Naturalmente Bonita

Arnica funciona mesmo?

12.ago.2022

Todo mundo já ouviu alguém falar para usar arnica como erva medicinal, seja para machucados, ou até para aliviar a congestão nasal, mas afinal será que ela funciona mesmo? Vem comigo conhecer essa que é a arma secreta das nossas vovós. 

É uma planta muito cultivada no continente americano, possui flores amarelas e folhas verdes macias e peludas (justamente por isso o nome arnica, que significa pele de cordeiro.). Ela é rica em polifenóis e substâncias anti-inflamatórias, e também existem diversos estudos que comprovam seu auxilio na melhora da cicatrização. No Brasil existem mais de 60 especies catalogadas, encontrada principalmente entre os estados de Minas Gerais e Goiás. 

Uso em inchaços e dores musculares 

Por possuir um efeito antiflamatorio que combinado com um efeito analgésico, é popularmente utilizada como pomada para tratar lesos musculares ou inchaços, e contribui para melhora de contusões musculares.  

Inseticida natural 

Uma função não tão popular da arnica, mas muito importante é que ela pode ser utilizada como um inseticida natural, sendo uma opção sustentável para o agronegócio. Nela é possivel encontrar substâncias chamadas monoterpenóides, são efetivas no combate de insetos, como os besouros castanhos que atacam plantações de sojas. 

Arnica no cabelo 

No mercado da beleza existem varias maneiras de se utilizar arnica para auxiliar tratamentos, acredita-se que suas propriedades antioxidantes auxiliam na força dos fios, reduzindo queda, e também auxiliando a produção de foliculo piloso, os fortalecendo e fortalecendo também as fibras capilares.  

A minha sugestão de produto para quem quer conhecer um pouco mais desses beneficios além dos remédios caseiros é a linha Botica Arnica que é focada em combater a oleosidade dos fios, melhorando a força e o balanço, trazendo de volta o crescimento normal aos fios.  

E voce, já conhecia mais sobre a arnica? Se quiser ler sobre o que eu escrevo é só clicar aqui

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

O que é Tutano?

27.maio.2022

Que somos apaixonados por tutano você já sabe, mas você o conhece e sabe de onde vem? Se não vem conhecer um pouco sobre.

O que é o tutano?

O Tutano é um tecido gelatinoso que preenche o interior de vários ossos, que também pode ser chamado de medula óssea. Além disso, ele é o responsável pela produção dos seguintes elementos do sangue: leucócitos, plaquetas e hemácias. No caso do boi ele é encontrado na região das pernas, e preenche as cavidades ósseas, o tutano tem uma textura gelatinosa e gordurosa.  

Onde podemos encontrar ele no nosso dia a dia?

Na alimentação o consumo dele ainda é bem limitado, conhecemos mais o mocotó que é preparado utilizando as patas do boi, mas vale a pena experimentar mais opções por ser um alimento rico em colágeno, vitaminas e minerais.  

Nos cosméticos ele já virou um super aliado, pois por ser rico em colágeno na pele por exemplo, ele pode ajudar a suavizar rugas, e aumentar a elasticidade da pele. Além disso o colágeno também tem efeito antioxidante. Nos cabelos ele vai fechar as escamas do fio, deixando mais flexível e mais resistentes a quebras.  

Além do colágeno, ele é rico em proteínas, carboidratos e outras propriedades hidratantes que vão auxiliar principalmente no processo de nutrição dos fios, proporcionando maciez, sedosidade e brilho aos fios.  

Mas então só existe tutano de origem animal? 

Não! Também podemos encontrar tutano vegetal, que é extraído da seiva do bambu, e é rico em sais minerais, carboidratos e proteínas. O vegetal traz outros ativos hidratantes, restauradores, nutritivos para fibra capilar, dizem os cosmetologistas, que o tutano vegetal pode ser ainda mais eficiente do que o tutano animal para tratamento capilar. 

Ficou curiosa para experimentar e conhecer melhor os produtos, e seus benefícios? Clique aqui para conferir nossas matérias sobre.  

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

5 curiosidades sobre o Shitake

20.maio.2022

Popularmente conhecido como Shitake, conhecido cientificamente como Lentinula edodes, ele é um cogumelo comestível nativo no leste asiático. O shitake só chegou no Brasil durante a decada de 90’s mas não demorou para ficar conhecido pelas suas propriedades para a saúde e por ser rico em proteínas.  

O shitake é um fungo decompositor que é encontrado em arvores mortas, sua coloração é castanha e ele tem entre 5 a 10cm, a maior parte de sua produção no mundo vem do Japão, mas também em produzido em países como os EUA e a China. Sua composição de ativos pode depender da onde ele foi cultivado, mas é rico em proteínas, antioxidantes, vitaminas e fibras. Um aliado para quem mantem uma alimentação vegetariana ou com redução em consumo animal. Mas ele vai muito além disso. 

Amigo do coração 

O Shitake faz parte da lista de alimentos que são aliados para a saúde do nosso coração, ajudando a diminuir o colesterol, por ser rico em 3 enzimas chamadas Eritatenina, Sterol e Beta Glucano, que juntas bloqueiam, inibem e diminuem o colesterol, trio perfeito! Alguns estudos também conseguiram mostrar que uma dieta rica em shitake consegue previnir a formação de gordura no fígado e placas de gordura nas paredes das artérias, com relação as pessoas que não tinham recebido o shitake.  

Proteção de ossos 

A vitamina D é uma das mais difíceis de se encontrar em alimentos, por sempre vir em pouca quantidade, fazendo com que sua deficiência seja até comum. Importante para a saude dos ossos, e até para a saude emocional. Os cogumelos são a única fonte natural de vitamina D (D2) , e a sua quantidade vai depender de onde e como foram cultivados, quando durante esse processo eles forem expostos a luz UV ele produz uma quantidade maior desse composto, mas uma coisa é certa, ele é rico em vitamina D é uma ótima opção para não deixar faltar na sua rotina. 

Melhora de inchaços e inflamações na pele 

Os fungos presentes no shitake são ricos em ácido kójico, o segundo ácido mais popular encontrado nos cosméticos, que é responsável por deixar a pele brilhante e com aspecto saudável, além disso ele ajuda a diminuir inchados e inflamações na pele, ele é um dos maiores aliados dos cosméticos asiáticos sendo muito comum encontrar produtos de cuidados faciais com shitake na sua composição. 

Saúde do intestino  

Eu costumo dizer que o intestino é o cérebro do nosso corpo, porque qualquer problema nele acaba refletindo em outras partes, como na pele, na mente, cabelo, unhas, cabelo, humor, enfim. Uma dieta rica em fibras é super importante para quem costuma ter o intestino preso, e além de ser rico em fibras os cogumelos tem alguns fungos na sua composição que são importantes para a manutenção da nossa flora intestinal. 

Rico em acido fólico 

O principal cogumelo para se encontrar acido fólico é o shitake, além disso ele também é rico em fósforo, quando nosso organismo tem algum desses dois em falta pode acabar causando doenças cardiovasculares, câncer, e até doenças neurodegenarativas como o Alzheimer e Parkinson, além de resultar em má formação do feto e más formações congênitas em bebes. Para as gestantes, o acido fólico contribui para a boa formação do bebe, e alguns estudos dizem que ingerir ácido fólico na gravidez reduz as chances de o bebê nascer com algum grau do espectro de autismo (distúrbios de neurodesenvolvimentos). 

Esse cogumelo é tudo mesmo né? Existem mais um monte de motivos para você conhecer o shitake, e um dos meus motivos favoritos é para conhecer a linha de shitake de reconstrução nutritiva da Bio Extratus, todo seu poder de aminoácidos essenciais, e proteína para ajudar a recuperar a saúde também dos fios, aquela reconstrução poderosa que desmaia seus fios. 

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre esse cogumelo tão especial, e se quiser ler mais sobre os assuntos que escrevo é só clicar aqui.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

Conhecendo a Alcachofra

2.maio.2022

Você já deve estar ligada no nosso lançamento para os Cabelos grisalhos, que conta com alcachofra na sua composição, por ter funções antioxidantes, ela auxilia no combate a aquela cor amarelada dos fios, devolvendo o aspecto grisalho, mas afinal de contas, o que é alcachofra?  

Nativa de regiões mediterrâneas a alcachofra foi introduzia no Brasil pelos imigrantes italianos em meados do secúlo 20, popularmente conhecida como uma planta medicinal, que na verdade é uma flor, seus botões formam lindo um coração, além de ser muito utilizada como uma flor medicinal, também pode ser encontrada na culinária, e claro, nos cosméticos que amamos. 

 

Rica em vitaminas como A, C, B2, Cálcio, Fósforo, Potássio e Magnésio, além de contar com uma grande quantidade de fibras e agua em sua composição. Alguns benefícios que já são confirmados por estudos científicos que ela pode nos proporcionar são, melhora na função hepática, melhora na digestão por conter uma substancia chamada cinarina, melhora do colesterol (também pela cinarina, e pela inulina presentes na sua composição), é uma fonte rica em antioxidantes, que tem essa função de combater os radicais livres, e o envelhecimento precoce. Também é uma opção incrível de alimento para os diabéticos, pela sua alta composição de fibras. 

 

Na culinária a melhor maneira de aproveitar todos os nutrientes, é a consumindo cozida, porém é mais comum se consumir somente o extrato, também é comum se consumir o chá. Elas podem ser consumidas recheadas, grelhadas, cozida a vapor, acompanhando peixes, risottos ou massas. E apesar de ser incomum no Brasil ela também pode ser consumida como sobremesa.  

Na hora de escolher uma para comprar no supermercado de preferencia para as com as folhas já aberta e que não possuem a coloração amarronzada, evite as com talos murchos, com machucados, pouca e coloração. Já o extrato de alcachofra pode ser encontrado em casas de produtos naturais. 

Ah, caso você seja gestante ou tenha alguma restrição alimentar, é sempre valido conversar com seu nutricionista antes de consumir. 

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

O que muda na nossa alimentação no verão?

26.jan.2022

No verão, além do sol temos dias mais longos e mais claros, também costumamos praticar mais atividades fora de casa, seja com amigos, ou só entre a família mesmo, algumas pessoas inclusive aproveitam essa época do ano para fazer aquelas terríveis dietas milagrosas, que inclusive são muito prejudiciais a nossa saúde, por serem baseadas em grandes restrições de nutrientes, e em um curto período de tempo.

 

 

O verão precisa ser baseado em emagrecimento, principalmente quando nos pensamos em como ser saudável durante o verão, mas, claro que se você puder aproveitar os dias mais longos e mais claros para praticar atividades físicas vai ser incrível, mas isso não precisa, nem pode estar relacionado apenas a perca de peso, e sim em se manter saudável, e com mais energia para aproveitar os dias. Sua alimentação deve ser pensada em saúde nunca em calorias e medidas ok? 

Tá, mas agora o que eu preciso mudar mesmo na minha rotina durante o verão? 

1- Escolha alimentos da estação 

Hoje em dia a maioria dos alimentos estão disponíveis durante o ano todo, mas a realidade é que escolher montar uma rotina de alimentação baseada na estação é muito benéfica para nossa saúde, porque no decorrer das estações, os alimentos vão oferecer o que vamos precisar naquele momento. As frutas e legumes do verão por exemplo, geralmente possuem mais agua na sua composição, o que nos ajuda no processo de hidratação, e um valor energético menor porque nesse momento o que nosso corpo mais precisa é agua. Alguns exemplos dessas frutas e legumes são a melancia, o melão e o pepino. 

Outra dica são as frutas cítricas, que vão ajudar a refrescar o corpo e a produção de colágeno, deixando a pele com um aspecto melhor, porém sempre tome cuidado com manusear essas frutas e ter contato com o sol, pois elas podem causar queimaduras na pele. 

 

2- Cuidado com a manipulação dos alimentos 

Nessa época do ano os incidentes relacionados a intoxicação alimentar aumentam muito, devido as altas temperaturas, e ao mal cuidado durante a manipulação dos alimentos, sempre verifique a procedência dos alimentos, e na hora de guardar se atente aos prazos de validade e temperatura de conservação, evitem deixar alimentos expostos por muito tempo na mesa ou fora da geladeira.  

3- Hidrate-se  

Essa dica não é segredo, é super importante se hidratar em todas as estações do ano, ainda mais no verão devido a maior exposição ao sol. Carregue sempre consigo uma garrafa de agua, e nunca substitua agua por sucos ou outras bebidas, porque a ingestão da agua sempre vai ser importante ao nosso organismo.  

Sabe aquela moleza que da quando o calor esta intenso, ou logo após uma caminhada? Pode ser sinal de desidratação, então esteja atento a quantidade de agua ingerida, aos que gostam de ingerir bebidas alcoolicas ainda mais cuidado porque o alcool aumenta a eliminação de líquidos pelo nosso organismo.  

4- Aproveite a vitamina D 

A vitamina D é extremamente importante para nossa saúde, mais importante ainda para a saúde da mulher porque com o cálcio ela vai ajudar na prevenção da osteoporose, e ainda mais ainda após lidarmos com a covid-19 (deficiência de vitamina D foi relacionado a casos mais graves da doença), então é importante que você aproveite para tomar sol durante essa época no horário da manha ou no final da tarde (evite o sol dos horários de pico 10h a 16h).  

Agora é anotar, e aproveitar o verão da melhor forma possível, e caso vocês queiram ler outras dicas minhas relacionadas a saúde e a alimentação é só clicar aqui

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

Carregar Mais