Naturalmente Bonita

Impactos da Alimentação na Pele

16.mar.2020

Você sabia que a pele é o maior órgão do nosso corpo? E que a nossa alimentação afeta diretamente a saúde dela?

Quem nunca ouviu aquela expressão de que beleza vem de dentro pra fora, isso se aplica de verdade quando nos falamos sobre o cuidado com a nossa pele. Oleosidade, flacidez e acne são alguns dos principais problemas que podem sim estar relacionados a alimentação. Vem aprender um pouco sobre como nos podemos mudar isso com ajuda dos nutrientes presentes nos alimentos.

A nossa pele representa 15% do nosso peso, afinal ela é o maior órgão do corpo humano. Ela é formada por três camadas, que são chamadas de: Epiderme é a camada mais externa, cuja função é proteger nosso corpo do meio ambiente que vivemos, a Derme que é o meio da pele, e é como se fosse a camada do meio, onde a maior parte da água do nosso corpo é armazenada e sua função é de regular a temperatura do corpo e fornecer sangue saturado de nutrientes e por último, a Hipoderme que é a parte mais interna e é formada por colágeno e uma rede de células de gorduras. A sua principal função é de isolar o calor do nosso corpo para conservar a temperatura, além de absorver impactos externos para proteger os órgãos internos.

Oleosidade e Acne

A oleosidade é um dos principais problemas de pele, moramos em um país tropical, o que influencia muito na produção do sebo, e o clima quente favorece também a liberação de gordura com o suor o que acaba causando acne, mas a nossa alimentação também pode estar diretamente a esse aumento da oleosidade na pele.

Para ajudar a controlar a produção de sebo no nosso corpo é recomendado o consumo de alimentos que são antioxidadentes, aqueles famosos alimentos que combatem o envelhecimento (radicais livres), as principais vitaminas com essa função são vitaminas A, C e E e podem ser encontradas em alimentos como: mamão, cenoura, laranja, limão.

Alimentos ricos em açúcar (doces, ah é aqui que entra aquele famoso mito sobre chocolate dar espinhas, o problema não é o chocolate, e sim o açúcar nele), farinha branca (pães, bolos), e frituras em geral tendem a deixar a pele mais oleosa, por piorarem o processo inflamatório do nosso corpo por conta da gordura saturada, o que pode causar além do aumento da oleosidade, acne.

Flacidez

A flacidez é a diminuição das fibras de colágeno e da elastina da pele. Ela acontece por conta de processos internos, e sua principal causa é o envelhecimento natural da pele, podendo ser agravado por genética e por como você cuida da sua pele.

As Vitaminas A, C, D, E e a Biotina são extremamente importantes quando o assunto é flacidez, a medida de a nossa pele vai envelhecendo, a derme vai se tornando mais fina e causando a diminuição do colágeno, essas alterações podem ser aceleradas pela exposição aos raios UV, o que acaba estimulando um aumento na produção de radicais livres, o que pode causar envelhecimento precoce.

A vitamina C além de ter como principal função a biossíntese de colágeno, (que é responsável pela elasticidade, firmeza e sustentação da pele) inibe a colagenase, que é uma enzima que degrada o colágeno do organismo.

Outra dica super importante é aumentar o consumo de água, porque a hidratação ajuda no processo de excreção de toxinas que prejudicam a saúde da pele, a ingestão de água também aumenta a quantidade de liquido entre as células, diminuindo a quantidade de marcas de expressão que se formam com a idade.

Alimentos como aveia, abacate e amêndoas vão ajudar na formação do colágeno no nosso corpo e a preservar a elasticidade da pele.

DICA para melhorar a pele, o cabelo e as unhas

E a maior dica para melhorar o aspecto da pele, com as vitaminas necessárias é o suplemento força da Bio Extratus (clique aqui para comprar), além de auxiliar no crescimento e força do cabelo e das unhas ele vai ajudar a melhorar o aspecto da pele por conter as vitaminas que são necessárias.  

pele

Aqui eu já falei um pouco do impacto da alimentação nas unhas. É só clicar para conferir e aproveite para deixar o seu comentário com dúvidas ou sugestão de temas.

Até o próximo!

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

O Outubro Rosa Quase Acabou, e Você Mudou Algum Hábito?

30.out.2019

Eu sei que Outubro já está acabando. E com ele, o mês do Outubro Rosa, para gerar conscientização sobre o câncer de mama. Mas a verdade é que câncer de mama é algo que deveria ser debatido com mais frequência durante todo o ano. Um mês sozinho ou o autoexame não bastam.

Segundo o INCa, “o câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Para o Brasil, foram estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres.”

Parece pouco, mas é muita gente, e como o público de Bio Extratus é majoritariamente feminino, a gente precisa falar sobre isso por aqui também, aproveitando o Outubro Rosa.

Não é prudente dizermos que o câncer de mama tem uma única causa, mas alguns hábitos saudáveis podem reduzir o risco em cerca de 30%. Atividade física e alimentação balanceada ajudam, manter um peso considerado saudável pode cooperar e até mesmo existem estudos que amamentar pode ajudar a proteger a mulher. Eu sei que nem sempre dá para seguir tudo isso, mas acredito que se olhar com mais atenção e amor também pode ajudar nesse processo de vigiar nossa saúde. Evitar exageros em geral (de qualquer lado) e buscar estar sempre com as consultas e exames em dia ajuda muito. Se você pode manter a frequência no ginecologista, isso pode fazer toda diferença.

Muito além de uma campanha

O diagnóstico no início faz toda a diferença na cura. Então, por mais distante que isso possa parecer para nós, precisamos nos manter vigilantes e atentas ao nosso corpo e nossa saúde. O INCA deixa claro que os principais sinais e sintomas da doença são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

O Ministério da Saúde acredita na campanha Outubro Rosa 2019 reforçando três pilares estratégicos no controle da doença: prevenção primária, detecção precoce e mamografia.  A campanha se chama “Cada corpo tem uma história. O cuidado com as mamas faz parte dela”. Dar esse destaque à esse tema é fundamental, mas não só em outubro.

Cuidados contínuos com o nosso corpo e saúde

Acho que, além de ficarmos atentas, é muito importante o acompanhamento da ginecologista durante nossa vida adulta. Exames de toque e imagem são importantes, além de muita informação. Eu vou à ginecologista de ano em ano, mais ou menos nessa época de Outubro Rosa. Deixo tudo em dia e a qualquer sinal estranho, contacto minha médica. Eu sou bem atenta, mesmo com 33 anos, mas mulheres de 50 a 69 anos devem fazer mamografia de rastreamento a cada dois anos. Isso não é em vão. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes de a pessoa ter sintomas. Existem evidências científicas que comprovam o benefício desta estratégia na redução da mortalidade neste grupo de mulheres.

Além dessa consulta anual, também faço sempre meus exames e acredito na saúde como um todo. Da mesma forma que o sedentarismo é um fator de risco para muitas doenças, acredito que cuidar da saúde mental e emocional nos ajuda a preservar nosso corpo, cuidando dele como um todo. Justamente por isso aposto em cuidados que vão além dos exercícios para o corpo físico. Faço terapia e busco uma série de práticas que me trazem bem estar e amor próprio. Acredito que odiar o nosso corpo pode impactar muito em como lidamos com nossas dores e doenças.

O que fica do Outubro Rosa

Então, o objetivo desse texto de Outubro Rosa é que a gente se proponha novos hábitos sustentáveis para o longo prazo. Que nossa alimentação tenha um pouco de tudo que pode nos nutrir e fortalecer. Que nossos exercícios sejam menos sobre culpa, e mais sobre reconexão e prazer. Que nossa autoestima e saúde mental nos permitam estarmos seguras de quem somos. E que, cada vez mais, a gente cuide da gente por amor, porque por ódio essa atenção e cuidado não se sustentam.

Nos enxergando como um todo – corpo, mente e emoções – nós podemos muito mais. Estejamos atentas e vigilantes porque saúde é um conceito que engloba algo muito maior. Acreditar na gente, nos nossos cuidados e nos nossos processos de cura podem fazer toda diferença em nossas mudanças de hábitos e tratamentos.

Não deixe o outubro rosa passar em vão, se conscientize, cuide de você!

Joana Cannabrava

Carioca solteira no Rio de Janeiro, libriana, viciada em produtos de cabelo, e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de r...

Exercícios de alta intensidade X perda de peso

3.ago.2016
Foi-se o tempo onde era necessário passar horas na academia para conseguir perder peso. Nos dias de hoje, muita gente não tem tempo disponível e nem disposição depois de um dia exaustivo de trabalho. Quem nunca (ou até hoje) ficou uma hora e meia na esteira e depois foi fazer aula de dança, spinning e nada do ponteiro da balança descer?
Estudos mostram que exercícios de alta intensidade e num intervalo de tempo mais curso são bem mais eficazes. Explico:
Inegavelmente, existe uma relação direta entre a prática de exercícios físicos e o controle da ingesta alimentar no metabolismo de lipídios. Tal controle não se reflete apenas em adaptações metabólicas e fisiológicas, mas também em diversas adaptações em nível molecular.
Tais adaptações incluem o aumento e/ou diminuição na expressão de diversos genes, sinalizadores e fatores de transcrição que modulam direta ou indiretamente proteínas responsáveis pelo controle do transporte, armazenamento e oxidação de ácidos graxos (gorduras).
Estudos mostram que o treinamento físico é uma estratégia fundamental no processo deemagrecimento, visto que o mesmo estimula a oxidação de ácidos graxos e sua posterior utilização pelo músculo esquelético. A intensidade do exercício está diretamente relacionada a essa oxidação, ou seja, quanto maior a intensidade maior a oxidação de ácidos graxos.
A mitocôndria é uma organela fundamental no processo de emagrecimento nela ocorrem a β-oxidação e ciclo de Krebs. O exercício de alta intensidade estimula fatores de transcrição que atuam na biogênese mitocondrial (aumento no tamanho e número de mitocôndrias). Com o aumento da quantidade de mitocôndrias a oxidação de ácidos graxos é mais estimulada, o que otimizaria o gasto de lipídios e consequentemente promoveria o emagrecimento com mais eficiência.
O exercício físico realizado em alta intensidade quando comparado ao de intensidade moderada provoca um maior estimulo em fatores de transcrição que são fundamentais no processo de oxidação de ácidos graxos.
Diante disso podemos afirmar que o exercício de alta intensidade pode ser uma estratégia eficaz para o processo de oxidação de lipídios e consequente promoção de emagrecimento.

Renata Rodrigues

Nutricionista formada na UNI-BH, Renata sempre se preocupou com a forma física e com hábitos alimentares saudáveis. Possui cinco pós-graduações concluídas e uma em curso – em Manejo Nutricion...

Começou-se o que era doce

13.jan.2016

O açúcar é um doce para as nossas vidas! E engana-se quem acha que ele é vilão e que tem o poder apenas de engordar. Ele é importante para o corpo, nos dá energia e produz uma substância que estimula a sensação de bem-estar.

nb_saude_acucar_01

O grande problema é comê-lo em grande quantidade. A dica é consumir frutas que possuem açúcar natural e deixar o doce para a sobremesa.

Além disso, é importante conhecer as opções para escolher qual delas é mais nutritiva e saborosa. Veja outras opções além do nosso açúcar branco de todo dia.

  1. MASCAVO – possui o gosto mais forte, é obtido por meio da cana de açúcar, passa por poucos processos de produção e conserva as suas propriedades, principalmente, ferro e manganês.
  2. DEMERARA – possui o gosto mais parecido com o açúcar branco, um pouco mais claro do que o açúcar mascavo e conserva muitas propriedades também.

nb_saude_acucar_02

  1. MELADO – é o mais puro e mais forte de todos, pois ele não passa por nenhum processo industrial, é muito rico em ferro e vitaminas do complexo B.
  2. AÇÚCAR DE COCO – é extraído da fruta e conserva todas as vitaminas e minerais do coco, além disso, possui a metade de calorias do açúcar branco.

Há vários tipos de açúcar, além do famoso refinado, do adoçante e de todos esses que foram apresentados. Conheça, experimente e escolha qual tipo se adapta melhor ao seu paladar.

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!

Alimentação durante a TPM

6.jan.2016

Durante o período pré-menstrual vários sintomas como  dores de cabeça, câimbras, obstipação intestinal, edema e irritação são comuns, porém podem ser amenizados com uma dieta contendo alguns alimentos que ajudam a evitar estes agravantes. Supõe-se que uma ingestão aumentada de cálcio poderia prevenir as alterações no humor antes e após o período menstrual. Assim, um copo de leite magro extra ou uma xícara de couve por dia parecem ajudar na cura ou prevenção destas alterações.

A intensidade do fluxo menstrual pode ocorrer devido à carência dos alimentos ricos em manganês. Para ajudar a prevenir essas perdas menstruais anormalmente intensas, ingerir alimentos ricos nesse nutriente como frutas (principalmente abacaxi) e vegetais; grãos integrais; nozes e sementes.

Uma pequena ingestão de carboidratos ricos em amidos (pão, batata, massas, aveia, arroz) a cada 3 horas e uma hora ou menos antes de se deitar ou levantar, combate os sintomas da TPM.

Um dos fatores que podem afetar negativamente a TPM é a cafeína, portanto seria adequado não ingerir bebidas que contenham a mesma como chá, café ou refrigerantes.

Uma dieta saudável é capaz de amenizar os desconfortos da síndrome pré-menstrual. Vejam quais são os nutrientes e os alimentos que recomendados neste período…

  • Vitamina B6: contra enjôo, cefaléia e irritabilidade. Boas fontes: arroz integral, germe de trigo, aveia, amendoim, nozes, batata, banana, salmão, atum, fígado de boi.
  • Vitamina E: evita cefaléia, dores nas mamas e cólicas. Boas fontes: cereais integrais, noz, castanhas, azeite de oliva, azeitona, óleo de soja e de girassol, milho, gema de ovo, agrião.
  • Cálcio: alivia cólicas, dor nas costas e nervosismo, porque diminui a contração muscular dolorosa do útero e diminui a retenção de líquidos. Boas fontes: leite e derivados, vegetais e folhas verde escuros, couve e brócolis.
  • Magnésio: este mineral tem função complementar às funções do cálcio, portanto pode diminuir dores na intensidade de contração dos músculos. São boas fontes de magnésio as folhas verdes escuras.
  • Ácidos Graxos: reduz irritabilidade e dores nas mamas. Boas fontes: óleos de peixes marinhos e frutos do mar (ricos em ômega 6 e ômega 3) Bons exemplos: salmão e atum.
  • Vitamina D: necessária à assimilação de cálcio e magnésio, nos ossos. Porém, não é específico para a TPM, e sim para toda a vida da mulher, pois previne a osteoporose.

Cuidado com alguns alimentos…

  • Café: atua sobre o sistema neurosensorial, age sobre o sistema rítmico, acelerando o coração a digestão, além de conter inúmeras substâncias da torrefação do café que são tóxicas e muito prejudiciais ao fígado e a vesícula. O café parece atuar sobre o retículo sarcoplasmático, aumentando a permeabilidade ao cálcio, que torna disponível ao processo de contração, podendo provocar câimbras. A cafeína pode causar insônia, dores de cabeça e irritabilidade.
  • Chá Preto: atua no aparelho digestivo provocando obstipação.
  • Chá Mate: tem ação estimulante sobre o sistema nervoso, mas não é tão forte quanto o chá preto e o café.
  • Guaraná: tem conteúdo de cafeína três vezes mais do que no café, por isso deve ser evitado nesse período.
  • Chocolate: tem função semelhante ao café e o chá. Deve ser ingerido com moderação devido ao alto teor de gordura, podendo ocasionar ganho de peso.

Com relação às câimbras, estas podem ocorrer devido ao desequilíbrio de sódio e potássio, que favorece a entrada de cálcio na célula provocando a contração. Neste caso o ideal é o consumo de alimentos ricos neste nutriente (cálcio) que seriam os leites e derivados e alguns folhosos como brócolis e repolho principalmente.

tpm

Renata Rodrigues

Nutricionista formada na UNI-BH, Renata sempre se preocupou com a forma física e com hábitos alimentares saudáveis. Possui cinco pós-graduações concluídas e uma em curso – em Manejo Nutricion...

Carregar Mais