Naturalmente Bonita

Que o dia seja menos dos namorados e mais do amor!

12.jun.2019

Sabe aquela pessoa cujo gênero de filme favorito é a comédia romântica? Que já passou horas no Pinterest salvando imagens bonitas de casamentos? Que sabe tudo sobre dia da noiva, pasta organizadora da noiva, como escolher seu vestido de noiva e até a cor que quer para o vestido das madrinhas!? Prazer, essa sou eu! E hoje eu vim aqui especialmente para te contar uma história de amor.

É difícil saber exatamente por onde começar, afinal quase toda história de amor começa com um sorriso meio sem graça, uma história de anos, um encontro por acaso ou uma ironia do destino, como aconteceu comigo.

Antes que eu esqueça, meu nome é Joicy Eleiny, sou embaixadora Bio Extratus, moro em Recife-PE, sou bissexual e tenho uma namorada chamada Mariana Tayná.

Ela me conheceu primeiro, quando procurava no YouTube como revitalizar o cabelo crespo e encontrou vídeos meus. Desde então parece que a vida tratou de dar aquele empurrãozinho para que nos aproximássemos. Estivemos em eventos juntas, mas não nos vimos, estivemos em mais eventos juntas e aí só nos cumprimentamos, esbarramos novamente várias outras vezes e então achamos que tinha algo dizendo que deveríamos ser amigas. Deu certo! Viramos muito amigas e depois um beijo!

Dia dos namorados

Resumidamente foi assim que tudo começou, de uma amizade mesmo (diz aí se não parece aquele clichê romântico que você assistiu num domingo de preguiça?). Mas a verdade é que depois que ela apareceu eu comecei a reparar em tantas outras coisas que fazem o amor ser amor, pelo menos para nós.

Você já parou para se perguntar: o que faz o amor ser amor!?

Para nós, um casal composto por duas mulheres negras, o amor perpassa muitas outras discussões políticas e sociais e é preciso compreender quem somos antes mesmo de nos dispormos a amar.

O relacionamento afrocentrado não é a solução de todos os fardos que carregamos ao longo da vida. Um relacionamento, seja ele qual for, nunca é a solução pra tudo. Mas, de fato, é muito importante me reconhecer no meu amor, saber que a gente se entende, se apoia, se dispõe a lutar juntas e enfim soma, como tem que ser.

Seja qual for a sua relação com o outro, nesse dia dos namorados, quero te convidar a fazer uma reflexão sobre a relação que você tem consigo, combinado? Aí você tenta se responder: meu namoro comigo mesma permite que eu namore outra pessoa?

Muita gente acha que pode resumir o amor, que pode ditar, limitar e até restringir. Talvez seja bem tarde para avisar, mas eu juro que ainda tem gente que não entendeu, então vamos lá: o amor é para todes, sejam eles, elas ou nenhum dos dois, sejam negros, brancos ou nenhum dos dois, sejam magros, gordos ou advinha!? O amor é para dois ou nem só dois. E uma verdade absoluta é que o amor é para um, antes de ser para qualquer outro.

Que o dia seja menos dos namorados e mais do amor!
Um beijo e até a próxima :*

Joicy Eleiny

Joicy Eleiny, pernambucana nascida no interior e morando na capital. 21 anos, mulher negra, crespa e LGBT compartilhando empoderamento e provocando discussões acerca de suas lutas principalmente atra...

Nosso Compromisso Com a Natureza

5.jun.2019

Um dos principais motivos para que eu entrasse para a “firma” foi justamente a preocupação em cuidar da natureza e pela utilização de produtos naturais na composição dos produtos. Então, aproveitando O Dia Mundial do Meio Ambiente, vamos falar sobre alguns cuidados da Bio Extratus com o futuro do planeta e os impactos disso no mundo.

Começamos perguntando: quando você ouve falar em fábrica, logo vem em mente chaminés, cinza, poluição, fumaça e muito desperdício, certo? Por aqui é muito diferente! Dá só uma olhada nessa estrutura de fábrica que não tem nada do que a gente imaginava:

 

Parceria Bio Extratus e Natureza

A Bio Extratus surgiu em 1991 com a ideia de dois cabeleireiros que amavam a natureza e decidiram colocá-la nos seus produtos capilares de forma inicialmente artesanal e que se transformou no que chamamos hoje de Fábrica dos Sonhos.

Lembro que quando fui visitar a fábrica fiquei encantada em como tudo é lindo e verde. Muito verde! Nem parece que estamos em uma fábrica na verdade; é um lugar tão bonito que da para fazer um passeio com amigos, família ou o crush (risos) tranquilamente (tem até pedalinhos de cisnes).

Energia Fotovoltaica

Além da beleza na estrutura da fábrica, a marca tem projetos como o Sol Nascente que ganhou o VII Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade na categoria Melhor Empresa. O projeto tem foco em energia solar fotovoltaica, que conta com placas formadas por células de silício que conseguem gerar e conduzir energia elétrica a partir da incidência de luz solar.

Em 2016, aconteceu a instalação do maior sistema privado de geração de energia solar fotovoltaica em sua planta industrial conectada à rede da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) e o maior do Brasil, segundo o site da ANEEL.

Tratamento de Água e recuperação de nascente

Existe desde 2002 um processo de tratamento dos resíduos gerados que são canalizados para tanques apropriados onde recebem um tratamento para devolver à natureza água compatível ao meio ambiente. Isso é fantástico! Imagina se toda a água do planeta utilizada nas indústrias fosse tratada dessa forma? Ah! A Bio Extratus recebeu o certificado de licença ambiental da FEAM (Fundação Estadual do Meio Ambiente) por conta desse compromisso com a natureza.

Mais uma das coisas que acontecem  é a recuperação de nascentes de água. Isso me deixou imensamente fascinada porque o trabalho vai além de evitar danos, mas de restaurar o que foi degradado pelo homem. Ler esse tipo de coisa me faz ter mais esperança pelo futuro das próximas gerações!

Chique né? Eu acho compromisso com a natureza um coisa muito chique.

AQUI, no site da Bio Extratus você pode ler com mais detalhes todas as informações passadas aqui e ainda saber sobre outras com mais detalhes.

No mais, só tenho a agradecer por existirem empresas assim, o planeta agradece imensamente e meu coração fica quentinho! Fiquem com o vídeo da nossa campanha de 2019 que também fala muito sobre nossa paixão pela natureza:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Bio Extratus (@bioextratus) em

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

Dia da Mulher: Vamos Falar Sobre a Rivalidade Feminina?

8.mar.2019

Já estamos em 2019 e cada vez mais vemos os direitos da mulher sendo pauta de pesquisas. Estudos pra mudar o cenário estão sendo feitos e empresas estão criando espaços de poder para a ocupação feminina em cargos importantes. O lugar da mulher é onde ela quiser não poderia ser mais palpável. E nós ainda fazemos fofoca, culpando outras mulheres por tudo e nos comportando de forma desunida!

dia internacional da mulher

Precisamos parar de julgar, comentar e avaliar o corpo das outras mulheres. Precisamos rever se é preciso criticar a roupa da sua amiga, o peso da sua filha ou a forma como a sua vizinha se comporta. Somos muito rígidas entre nós e é difícil para caramba construir uma boa autoestima quando temos tanto medo do julgamento das outras pessoas. Mas a verdade é: temos medo de que o outro nos julgue como julgamos outros. Somos muito exigentes com outras mulheres. Por isso quis trazer esse tema.

No Dia Internacional da Mulher não dê uma flor ou um presente qualquer. Dê um abraço, um ombro de apoio, estimule o crescimento das outras mulheres ao seu redor.

A rivalidade feminina nada mais é do que um mecanismo para nos controlar. É tão enraizado que a gente não nota! Nos julgando temos medo da opinião da outra pessoa, nos cerceamos e nos controlamos, assim, deixamos todas as mulheres inseguras e dentro de uma caixinha. Se não precisamos obedecer a um único padrão de beleza ou comportamento, nos tornamos mais próximas de sermos livres pra sermos quem somos de verdade. Pra sermos mais felizes conosco, independente da opinião das outras pessoas.

Precisamos aceitar o fato de que existe diversidade e sermos diferentes é o que nos torna únicas. Não é à toa que esse time de embaixadoras da Bio Extratus está sempre crescendo em diversidade e opções.

Não estamos aqui para competir, nem para rivalizar. Estamos aqui para somar e trazer para vocês as mais diferentes formas de olhar para si e para os seus cabelos. 

Cada uma de nós têm uma essência e uma verdade única, e quanto menos rígidas somos sobre as crenças que a sociedade nos ensina, mais conseguimos nos conectar com essa parte de nós e preencher nossas lacunas e vazios com o que nosso coração realmente demanda. Então, a fofoca, a competição entre mulheres e o medo do julgamento só nos limita, pois nos dá medo de nos expressarmos como somos. 

Por isso, nesse dia, se dê se presente uma flexibilização do olhar.

Já elogiou sua mãe, irmã ou amiga hoje? Que tal resgatarmos esse movimento aqui?

Precisamos aprender a nos julgar menos e, com essa flexibilidade, julgar menos as outras mulheres. Não critique o corpo da outra mulher, você não gostaria que criticassem o seu. Não cobre dela uma perfeição que nem mesmo você consegue ter. Não diminua ou ridicularize outra mulher só porque você não a entende. Perceba que pessoas diferentes têm suas histórias. Quando você entende que não precisamos ser todas iguais, com mesmo corpo, carreira, cabelo, comportamento ou nariz, fica mais fácil ter empatia. 

Quase todas fomos criadas – ainda que inconscientemente – para competirmos entre nós! Que esse dia seja importante para lembrarmos que não precisa ser assim. O que a gente não nota é que essa competição nos leva ao péssimo hábito da comparação e essa é, pra muitas, a maior inimiga de uma boa autoestima. Quando nos comparamos menos, focamos mais em nós, investimos nosso tempo nos nossos meus projetos e assim fazemos nossa vida acontecer!

Rivalidade feminina e fofoca vendem revista e geram cliques. O mercado pode não estar interessado em acabar com isso, mas nós podemos estar! Não caia nesse jogo, não entre nessa pilha, sempre que o foco for uma fofoca ou um julgamento referente a outra mulher, repense seu papel nessa conversa. Busque entender o que te irrita nela a ponto de você perder seu tempo falando nisso. As vezes vamos descobrir que a outra mulher não está ligando para o que pensam. Ela apenas está sendo livre ou agindo conforte suas próprias vontades, sem medo de ser feliz.

Se for isso, que mal tem?

Julgue menos, encare a vida de uma forma mais flexível, entenda que a beleza está na diversidade, que existem vários tipos de talentos, que a inteligência tem várias formas. Quanto mais amoroso, compreensivo e acolhedor for seu olhar com a outra mulher, mais acolhedor ele será com você mesma. Quanto menos você julgar, menos medo você terá de ser julgada.

Nos criaram dizendo que fofoca está no nosso DNA… Não acho que seja verdade! Só fomos educadas numa sociedade onde mulheres falando da vida de outras mulheres é normal. Naturalizamos um julgamento que depois só vem a nos limitar, porque a liberdade do outro só nos incomoda quando a gente não está podendo ser a gente mesma!

Acho que podemos aproveitar o Dia Internacional da Mulher para pensar sobre isso! Porque esse papo de rivalidade feminina é só mais uma forma de nos controlar e nos impedir de sermos livremente do nosso jeito, amando a nossa natureza como ela é.

Joana Cannabrava

Carioca solteira no Rio de Janeiro, libriana, viciada em produtos de cabelo, e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de r...

E o Oscar vai para…

1.mar.2019

Esperei pelo Oscar 2019 desde o momento em que saí da sala de cinema em fevereiro de 2018. Assisti Pantera Negra e fiquei enlouquecida com o show de representatividade naquele filme. Atores negros, um exército feminino… muito maravilhoso para passar batido.

Oscar 2019

Crédito: internet

Antes, vale falar que nunca fui muito fã do Oscar. Sempre as mesmas pessoas, sempre a mesma coisa… Nada me fazia parar e assistir a premiação com tanta ansiedade como sempre vi as pessoas fazerem. Acho que vocês se lembram que ano passado falaram muito sobre o fato de poucos atores negros e poucas mulheres serem indicados e ganharem prêmios. Talvez isso estivesse em mim desde sempre sem eu nomear, por tal motivo o tamanho incomodo em assistir.

Oscar 2019

Crédito: internet

Eis que domingo passado muita coisa mudou. Pude assistir, com sorriso nos lábios, Pantera Negra ganhar três prêmios. Vi mulheres subirem ao palco para receber suas estatuetas em um meio massivamente masculino. Vi um filme que fala sobre menstruação ser aplaudido.

Por que tudo isso é tão importante?

A partir do momento que a nossa sociedade é composta por homens e mulheres, brancos, negros, indígenas, orientais… toda fatia deve ser representada. Quando não nos vemos nos meios de comunicação, nas fontes culturais, ou nos ambientes que frequentamos, percebemos que tem um problema. E no Oscar este “problema” já vinha de anos (desde sempre né?). Por tal motivo diversos famosos negros se recusaram a ir na premiação em 2017 e 2018. Boicotaram e expuseram suas opiniões. Não é possível que em pleno século XXI esta balança não se equilibra nunca! Entretanto, a movimentação das minorias, mulheres e negros, surtiu efeito. A academia (ai, sempre quis falar isso como se eu fosse uma grande crítica de cinema hahaha) votou fora do óbvio e do padrão até então visto.

Oscar 2019

Crédito: internet

Oscar 2019

Crédito: internet

Talvez você não tenha ficado feliz com os filmes que ganharam cada categoria. Claro que cada um tem uma opinião e é difícil coincidir. Porém, devemos confessar que o Oscar 2019 foi o “melhor” em termos de representatividade negra e feminina. Cada categoria era uma aquecida que dava no coração. Cada discurso era a certeza de que, por mais que muita coisa esteja errada, estamos conseguindo caminhar para algum lugar com mais igualdade.

Mesmo não sendo cinéfila, não entendendo nada das categorias julgadas, ou não tendo assistido todos os filmes, vale sim sentar e ver com toda a calma do mundo uma reprise da premiação. Finalmente o momento chegou e precisamos bater nesta tecla incansavelmente para que todos sejamos representados de alguma forma.

Quando uma mulher anda, todas andam junto. Quando um negro anda, todos andam juntos. E vamos andar mais juntos ainda porque desta vez, o Oscar foi para… a própria premiação!

Maraisa Fidelis

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas aj...

Resoluções Para 2019 e Receita de Suco Verde

5.fev.2019

Há quem diga que o ano só começa depois do Carnaval e adia decisões importantes para depois dessa data. Outros fazem planos e tem o hábito de escrever uma lista de resoluções para o ano, que muitas vezes acaba esquecida em alguma gaveta ou anotação no celular.

Começar a fazer exercício, parar de beber e emagrecer são algumas das resoluções comuns, principalmente após os exageros das festas de fim de ano, que costumam cobrar a conta em janeiro.

Pensando nisso e que janeiro é o mês do meu aniversário (fiz 37 anos dia 21!) e também o ano que completo quatro anos livre de bebida alcóolica, gostaria de compartilhar com vocês o que essa decisão mudou na minha vida. E que uma das minhas resoluções para 2019 é tomar suco verde, todos os dias. Ah, tem receitinha deste maravilhoso suco detox, no final do post e você deve consultar um nutrólogo ou nutricionista para saber se pode tomar o suco diariamente também. ?

Durante muitos anos, assim como a maioria das pessoas que conheço, considerava normal beber socialmente. Vez ou outra extrapolava e acordava desidratada, com a boca seca, dor de cabeça e aquela ressaca moral mais a sensação de ter sido atropelada por um caminhão.

via GIPHY

O álcool é uma droga socialmente aceita e incentivada e os seus efeitos são nocivos para a saúde, mesmo que em pequenas quantidades. Segundo estudos recentes, não há níveis seguros de consumo de bebida alcoólica. Ainda, segundo o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad), o consumo de álcool entre as mulheres, aumentou de 34,5% de 2006 a 2012, causando prejuízos nas suas relações pessoais, familiares e profissionais.

Hoje, no dia seguinte a uma festa, me sinto ótima e pronta para começar mais um dia, cheia de energia. É uma alegria profunda, que dura o dia todo e não algo passageiro, como a alegria que um drink me proporcionava, mas que acabava após alguns goles. Em ocasiões festivas, brindo com água, suco integral de uva ou até mesmo com algum drink elaborado, como kombucha de frutas. Fazer essas substituições ajuda muito, afinal o que importa mesmo é celebrar a vida com as pessoas que amamos.

 

Como Mudar Hábitos?

Abandonar um hábito já consolidado pode ser extremamente desafiador. Quando decidi parar de beber, comecei a praticar yoga e meditação. Diariamente. Dizem que o nosso corpo leva cerca de 21 dias para aprender um novo hábito. Sigo essa rotina matinal de praticar yoga e de meditar desde então. O objetivo está longe de postar fotos em poses dificílimas nas redes sociais. Pra mim, a prática mais simples é o que faz sentido e é a melhor forma de começar o dia, alinhando  corpo e alma. É como se fosse uma higiene mental, logo que o dia se inicia, que faz com que eu me sinta conectada, o dia todo. Depois de tudo, faço uma oração e agradeço por mais um dia e por todas as oportunidades de aprendizado.

Que tal trocar o álcool por exercício, meditação ou por suco verde todo dia?

Entre os principais benefícios de cortar o álcool destaco os seguintes:

  • Curar a gastrite e refluxo sem remédios
  • Desintoxicar o corpo
  • Autoconhecimento
  • Corpo hidratado
  • Criar novas receitas de drinks sem álcool
  • Economia
  • Lembrar de tudo no dia seguinte
  • Livre de ressaca moral

Vamos à receita do suco verde detox?

Quanto ao suco verde, ele tem inúmeros benefícios e é perfeito para quem busca mais saúde e energia, mas tem preguiça de ingerir saladas. Naturalmente, comer saladas é importante, todos os dias, mas se você ainda não tem esse hábito, pode começar com o suco.

Receita:

1 litro de água de coco natural

1 pepino orgânico grande, com casca

3 folhas grandes de couve ou 5 folhas pequenas

Folhas verdes opcionais: espinafre, coentro, salsinha, folha de brócolis, folha de cenoura, folha de beterraba, Ora-Pro-Nobis, beldroega..

1 pedaço de gengibre de cerca de 3cm

1 pedaço de cúrcuma

Modo de preparo:

Bater todos os ingredientes no liquidificador, coar (se preferir) e ingerir em seguida.

Se fizerem a receita, marquem o meu perfil @nandacuryx no Instagram .

Sou grata a Bio Extratus por continuarmos juntas no Blog Naturalmente Bonita, em 2019!

Desejo um ano novo repleto de amor, saúde e de superação.

Beijos e até a próxima.

Nanda Cury

Criou o Blog das Cabeludas, Crespas e Cacheadas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil (2015). Ambas iniciativas tem objetivo de empoderar mulheres a aceitarem seu...

Carregar Mais