Naturalmente Bonita

Mulheres com Cabelos Grisalhos – Ainda é um Tabu?

9.mar.2020

Há não muito tempo, cabelos grisalhos eram quase um tabu. Eram o envelhecimento da mulher chegando no seu auge, e consequentemente, a ideia que a mulher estava perdendo seu valor e até mesmo a sua beleza.

Hoje esse quadro mudou. E fico feliz de ver cada vez mais mulheres trazendo esse assunto para a roda, desconstruindo esse medo do envelhecimento e assumindo os cabelos grisalhos com orgulho, estilo e muita versatilidade. 

Eu ainda não tenho cabelos brancos, então não consigo dar dicas em primeira pessoa para vocês. Mas a Rosana Maia, que acompanha o projeto, o Papo Sobre Autoestima, e está sempre perto de nós, acabou de passar por uma transição dessas. Então, quis entrevistá-la com algumas das perguntas mais comuns que já ouvimos sobre esse assunto. Se você tem alguma dúvida, então vem cá!

Por quê você decidiu fazer a transição para os cabelos grisalhos?

O principal motivo é que eu não aguentava mais o ritual de pintar a raiz toda a semana. Eu achava um absurdo gastar tanto para pintar a raiz. Quando eu fiz 50 anos, eu comecei a tirar o peso de tanta coisa que não tinha tanta importância na minha vida, e essa é uma delas.

Eu sou uma pessoa considerada vaidosa, gosto de me cuidar e estar sempre arrumada, mas o cabelo pintado já não me cabia mais. A minha decisão de parar de pintar aconteceu quando eu me olhei no espelho depois de 3 semanas sem retocar a raiz. Olhei no espelho, para aquela raiz branca e pensei: “quer saber? Chega!”

grisalhos

 

Quanto tempo demorou para você sair dos cabelos pintados para chegar ao resultado de hoje?

Eu parei de pintar em Maio de 2019. Ou seja, já tem 10 meses que eu assumi os cabelos grisalhos. 

grisalhos

 

Como é o processo de sair dos cabelos pintados para o cabelo grisalho?  

Primeiro eu procurei informação em grupos sobre o assunto, que debatiam técnicas e métodos. Uma dessas técnicas é cortar bem curto, tirando todo o resquício de tinta e deixando o cabelo crescer com a cor natural. Eu preferi descolorir a parte pintada do meu cabelo e deixá-lo do tamanho que estava.

 Como eu pintava meu cabelo de castanho, o contraste entre a raiz branca e o cabelo pintado era grande. E apesar de eu estar muito certa e confortável que o cabelo com duas cores bem diferentes fazia parte do processo, muitas pessoas reparavam e outras tantas se sentiam até mesmo desconfortáveis. Achei que seria mais fácil passar por essa fase com um visual menos contrastante, e já tinha ouvido falar dessa técnica de descolorir a tinta e gostado dos resultados.

Quando estava com uns 4 ou 5 dedos de raiz, eu fui em um salão para fazer isso. E recentemente eu cortei bem mais curto e uniformizei as cores. 

grisalhos

 

Qual das etapas desse processo você achou mais desafiadora?

O começo. Quando decidi que queria assumir os cabelos grisalhos, eu fiquei muito ansiosa para já ficar com a cor que eu desejava. Comecei a seguir pessoas, juntar fotos de referência, etc. Mas acredito que ver o cabelo sendo motivo de debate por conhecidos e desconhecidos pode ser um desafio para muitas mulheres. 

 

Como é feita a manutenção dessa “cor”? Dá muito trabalho? Dá mais trabalho que um cabelo pintado? 

Eu optei pelo método mais trabalhoso, isso é, descolorir, pintar e ir tratando. Cabelo descolorido exige muito cuidado, então longo desses 10 meses tive que reforçar os cuidados e a hidratação.

Agora estou aprendendo a conviver com um novo cabelo, pois o meu cabelo grisalho é completamente diferente do cabelo que eu tive a minha vida toda. Hoje eu convivo com diferentes texturas, que é a do meu cabelo “antigo”(que ainda têm alguns) e as diferentes texturas do “novo”.

Estou descobrindo produtos que funcionam para as características desse novo cabelo e também optei por fazer uma química bem suave apenas para nivelar um pouco as texturas e facilitar mais a minha vida na hora de cuidar.

Eu lavo a cabeça duas vezes na semana, em uma dessas vezes eu costumo matizar o cabelo com uma máscara matizante cinza. As vezes eu gosto de botar os óleos da Bio Extratus na máscara matizante, para dar uma hidratada enquanto desamarelo o cabelo. Também procuro usar sempre shampoos, condicionadores e máscaras brancas, também para evitar o amarelado. E é assim que eu faço a manutenção dessa “cor”.

grisalhos

Uma linha que pode funcionar muito bem para cabelos grisalhos é a Matizante. Em especial, a máscara matizante cinza. Outro produto Bio Extratus que pode ser maravilhoso para os seus cabelos grisalhos é o shampoo cabelos grisalhos.

 

Tem alguma dica que deu muito certo contigo que você queira compartilhar?

Mergulhei no Youtube, pois tem muito tutorial para cabelos grisalhos por lá! O Pinterest tem muitas referências capilares de grey hair. Tem muita opção, para os mais diferentes tipos de cabelo!

 

Algum recado para quem está com receio dessa mudança?

Para quem tem medo de deixar os cabelos grisalhos e parecer mais velha ou envelhecida, não acredite nisso, é uma lenda! O cabelo não traz nada que você já não seja, o grisalho (ou branco) é só mais uma cor. E o maior pulo do gato que eu percebi é que o corte faz toda a diferença, é o que vai deixar tudo mais moderno e jovial. A natureza é sábia, cada cabelo grisalho é único. Alguns são mais platinados, outros têm subtons de cinza, alguns têm reflexos dourados, e todos são lindos! 

 

E aí, tem mais alguma dúvida que você queira perguntar para a Rosana? Topa encarar a transição também? Conta pra gente nos comentários!

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, sempre...

Bio Extratus é bom?

3.fev.2020

“Bio Extratus é bom” é provavelmente uma das perguntas que mais ouvimos desde que viramos embaixadoras digitais da marca. Ao procurar sobre a marca no Google, essa é uma pergunta que também surge de diferentes formas.

bio extratus é bom

Bem, eu só trabalho com quem eu acredito e gosto, então responder que Bio Extratus é bom pode parecer meio imparcial. Ao mesmo tempo, todos os eventos que fizemos e Bio Extratus patrocinou – como os piqueniques ou os fins de semana – muitas das nossas leitoras passaram a conhecer melhor os produtos e, desde então, os feedbacks são incríveis.

Mas vamos deixar de blá blá blá e responder….Afinal, Bio Extratus é bom?

bio extratus é bom

Lembrando que essa é uma amostragem muito pequena que pegamos de comentários que foram feitos no nosso grupo do Facebook, onde quem experimentou deu opiniões mais completas. Se a gente for mostrar a quantidade de elogio que a gente recebe por direct do instagram, esse post não acaba hoje. 

Mas além da opinião pessoal, eu queria dar mais uns motivos para você, que está querendo saber se Bio Extratus é bom mesmo. 

Porque não adianta ter uma marca que faz maravilhas pelo seu cabelo se, no fim, ela não faz bem para o ambiente. Ou se a verdade da marca é mais oportunista do que oportuna. Então, segue aqui mais uns motivos que eu acho muito relevantes para quem está buscando essa resposta:

1 – Bio Extratus não realiza teste em animais

Independente se você é militante pelas causas animais ou não, a verdade é que animais não precisam sofrer para que a gente usufrua de produtos de beleza. Seus produtos não são testados em animais na sua fábrica.

2 – A fábrica da Bio Extratus é ecologicamente sustentável

Já rolou post sobre isso por aqui, onde foi explicado como a marca investiu no maior sistema privado de energia fotovoltaica (isso é, a eletricidade é criada com a energia da luz solar, uma energia completamente limpa e sustentável) do país ou como eles criaram um sistema de última geração para reaproveitar a água. Existe um lago lindo no meio da fábrica, onde é possível ver muitos peixes nadando, que é todo feito de água de reuso. É impressionante e lindo ver o comprometimento com a verdade da marca. 

3 – Falando em verdade da marca

Não é só no quesito sustentabilidade que a verdade da marca se faz presente. Em tempos onde marcas se apropriam de causas para vender mais, nós, como embaixadoras digitais, vemos a preocupação real da Bio Extratus com inclusão, representatividade e respeito às individualidades de cada embaixadora. Se você se preocupa com isso, ta aí mais um motivo que merecemos dar um pontinho para a marca. 

 

Espero que esses argumentos tenham ajudado quem quer que tenha vindo parar aqui depois de ter procurado saber mais sobre a marca. E quem já conhece, gosta e confia, que tal ajudar a engrossar o coro? 😉

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, sempre...

2020: O Ano da Autoestima

8.jan.2020

“Beleza é fruto que brota
da harmonia,
da energia,
da vibração. 

Beleza é fruto do amor próprio. 
Ame sua natureza”

Essas são as frases que estampam a primeira página da agenda 2020 que ganhamos de Bio Extratus. Uma revisitação à campanha Ame Sua Natureza de 2018, a que mais amei desde que comecei a trabalhar com a marca há quase 6 anos. E sabem por quê eu amo tanto? 

Porque construir uma autoestima sólida nos permite amar quem realmente somos, amar nossa natureza.

Desde 2016, quando eu e Joana criamos o Papo Sobre Autoestima, nós ouvimos milhares de mulheres no Brasil e no mundo falando sobre questões relacionadas à essa palavrinha que parece estar em todo lugar nos dias de hoje: autoestima.

Eu creio de verdade que 2020 tem tudo para ser o ano em que a gente se olhe com mais carinho e generosidade e aprendamos a ver o que tem de mais especial dentro de nós. 

Então, queria aproveitar que estamos revisitando a campanha Ame Sua Natureza para dividir algumas coisas que fomos aprendendo ao longo do caminho, para que a gente faça de 2020 o verdadeiro ano da autoestima!

autoestimailustração: @poeticamenteflor

1 – Autoestima não é só o que vemos no espelho

Eu sempre achei que autoestima tinha a ver com a minha relação com meu corpo. E de fato, para muita gente, as principais questões com a própria autoestima vêm daí. Vivemos em uma sociedade onde o corpo das mulheres é sempre comentado, onde a magreza é sinônimo de beleza e sucesso. O problema é que, para chegar nesse corpo ideal, muita gente faz loucuras crente que estará fazendo um bem para a autoestima. Mas de nada adianta milhões de mudanças externas, dietas malucas, remédios, simpatias, etc. se a sua insegurança ou o seu auto valor estiverem balançados. Desse jeito, nenhuma autoestima concreta se constrói.

2 – Comparação é nossa pior inimiga

Sabe aquela influenciadora que você segue no Instagram que está sempre postando corpos perfeitos, lugares maravilhosos, uma família de comercial de margarina e uma vida que você nunca vai ter? Ou sabe aquela sua amiga que é super segura de si, sociável e cheia de amigos que as vezes te deixa intimidada por não ser do mesmo jeito? A verdade é que comparação é a pior inimiga da nossa autoestima justamente porque focamos no que não temos e esquecemos de dar valor para aquilo que só a gente tem.

Lembram do Ame Sua Natureza? Pois é. Ao focarmos naquilo que somos ao invés do que aquilo que as pessoas ao nosso redor são, a gente passa a ver qualidades nossas que são muito únicas e especiais, que não são nem melhores nem piores do que outras. 

3 – Repense o que te influencia

Ainda nessa linha, pare e pense no que você consome. Pergunte-se se te faz verdadeiramente bem. Você segue alguém que está fazendo com que você se compare? Pare de seguir. Nem que seja por um tempo. Você convive com alguém que faz comentários que te fazem mal? Afaste-se se puder. Se não puder, imponha limites claros. Mas não deixe mais que outras pessoas afetem a sua autoestima desse jeito. Combinado?

4 – Fale com você como você falaria com alguém que você ama

Já reparou que a gente dá os melhores conselhos para quem a gente gosta, e quando nos vemos na mesma situação, a gente se cobra de forma cruel? Já aconteceu de você elogiar uma amiga que estava se sentindo insegura com alguma coisa, mas quando se tratou de você, os primeiros pensamentos que apareceram na sua cabeça foram se diminuindo? Isso acontece porque, quando a nossa autoestima está frágil, a gente tende a achar que não somos merecedoras, que não somos suficientes, que não somos adequadas. Mudar esse quadro tem a ver com mudar esse comportamento dentro da gente antes de tudo. 

Toda vez que você perceber que está sendo muito dura consigo, pense: eu falaria desse jeito com alguém que eu amo? Eu daria esse conselho para uma amiga? 

5 – Autoconhecimento é a chave!

Vocês repararam que todas essas coisas que eu falei, e até mesmo a campanha Ame Sua Natureza, chegam em um ponto em comum chamado autoconhecimento? Saber quem nós somos é a chave perfeita para construirmos nossa base de autoconfiança que, por sua vez, vai criando uma autoestima mais sólida. Entender nossos pontos fortes, e fracos também, entender nossos limites, desejos, sonhos, objetivos. Tudo isso faz com que a gente vá criando formas de não permitir que outras pessoas tirem isso da gente.

E é claro que terão dias que estaremos mais fragilizadas, mas tá tudo bem se a gente souber respeitar isso. 

Então, aproveitando que o ano está apenas começando, eu só consigo esperar que em 2020 a gente consiga criar ferramentas mais fortes para amarmos ainda mais a nossa natureza. <3

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, sempre...

Quais as Vitaminas Que o Cabelo Precisa?

6.dez.2019

Se você entrou aqui nesse blog, provavelmente está procurando informações e dicas para deixar seus cabelos ainda mais bonitos. E aqui você vai encontrar de tudo, desde como secar seus cabelos da forma correta até indicações de como se beneficiar de um determinado produto. Mas hoje eu vim falar de outra coisa. Também é dica, mas é mais. Pois além das milhares de possibilidades de tratamentos, uma das formas mais eficazes de tratar dos cabelos é de dentro para fora. E o jeito de fazer isso é com vitaminas, nutrientes que são essenciais para nós, mas que não produzimos. 

Você sabe quais vitaminas são boas para seus cabelos?

Vitamina A – É uma vitamina que ajuda as glândulas da pele a produzir mais sebo. Mas não pense que isso é ruim! É o sebo que hidrata o couro cabeludo, e isso ajuda o fio a crescer de forma saudável. 

Biotina – É uma vitamina super importante para a renovação celular. Ela age diretamente na queratina, o que resulta em unhas mais firmes e cabelos mais flexíveis. 

Vitamina E – um antioxidante que age na reparação e reconstrução dos tecidos e, por sua vez, estimula o crescimento dos fios. 

Zinco – não é uma vitamina, e sim um mineral. Também é antioxidante e um dos seus principais benefícios é prevenir o envelhecimento precoce da pele.

E como conseguir essas vitaminas?

Uma alimentação equilibrada é uma das principais formas de garantir a quantidade necessária de vitaminas e mineirais. Mas mesmo em uma alimentação saudável, pode ser que alguns nutrientes estejam sendo consumidos em menos quantidade. E é aí que entram os suplementos alimentares.

vitaminas

Pensando nisso, a Bio Extratus lançou o Bio Extratus Força, um suplemento alimentar rico em biotina, zinco, aminoácidos e mais 20 vitaminas e minerais, que melhoram o aporte dos nutrientes principais no organismo. Uma caixa vem com 60 comprimidos de uso diário (ou seja uma caixa dura 2 meses) que foram pensados para suprir todas as necessidades vitamínicas que nosso corpo precisa para o fortalecimento dos cabelos (e, por consequência, unhas e pele também). 

Clique aqui se quiser saber mais sobre o Suplemento Força!

E tem vitamina de fora pra dentro do fio?

vitamina

 

Além do tratamento com suplemento alimentar, a Bio Extratus também tem o frasco de Vitaminas A+E. É uma fórmula concentrada com alto poder nutritivo e que protege os fios, intensificando o brilho. É só misturar bem uma colher de chá de Vitamina A+E junto da sua máscara preferida e seguir esse passo-a-passo:

 

1 – Aplique no cabelo recém lavado e úmido;

2 – Separe o cabelo em mechas e aplique o tratamento, fazendo vigorosas massagens no sentido da raiz até as pontas;

3 – Use touca de autoaquecimento, vaporizador ou envolva os cabelos em uma toalha umedecida em água quente;

4 – Deixe agir por, no mínimo, 15 minutos;

5 – Enxágue abundantemente com água morna;

6 – Penteie como de costume.

 

Não importa como você prefere consumir essas vitaminas, é inegável que elas trazem muito benefícios para o nosso corpo como um todo, principalmente nossos cabelos. Aproveitem!

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, sempre...

Como o Cronograma Capilar Salvou o meu Loiro

11.nov.2019

Eu já me beneficiei do cronograma capilar em algumas situações. Quando pintei meu cabelo de ruivo. Quando fiz luzes. Mas essa última vez foi a que mais deu resultados. Então vou contar! Se quiser saber mais sobre cronograma capilar, o nosso blog tá recheado de informações confira aqui!

Muito recentemente eu fui para o time das loiras. Depois de 2 anos sendo ruiva, fiquei com vontade de mudar novamente. Aproveitei um dia que a raiz já estava bem grande e pedi para ficar loira de vez. Foram muitas horas no salão descolorindo os fios. Saí de lá me achando. Até, 2 dias depois, lavar o cabelo e aprender a lidar com algo que eu até então desconhecia nessa intensidade: o ressecamento.

Por mais cuidado que a gente tenha tido na hora de descolorir, o processo é naturalmente agressivo para os cabelos. Imagina só, você basicamente está abrindo as cutículas dos seus fios e tirando a pigmentação delas. Ressecamento, opacidade e perda de estrutura dos fios são efeitos colaterais esperados de quem descolore o cabelo.

Mas se você já programou fazer uma mudança de cor nos seus cabelos, pode conferir aqui o cronograma pré-coloração que a Luciellen fez quando decidiu ficar ruiva.

Mas tem jeito! E o nome desse jeito é Cronograma Capilar!

Quando eu digo que o cronograma capilar salvou meu loiro, eu não estou de brincadeira. É só mostrar o antes e o depois, no final da 4ª semana. Só para vocês terem uma ideia, minha foto do antes foi tirada no primeiro dia que lavei o cabelo depois de descolorir. Na foto, meu cabelo estava cheio de Óleo Nutritivo, que quase acabou de tanto que usei e o cabelo absorvia. A foto do depois foi tirada na 4º semana de cronograma capilar.

cronograma capilar

Não é milagre, gente! É Bio Extratus! haha Mais precisamente, o kit Cronograma Capilar combinado com as máscaras  Pós-Coloração, Pós-Química e Umectante. E, é claro, muita dedicação para seguir os dias de cronograma e entender como meu cabelo estava reagindo à cada etapa.

Vou dividir com vocês como foram as minhas semanas que, vale avisar, foi um pouco diferente dos cronogramas capilares que você encontra por aí. O cronograma capilar é um processo que pode ser feito por todos os tipos de cabelo, mas cada cabelo tem suas necessidades e eu fui seguindo as minhas. Se você preferir se basear na tabela mais comum, a para cabelos muito danificados é essa:

cronograma capilar

Cronograma Capilar para Cabelo Descolorido

Mas deixa eu contar a minha:

Semana 1: nutrição + hidratação + reconstrução

Comecei com a nutrição justamente para fazer a recuperação dos lipídios e deixar os cabelos mais macios e flexíveis. Dois dias depois fui para a etapa de hidratação, e dois dias depois, terminei a semana com reconstrução.

Aliás, vale lembrar que a reconstrução é uma das etapas mais importantes para as recém loiras. É ela que vai ajudar na reposição de proteínas que fortalecerão os cabelos. A queratina é um dos componentes mais importantes dessa equação para recuperar a massa capilar e deixar os fios mais fortes.

Terminei a semana sentindo uma leve diferença no toque e no brilho, mas a aparência ainda estava ressecada e a estrutura do cabelo, diferente.

Semana 2: hidratação + nutrição + hidratação

Como senti que meu cabelo se deu muito bem com a etapa de hidratação na semana anterior, quis dobrá-la nessa semana. Os fios recuperaram bastante o brilho, a flexibilidade e a maciez.

Porém, pela minha experiência, acho que vale seguir o cronograma capilar original, com duas etapas de nutrição para uma de hidratação.

cronograma capilar

Kit Cronograma Capilar da Bio Extratus já vem com 3 frascos conta gotas com componentes para cada etapa do cronograma. É só pingar de 8 a 12 gotas na máscara de sua preferência e deixar agir.

A minha 3ª semana ficou toda desregulada porque meu cabelo começou a ficar bem oleoso na raiz.

Semana 3: reconstrução + nutrição

Como disse, passei os primeiros dias da 3ª semana de cronograma capilar sem entender o que tava acontecendo. Parecia que eu tinha perdido a mão. Então, preferi não fazer o cronograma nos 3 primeiros dias, mas nos 4 últimos eu alternei uma etapa de restauração (que para cabelos descoloridos, o ideal é ser feita de 15 em 15 dias mesmo) e uma de nutrição.

As coisas voltaram aos trilhos e eu terminei a 3ª semana com o cabelo já voltando à sua forma, com muito brilho e maciez.

Semana 4: nutrição + hidratação

Geralmente o cronograma capilar sugere 3 etapas em cada semana, mas como meu cabelo já estava super recuperado e de volta ao que eu conhecia, eu decidi não repetir uma delas. Fiz uma de nutrição e uma de hidratação e lavei meu cabelo normalmente nesse meio tempo.

Essa foi a forma que mais funcionou para mim. E você? Como faz o cronograma capilar? Já usou o Kit Cronograma Capilar?

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, sempre...

Carregar Mais