Naturalmente Bonita

O que significa Amar Sua Natureza?

1.ago.2018

Sabe quando você vê uma ideia que acredita crescendo e virando um movimento forte? É essa sensação de estar no caminho certo que temos quando observamos um número cada vez maior de pessoas buscando o autoconhecimento e valorizando a liberdade de ser quem são.

E assim, inspirados nesses movimentos e nas pessoas que caminham com eles, criamos nossa campanha:

AME SUA NATUREZA.

Para estrelar essa campanha, reunimos nossas nove embaixadoras digitais, que são mulheres inteligentes e inspiradoras, cada uma com o seu jeitinho especial de ser.

Amar sua natureza é aceitar quem você é, aprendendo a amar o que há de mais puro na sua essência. Aprendendo a admirar suas qualidades e até mesmo acolhendo aquilo que te faz diferente. Reconhecendo assim, o que há de único em você.

Amar a sua natureza tem a ver com achar novos filtros para o nosso olhar, conseguir enxergar além dos padrões que nos são impostos e buscar aquilo que é verdadeiro em nós.

A natureza é diversa e tem infinitas formas de beleza. Não importa a textura do seu cabelo, a cor dos seus olhos, de sua pele ou quanto você pesa, buscar o que há de mais positivo em você vai muito além da aparência, está relacionado ao seu propósito na vida.

E amar sua natureza não significa não poder se transformar. Está tudo bem se você quiser mudar o que te incomoda. O importante é você se sentir pleno e saber que pode escolher o que quiser, sem tentar agradar ninguém além de si mesmo.

Amar sua natureza é mostrar o que você tem de melhor, é te fortalecer para que você possa se enxergar mais autoconfiante e seguro de si a ponto de críticas externas não te abalarem mais.

Então, não abra mão desse poder de definição, nem o entregue a outros. Mas fique perto de quem estiver disposto a te apoiar, te ver crescer e te acolher. Use esse poder a seu favor para se transformar na pessoa que você realmente quer ser!

Autoaceitação e amor próprio são ferramentas de revolução. Quando você se aceita, até os problemas mudam de dimensão. Em uma nova perspectiva, o que antes parecia ser um desafio impossível se transforma em uma tarefa mais fácil de executar. Você ganha energia e força para avançar na direção do que realmente quer para si mesma, com menos dúvidas e mais certezas.

AME SUA NATUREZA é mais do que um manifesto de amor próprio, é um desejo profundo de se conhecer e se acolher plenamente, valorizando tudo que há de melhor em você. E não há nada mais belo do que uma mulher verdadeiramente segura de si.

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!

#PicnicDoPapo em NY e um papo sobre reinventar-se

30.jul.2018

Quem costuma ler o que eu ou a Jô escrevemos aqui no Naturalmente Bonita provavelmente já cruzou com algum post onde falamos do #picnicdopapo que fazemos por aí. Foi uma ideia que tivemos para trazer o ambiente de troca, conversa e apoio mútuo que temos online no #paposobreautoestima para o offline e a coisa foi tomando proporções que nunca imaginamos. Ficou tão grande que no começo desse mês fizemos nossa segunda edição lá em NY.

Engraçado pensar que todas as ferramentas de métricas que temos acesso mostram que nossos números fora do Brasil não são grandes. No instagram, por exemplo, de 130 mil seguidoras, temos pouco mais de 1000 mulheres que moram nos Estados Unidos. Por isso mesmo, fiquei espantada de ver que consegui reunir quase 30 mulheres no último piquenique.

E querem saber um dos principais assuntos que a gente aborda ao reunir tantas brasileiras morando no exterior? Reinvenção. A parte de amizades e família, por exemplo, apesar de ser difícil lidar com a saudade, é mais fácil de resolver. Não precisamos nos reinventar e os amigos que chegam nessa nova vida só vêm para somar. De resto, a gente pode fazer ligação pela internet, chamada de vídeo, vemos fotos postadas no instagram toda hora, nos stories conseguimos acompanhar a rotina de muitos. E, apesar de bater a saudade e dar aquela vontade de pegar o primeiro avião, é mais fácil a gente achar que está perto, mesmo estando longe.

Só que, quando o assunto é reinventar-se profissionalmente, o bicho pega e a coisa muda de figura. A grande maioria – e eu estou nessa contagem – foi morar fora porque o marido recebeu alguma proposta de trabalho. E quase todas largaram tudo que tinham no Brasil para acompanhá-los.

Muitas não têm o visto que as permite trabalhar. Outras não têm como transferir suas licenças. Mas o que acontece é que, por algum tempo, a maioria passa a ser uma extensão do marido. “Oi, tudo bem, eu sou fulana, mulher do sicrano.” E por mais que a gente saiba que somos muito mais que mulheres de alguém, recomeçar do zero é difícil. E recomeçar do zero em um lugar com outra língua e outra cultura é mais difícil ainda.

Mas é nessas horas que a gente se redescobre. Como somos poderosas e resilientes. Vi mulher que resolveu apostar suas fichas em habilidades que estavam adormecidas e descobriu que podia ganhar dinheiro com aquilo que ela é boa e lhe dá prazer. Vi mulher que largou todos os clientes que ela tinha como freelancer no Brasil para se dedicar ao blog, que até então era um hobby, e hoje tem um dos sites mais bacanas com conteúdo para NY. Vi mulher que criou seus próprios negócios do zero e hoje tem escolas e lojas bacanas pela cidade. E também vi mulheres que se divorciaram mas, ao invés de voltar para o Brasil, resolveram continuar tentando a vida lá e se reinventaram completamente. Teve até quem se mudou para lá para trabalhar e, no meio do caminho, se casou, teve filho, se descobriu como mãe e mudou a forma de trabalho para conseguir ter mais tempo livre e flexível para a família.

No final daquela tarde, percebi que todas ali tinham uma história de reinvenção para contar, cada uma com suas particularidades e vitórias, o que me deixou realmente tocada. É engraçado pensar como tantas histórias diferentes podem ter tantos pontos em comum. E é tão bom ver que como conversar com outras pessoas que estão no mesmo barco que você pode nos ajudar a enxergar nosso valor.

 

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, ...

Ela já se acostumou com mudanças

27.jul.2018

Muitas pessoas devem pensar que eu não tenho mais medo de mudanças nos fios. Visto que permaneço no máximo dois meses com determinada cor e logo depois parto para a próxima aventura. Mas desta vez foi diferente.

Como podem ver, estou com os fios trançados. Sim! Opção vista como simples para alguns, mas que eu balancei no início. Como tenho cabelo crespo, estou acostumada com o volume, com ele emoldurando o meu rosto. Já sei o que esperar quando olho no espelho. Agora, trança muda completamente o visual! O rosto fica mais aparente e você não lida mais com volume.

Engraçado que, quando eu alisava os fios, prezava sempre por menos volume. Quanto menos, melhor. Depois da minha transição, de entender como meu cabelo funciona e reage, conhecer diversos produtos, eu passei a amar! Tanto, que a ideia de não ter mais volume me soava completamente esquisita. COMO ASSIM MEU VOLUME VAI EMBORA? Nesse momento, QUASE foi embora a minha coragem para essa mudança. As cores? Fichinha perto de tranças que demorariam sete horas! E se eu não gostar do resultado final? E se eu me achar horríveeeeel?

Okay, respirei fundo e fui. Primeiro, tirar o violeta e depois pintar de cinza, tudo com Bio Extratus Color. Depois de dois dias, lavar, secar e trançar sem nenhum produto nos fios. Durante todo o processo eu não olhei no espelho. Queria deixar a surpresa para o final, sou assim quando pinto os fios. Tranças feitas… cadê o espelho?

COMO CABELO MEXE COM A AUTOESTIMA DA MULHER! Me olhei e achei estranho, me senti com cara de criança e na dúvida se estava bom ou ruim. Logo eu? Logo eu que não tenho medo de fazer nada nos fios? Pelo menos até aquele dia…

Colocando a mão, olhando mais atentamente, prestando atenção nos detalhes, testando penteados. Foi assim que eu vi na imagem refletida uma nova Maraisa. Sim, sei que é “só cabelo”, entretanto, mexeu demais comigo.

Primeiro porque eu só mudava a cor, já estava na minha zona de conforto; segundo porque fiz algo que nunca tentei antes; e terceiro porque me senti LINDA DEMAIS depois que cheguei em casa! Que maravilha é mudar o visual e perceber características que antes você nem sabia que estavam ali. Mudar e descobrir outras facetas da mesma mulher. Mudar e saber que você pode ser o que quiser e quando quiser.

Ou seja: toda mudança a princípio nos assusta. Mas ela pode ser o que precisávamos para encarar a vida de outra forma.

.

Ah! Aqui foi o cabelo, mas na vida existem mudanças necessárias diariamente. Resta saber como escolhemos encará-las.

.

Beijos
Mah

Maraisa Fidelis

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas aj...

Luzes com Bio Extratus Color

25.jul.2018

Alguns dias atrás, retoquei as minhas luzes. Resolvi fotografar os produtos usados e mostrar o passo a passo que a Neiva Pena faz para chegar no tom do meu loiro. Já vamos começar o post com fotinho de antes e depois pra deixar vocês com vontade de ver tudo que usamos pra chegar nesse resultado.

Antes, com 2 metros de raiz por fazer! rs

E o depois! Loiro renovado, saudável e com brilho. Parece até outra pessoa, né?

Então vamos aos produtos usados!  😉

Para descolorir a raiz, a Neiva usou o pó descolorante azul da Bio Extratus, com OX de 30 volumes da marca, para dar aquela iluminada e clarear de 2 a 3 tons. A proporção da mistura foi de 1 para 2 de OX.

O que mais me agrada no pó descolorante da Bio Extratus é a sua fragrância. Ele não tem aquele cheiro forte comum dos descolorantes, sabe? É um cheirinho gostoso, de talco, o que é ótimo porque não causa alergia e nem irrita pessoas mais sensíveis a cheiro. Além disso, o pó descolorante é dust free (não levanta pó) e reduz a agressão à fibra capilar, por ter tutano e microqueratina na sua fórmula.

Como o foco do meu cabelo nesse caso era a raiz, a Neiva começou puxando mechas bem fininhas desde o couro cabeludo. Meu cabelo abre bem rápido, então em cerca de 30 minutos já estávamos retirando todo o produto dos fios e indo para a próxima etapa. O segredo do meu loiro está justamente nesses próximos produtos.

Como meu cabelo descolore com bastante facilidade, decidimos não usar coloração nele, apenas matizar o loiro para chegar na tonalidade que eu gosto. Para isso, usamos a Máscara Violeta da linha Spécialiste Matizante. Lavamos o cabelo para remover o pó descolorante e a OX e, em seguida, a Neiva aplicou a máscara matizante e deixou agir por 10 minutos.

Tanto o shampoo como a máscara têm pigmentação roxa. Os produtos possuem ação antioxidante, além de reconstruir e hidratar, promovendo um tratamento completo dos fios. Gosto dessa linha porque, mesmo se tratando de uma linha matizante, ela não resseca os fios. Pelo contrário: sinto o meu cabelo super-hidratado com o uso dessa máscara.

E esse é o resultado de todo esse processo: loiro renovado e cabelo bem tratado. Aliar o uso de bons produtos, que não danificam os fios, com uma profissional que arrasa e sabe usar da melhor maneira cada um deles, como é o caso da Neiva Pena, só poderia ser sucesso.

.

Espero que vocês tenham gostado de conferir esse antes, durante e depois.

Beijinhos

Bruna Munhoz

Bruna Munhoz, paulista, é formada em Administração Financeira e uma apaixonada por beleza, moda, viagens e tudo que diz respeito ao universo feminino. Dessa paixão, surgiu o desejo de criar ...

Tênis: cinco tendências pra usar já!

23.jul.2018

Não é de hoje que o tênis ganhou nossos pés e nossos corações. Ele já vem fazendo sucesso há muitas e muitas temporadas e, cada vez mais, podemos dizer que ele não vai embora tão cedo. Aliás, acho que o mais certo seria dizer que ele não vai embora.

É claro que o conforto é o ponto principal desse amor incondicional, mas tem outras características que o colocam no patamar de hit: é que ele consegue ser usado com uma variedade enorme de peças, assim como é um calçado capaz de deixar qualquer look mais interessante e com “atitude”, sabe?

Evidentemente, não é de se estranhar que as marcas invistam, cada vez mais, em novas propostas desse calçado. Por isso, separei as cinco principais que vêm por aí nos próximos meses, apostas democráticas, onde tudo tem seu espaço garantido, desde o branco basiquinho, até o superelaborado e exótico.

Bora conhecer? Vem!

.

DAD SNEAKERS – em uma tradução literal, dad sneakers significa “tênis do papai”, mas esse tipo ganhou também outros nomes, como chunkyugly. Falando do modelo em si, ele nada mais é do que o tênis com aquela pegada mais de treino, de academia mesmo, muitas vezes com cores bem chamativas. A proposta de styling aqui é apostar em combiná-lo com peças inusitadas, como itens de alfaiataria, look hi-lo, etc.

Louis Vuitton, Fiever

.

CORES & ESTAMPAS – OK, o tênis branco é o queridinho e, sim, continua em alta na moda, mas isso não quer dizer que não exista – e muito! – espaço para cores e estampas. Aliás, as cores fortes, bem chamativas mesmo, vão aparecer com bastante frequência nos tênis da temporada, resultando até em modelos formados por blocos de cores. Para quem gosta de estampas, elas estarão presentes também, seguindo uma cartela de cores mais vibrantes ou mais neutras.

Vans, Vert

.

LETTERING, SKETCHES E LOGOMANIA – é claro que a gente vai encontrar boas opções de tênis básicos, casuais e minimalistas nos próximos meses, porém a forte inspiração na customização/personalização estará mais presente do que nunca. Além de ver os logotipos e os nomes das marcas gravados nos tênis, veremos patches, principalmente feitos com cristais, sketches (desenhos que parecem esboços), desenhos abstratos inspirados no grafite, etc.

Dolce & Gabbana, Moleca

.

FLATFORM/PLATAFORMA – não é porque o tênis, por natureza, é mais informal e confortável que não seja possível “ganhar” alguns centímetros a mais com ele. Com essa característica, entram em cena os tênis com solado inteiriço, do tipo flatform ou plataforma. Totalmente branco ou multicolorido, esse tipo de solado consegue agregar uma personalidade impactante ao calçado, para quem não tem medo de arriscar e ousar!

Vizzano, Via Marte

.

TRICÔ TECNOLÓGICO – mais anatômico, capacidade de oferecer uma boa ventilação e boa adaptação à forma individual de cada pé são os pontos positivos traduzidos agora nos tênis feitos em tricô tecnológico, sejam eles em cano baixo ou médio. Inclusive, esse tênis de cano médio já começa a ser chamado de tênis-meia, como uma consequência direta das sock boots (botas-meia), forte aposta que vimos aparecendo muito neste outono-inverno/2018.

Arezzo

.

E aí, já sabe qual é sua tendência preferida? Conta pra mim!

 

Fonte das imagens: fornecidas pelas respectivas marcas

Mirian Herrera

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como p...

Carregar Mais