydroxypropyl Polysiloxane

Lauryl methicone copolyol

PEG-33 (e) PEG-8 Dimethicone (e) PEG-14 (presentes na mesma fórmula)

PEG-7 Amodimethicone

Dimethicone PEG-8 Phosphate

Ammonium Dimethicone PEG-7 Sulfate

Dimethicone PEG-8 Adipate

Dimethicone PEG-8 Benzoate

Dimethicone PEG-7 Phosphate

Dimethicone PEG-10 Phosphate

Dimethicone PEG/PPG-20/23 Benzoate

Dimethicone PEG/PPG-7/4 Phosphate

Dimethicone PEG/PPG-12/4 Phosphate

PEG-3 Dimethicone

PEG-7 Dimethicone

PEG-8 Dimethicone

PEG-9 Dimethicone

PEG-10 Dimethicone

PEG-12 Dimethicone

PEG-14 Dimethicone

PEG-17 Dimethicone

PEG/PPG-3/10 Dimethicone

PEG/PPG-4/12 Dimethicone

PEG/PPG-6/11 Dimethicone

PEG/PPG-8/14 Dimethicone

PEG/PPG-14/4 Dimethicone

PEG/PPG-15/15 Dimethicone

PEG/PPG-16/2 Dimethicone

PEG/PPG-17/18 Dimethicone

PEG/PPG-18/18 Dimethicone

PEG/PPG-19/19 Dimethicone

PEG/PPG-20/6 Dimethicone

PEG/PPG-20/15 Dimethicone

PEG/PPG-20/20 Dimethicone

PEG/PPG-20/23 Dimethicone

PEG/PPG-20/29 Dimethicone

PEG/PPG-22/23 Dimethicone

PEG/PPG-22/24 Dimethicone

PEG/PPG-23/6 Dimethicone

PEG/PPG-25/25 Dimethicone

PEG/PPG-27/27 Dimethicone

PEG-40/PPG-8 Methylaminopropyldimethicone crosspolymer

  • Silicones insolúveis: liberados só para Low Poo

Amodimethicone

Cetearyl methicone

Cetyl Dimethicone

Cyclomethicone

Cyclopentasiloxane

Dimethicone

Dimethiconol

Dimethicone Crosspolymer

Vinyl Dimethicone Crosspolymer

Vinyl Dimethicone

Methicone Silsesquioxane Crosspolymer

Cetearyl Methicone

Cetyl Dimethicone

Behenoxy Dimethicone

Stearoxy Dimethicone

Stearyl Dimethicone

Trimethylsilylamodimethicone

Simethicone

Polydimethylsiloxane

Methicone

Phenyl Trimethicone

Dimethylpolysiloxane

Bis-Aminopropyl Dimethicone

propoxytetramethyl piperidinyl dimethicone (PTMPD)

  • Sulfatos fracos: liberados só para Low Poo

Sodium Cocyl Isethionate

Sodium Cocoyl Glycinate.

Sodium Lauryl Sulfoacetate

Sodium Lauryl Glucose Carboxylate

Sodium Lauroyl Sarcosinate

Sodium Socoyl (ou lauryl/lauroyl) Sarcosinate

Sodium methyl 2- sulfolaurate / disodium sulfolaurate

Sodium Methyl Cocoyl ou lauryl taurate

Disodium Laureth Sulfoccinate

Dioctyl Sodium Sulfosuccinate / Aerosol -OT / AOT

Decyl Glucoside Poly Carboxylate

Ethyl PEG-15 Cocamine Sulfate

Lauryl Sulfoacetate

Methyl Cocoyl or Lauryl Taurate

Pluronic e Tetronic surfactantes

Polyglucosides

Cocoamidopropyl betaine – Cocobetaine/Cocamidopropyl Betaine, Cocabetaine, cocoamphopropionate (liberado também para No Poo)

  • Filtros-Solares: liberados para No Poo e Low Poo

Benzophenone-2, (ou 3, 5, 6, 7, 8, 9, 10)

Benzophenone-4

Benzyl salicylate

Benzylidene camphor sulfonic acid

Bornelone

Ethyl cinnamate

Ethylhexyl methoxycinnamate (octyl methoxycinnamate) Octoxynol-40, – 20

Octyl methoxycinnamate

Octyl Salicylate

Oxybenzone

Phenyl ketone

PEG-25 PABA

Polyacrylamidomethyl benzylidene camphor

COMPONENTES PROIBIDOS

  • Petrolatos: proibidos para No Poo e Low Poo

Petrolatum/petrolato

Mineral Oil/óleo mineral

Parafinum Liquid/parafina líquida

Isoparaffin

C13-14 Isoparaffin

C12-20 Isoparaffin

Vaselina/vaselin

Isododecane/Isododecene

Alkane/Alcano

Dodecane/Dodecano

Dodecene/Dodeceno

  • Sulfatos fortes: proibidos para No Poo e Low Poo

Sodium Laureth Sulfate

Sodium Lauryl Ether Sulfate

Sodium Myreth Sulfate

Sodium Lauryl Sulfate / Sodium laurilsulfate

Sodium Coco Sulfate

Sodium Trideceth Sulfate

Ammonium Lauryl Sulfate

Ammonium Laureth Sulfate

Ammonium Lauryl Ether Sulfate

Sodium C14-16 Olefin Sulfonate

TEA Lauryl Sulfate

TEA-dodecylbenzenesufonate

Sodium Alkybenzene Sulfonate

Ammonium Xylenesulfonate

Sodium Xylenesulfonate

Sodium Trideceth Sulfate – Sinônimos: Sulfato de sódio polioxietileno tridecilo; sulfato de sódio ÉTER tridecilo; etanol, 2 [2 [2 (trideciloxi) etoxi] etoxi], sulfato de hidrogénio, sal de sódio; de sódio a 2 – [2 – [2 – (trideciloxi) etoxi] etoxi] ETÍLICO sulfato, sódio tridecilo TRI (oxietil) SULFATO

Tridecyl polyoxyethylene sodium sulfate

Sodium Tridecyl Sulfate ETHER Ethanol

Sodium Tridecyl TRI (oxyethyl)

sodium 2 – [2 – [ 2 – ( tridecyloxy ) ethoxy ] ethoxy ] ethyl ester sulfate

ethanol, 2- [2- [ 2- ( tridecyloxy ) ethoxy] ethoxy] hydrogen sulfate , sodium salt

Sodium Sulfate Coconut

Lauryl sulfate

Ammonium laureth

TEA dodecylbenzenesulfonate

Alkylbenzene Sulphonate

Ammonium Xylenesulfonate

Sodium Sylenesulfonate

Eu sei que a lista é enorme e quase impossível de decorar, mas você pode deixar o link desse texto salvo e toda vez que tiver alguma dúvida, é só correr pra cá. Além disso, para facilitar sua vida, a Bio Extratus tem uma linha completa de cuidados para cabelos liberada para No Poo e Low Poo!

Conheça a linha Botica Cachos

low poo no poo co-wash

Foto: Aline França

A linha Botica Cachos contém ingredientes suaves e naturais. Alta concentração de óleos vegetais com poder de hidratação e nutrição para tratar os cabelos cacheados de forma natural e eficaz. Sua fórmula é livre de sulfatos, parabenos, óleos minerais, parafinas, derivados animais, corantes e silicones (a máscara possui silicones solúveis sem build up e todos os outros produtos são totalmente livres de silicones solúveis e insolúveis) e seus ativos são o Baobá, Karité, Coco, Rícino e a Microqueratina Vegetal.

Essa linha é um verdadeiro sucesso e foi feita especialmente para as principais adeptas as técnicas de No e Low Poo: as crespas e cacheadas.

Tem um vídeo no meu canal onde uso os produtos dessa linha para lavar minhas tranças sintéticas. Eu uso essa linha sempre que estou com fibra sintética porque não tem como hidratar meu cabelo durante esse período, então usar produtos liberados ajuda muito a manter o fio saudável.

E aí? Gostou de conhecer as técnicas? Se sim, não esquece de espalhar a palavra, beleza? (risos)

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Nosso Compromisso Com a Natureza

5.jun.2019

Um dos principais motivos para que eu entrasse para a “firma” foi justamente a preocupação em cuidar da natureza e pela utilização de produtos naturais na composição dos produtos. Então, aproveitando O Dia Mundial do Meio Ambiente, vamos falar sobre alguns cuidados da Bio Extratus com o futuro do planeta e os impactos disso no mundo.

Começamos perguntando: quando você ouve falar em fábrica, logo vem em mente chaminés, cinza, poluição, fumaça e muito desperdício, certo? Por aqui é muito diferente! Dá só uma olhada nessa estrutura de fábrica que não tem nada do que a gente imaginava:

 

Parceria Bio Extratus e Natureza

A Bio Extratus surgiu em 1991 com a ideia de dois cabeleireiros que amavam a natureza e decidiram colocá-la nos seus produtos capilares de forma inicialmente artesanal e que se transformou no que chamamos hoje de Fábrica dos Sonhos.

Lembro que quando fui visitar a fábrica fiquei encantada em como tudo é lindo e verde. Muito verde! Nem parece que estamos em uma fábrica na verdade; é um lugar tão bonito que da para fazer um passeio com amigos, família ou o crush (risos) tranquilamente (tem até pedalinhos de cisnes).

Energia Fotovoltaica

Além da beleza na estrutura da fábrica, a marca tem projetos como o Sol Nascente que ganhou o VII Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade na categoria Melhor Empresa. O projeto tem foco em energia solar fotovoltaica, que conta com placas formadas por células de silício que conseguem gerar e conduzir energia elétrica a partir da incidência de luz solar.

Em 2016, aconteceu a instalação do maior sistema privado de geração de energia solar fotovoltaica em sua planta industrial conectada à rede da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) e o maior do Brasil, segundo o site da ANEEL.

Tratamento de Água e recuperação de nascente

Existe desde 2002 um processo de tratamento dos resíduos gerados que são canalizados para tanques apropriados onde recebem um tratamento para devolver à natureza água compatível ao meio ambiente. Isso é fantástico! Imagina se toda a água do planeta utilizada nas indústrias fosse tratada dessa forma? Ah! A Bio Extratus recebeu o certificado de licença ambiental da FEAM (Fundação Estadual do Meio Ambiente) por conta desse compromisso com a natureza.

Mais uma das coisas que acontecem  é a recuperação de nascentes de água. Isso me deixou imensamente fascinada porque o trabalho vai além de evitar danos, mas de restaurar o que foi degradado pelo homem. Ler esse tipo de coisa me faz ter mais esperança pelo futuro das próximas gerações!

Chique né? Eu acho compromisso com a natureza um coisa muito chique.

AQUI, no site da Bio Extratus você pode ler com mais detalhes todas as informações passadas aqui e ainda saber sobre outras com mais detalhes.

No mais, só tenho a agradecer por existirem empresas assim, o planeta agradece imensamente e meu coração fica quentinho! Fiquem com o vídeo da nossa campanha de 2019 que também fala muito sobre nossa paixão pela natureza:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Bio Extratus (@bioextratus) em

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Como Cuidar do Cabelo Pós-Coloração?

8.abr.2019

Depois que a gente passa pelo processo de descoloração e tintura, sempre fica aquela dúvida sobre como cuidar do cabelo pós-coloração porque, por mais que os produtos usados sejam de qualidade, a estrutura do fio fica um pouco diferente e exige mais cuidados do que antes. 

Quando fui lavar meu cabelo pela primeira vez depois que pintei, percebi que até o toque estava diferente, o fio fica um pouco mais frágil e aí vem aquela dúvida de como recuperar e não deixar o cabelo danificar e partir.  Por mais que você tenha tido todas as precauções antes de pintar, feito o teste de mecha e o cabelo tenha ficado maravilhoso depois de todo processo, se não houver cuidado  intenso ele pode partir sim! Então vamos a:

3 dicas de cuidados especiais para seu cabelo pós-coloração continuar maravilhoso!

1- Faça Muita Umectação

umectação pós-coloração

Uma das características do cabelo pós-coloração, seja descolorido ou pintado, é o ressecamento, então fazer a umectação é uma das coisas que mais vão ajudar a nutrir e fortalecer o fio. 

A umectação deve ser feita com óleos 100% vegetais para não ter risco de entupir o bulbo capilar e uma outra dica que aprendi com minha cabeleireira é que nem todo óleo vegetal deve ser aplicado na raiz porque alguns podem causar dermatite seborreica se usados de forma incorreta. Observe se o óleo é daqueles que solidificam quando estão em temperaturas mais frias, se ele solidificar você aplica apenas no comprimento e se não solidificar você aplica na raiz. 

A Bio Extratus tem a linha Umectante com óleo de coco e o Óleo Poderoso Botica Cachos , inclusive tem vídeo no meu canal com resenha desse óleo: 

 

2- Faça o Cronograma Capilar 

Muita gente desacredita do poder do Cronograma Capilar, mas ele é real e da pra perceber nitidamente a mudança nos cabelos. E vai ajudar demais o seu cabelo pós-coloração!

Para pessoas com a vida mais corrida que não conseguem seguir o cronograma certinho, uma dica é tratar o cabelo toda vez que for lavar e adequar sempre a sua rotina. O mais importante é não deixar de cuidar do cabelo para que ele se mantenha forte e saudável. De início tente pelo menos duas vezes por semana, é só intercalar a umectação noturna e outro tratamento depois da umectação. Outra dica preciosa para você que não tem tempo é usar os tratamentos de 60 segundos da Bio Extratus, que são potentes e entregam um resultado maravilhoso em 1 minutinho. Aqui no blog tem uma matéria sobre essas superdoses, dá uma conferida!

Já tem uma matéria aqui no blog falando sobre o Cronograma Capilar Pré-Coloração que fiz e eu continuo seguindo ele. Além disso eu explico também no meu canal.

Nesse outro vídeo aqui, eu indico máscaras de tratamento da Bio Extratus que são super potentes:

Além disso, temos a linha Pós-Coloração da Bio Extratus, que foi feita pensando nas necessidades do cabelo exatamente depois desse processo. 

 

3- Evite Secador Quente

Eu sei que pra quem tem uma rotina mais corrida é complicado não usar o secador por ele ser mais rápido, mas cabelos pós-coloração precisam de mais cuidados e alguns pequenos sacrifícios como esse. Você não precisa parar totalmente de usar o secador, é só usar temperaturas mais frias e não usar sempre.

Uma forma ótima de secar os cabelos é com o ventilador. Você deixa o cabelo lindo, saudável e ainda se refresca! 

E aí, ta pronta pra deixar esse cabelo pós-coloração ainda mais maravilhoso?

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Como Pintar Cabelos Crespos sem Danificar?

5.abr.2019

Sempre que pensamos em mudança de cabelo crespo, o primeiro medo da maioria das pessoas é o dano causado pela descoloração, tintura e afins. Cabelos crespos são mais porosos e por isso tem mais facilidade de ressecar, portanto exigem mais cuidados quando o assunto é mudança de cor. Então vou falar em tópicos sobre o meu processo de mudança e o que percebi no meu crespo depois que fiquei ruiva.

pintar cabelos crespos

1 – Procure um Profissional Especializado em Cabelos Crespos e Cacheados

Desde que decidi mudar a cor do meu cabelo, sabia que por ser um processo nada simples, ele deveria ser feito por um profissional. Mesmo que a ideia de fazer em casa e gastar menos seja tentadora, vale muito mais a pena pagar e sair linda do salão do que fazer besteira em casa e danificar o cabelo para depois precisar procurar um profissional para arrumar seu erro.

Abaixo vou deixar uma lista com salões especializados em cabelos crespos e cacheados de algumas regiões que conheço. São eles:

2 – Faça um Cronograma Pré-Coloração

Aqui abaixo coloquei um vídeo falando sobre meu cronograma pré-coloração e ele foi importantíssimo para que eu pudesse fazer a mudança de cor sem danificar meu cabelo. Também tem um conteúdo aqui no blog dando mais detalhes sobre como fazer esse processo.

É uma maneira super eficaz de reforçar os fios e deixá-los ainda mais saudáveis antes e depois da coloração.

3 – Faça Teste de Mecha antes de pintar cabelos crespos

Sabe aquele ditado “É melhor prevenir do que remediar”? Fazer o teste de mecha é exatamente  isso! Essa parte é válida para qualquer pessoa que queira fazer algum tipo de processo químico no cabelo, seja ela liso, ondulado, cacheado ou crespo. O teste de mecha é essencial para depois não haverem surpresas como cabelo elástico e partindo.

Grande parte dos cortes químicos e problemas com mudanças radicais vem da falta de teste de mecha antes dos procedimentos. É através dele inclusive, que seu cabeleireiro pode definir qual será o melhor cronograma de cuidados antes da tão sonhada mudança de cor.

4 – Evite Fazer a Mudança de Uma Vez

Eu sei que dá uma ansiedade de deixar o cabelo logo da cor que a gente deseja e queremos descolorir quantas vezes forem necessárias pra chegar logo ao tom dos sonhos, mas o processo de pintar cabelos crespos e cacheados é diferente.

No meu caso que a mudança foi para o ruivo, eu só fiz algumas luzes mas não descolori o cabelo por inteiro. Então nos próximos retoques vamos clarear um pouco mais com a tinta e assim sucessivamente.

Essa é a forma mais saudável e segura de mudar a cor sem preocupações, já que nos intervalos entre um retoque e outro eu estarei fazendo o Cronograma Capilar para recuperar o fio dos possíveis danos.

5 – Use Produtos de Qualidade

Todos os produtos que usei foram da Bio Extratus, tanto no meu cronograma pré-coloração quanto na mudança de cor.

Os tratamentos e finalizadores da marca eu já conhecia e amava, mas as tintas me surpreenderam muito porque além de pintar elas tratam o cabelo porque tem em sua fórmula tutano que é mega nutritivo, óleo de lino e microqueratina. Já viu alguma coloração com esse poder todo? O resultado foi o melhor que se poderia esperar!

As cores que usei para chegar ao tom que lembra o Ruivo Rosê foram: 8.4 e 9.4 de Bio Extratus Color e depois uma mistura da 0.2 também de Bio Extratus Color com uma máscara branca para criar um rosê.

Esse é o vídeo com o passo a passo de minha mudança:

Basicamente você precisa de muito amor, cuidado e paciência para que seu cabelo se mantenha saudável antes, durante e depois da mudança de cor. Essa para mim foi a melhor maneira de passar pela transformação com zero arrependimentos e podendo esbanjar um muito bem tratado.

Essas foram as coisas que funcionaram para mim e espero que dê certo para você também! Quer pintar cabelos crespos? Então se jogue sem medo!

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Descomplicando a Umectação com Óleo de Coco

22.mar.2019

Uma das coisas que mais são faladas quando o assunto é tratar o cabelo é a bendita umectação, né? E quem está sendo a maior estrela desse assunto é o óleo de coco, que virou paixão nacional nos últimos anos, com o aumento de buscas por produtos mais naturais na hora de tratar os cabelos sejam eles lisos, crespos, cacheados ou com química.

Então, vamos falar um pouco sobre como usar corretamente o óleo de coco e seus benefícios para a saúde capilar.

Você sabe o que é umectação?

É o ato de usar óleos vegetais puros no cabelo e deixar agir por algumas horas. Ela pode ser feita também durante a noite, a famosa umectação noturna que é a minha forma favorita de umectar o cabelo. Aqui no blog, a Nat Lustosa fez um conteúdo bem detalhadinho sobre a umectação, então para saber mais detalhes, dá uma passada lá.

Benefícios e como usar o Óleo de Coco na Umectação

umectação óleo de coco

O melhor óleo de coco para ser consumido ou aplicado nos cabelos é o prensado a frio porque dessa forma os seus benefícios nutricionais são mantidos. Além disso observe se ele é extra virgem e dê preferência a óleos armazenados em embalagens de vidro e fique atenta a fórmula atrás da embalagem; a composição deve ser apenas óleo de coco.

Nos cabelos, os seus principais benefícios são:

  • hidratação profunda;
  • melhor aspecto das pontas;
  • redução de ressecamento;
  • diminuição do frizz e da porosidade dos fios.

Além de ser usado como potencializador de máscaras de tratamento e na finalização dos cabelos, o óleo de coco pode ser usado na umectação, mas não deve ser usado na raiz dos cabelos porque ele costuma solidificar em temperaturas mais baixas. Óleos que tendem a solidificar, se colocados na raiz, podem causar a médio ou longo prazo uma dermatite seborreica por acabar acumulando no couro cabeludo, então óleo de coco é só no comprimento e pontas do cabelo, beleza?

Linha Umectante de Bio Extratus

umectação óleo de coco

Pensando nos benefícios do óleo de coco, a Bio Extratus lançou a linha Umectante que é uma das minhas favoritas. Ela é composta por:

– Shampoo de Limpeza Umectante sem petrolatos, parabenos e sal.

– Condicionador Nutritivo sem petrolatos, parabenos e liberado para Low Poo.

– Banho de Creme de Hidratação Máxima sem petrolatos e parabenos. Liberado para Low Poo.

– Manteiga de Coco com Ação Antiressecamento Imediata sem petrolatos e parabenos. Liberada para Low Poo.

– Finalizador que Protege, Nutre e Hidrata sem petrolatos e parabenos. Liberado para Low Poo.

Os meus queridinhos da linha Umectante com Óleo de Coco

Os meus produtos favoritos da linha são a Manteiga de Coco porque ela age em apenas 60 segundos e é a escolha perfeita pra quem não está com muito tempo para cuidar dos cabelos, e o finalizador que é leve na medida e deixa meu cabelo com a textura que gosto.

Eu usei essa linha completa como parte do meu cronograma capilar pré-coloração e continuo usando no pós-coloração por indicação de minha cabeleireira. Ah! Vale lembrar que essa linha é indicada para todos os tipos de cabelos, então se joga!

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Carregar Mais