Mulher combina com cabelo curto?

Primeiro: Estava com saudades de escrever para vocês! \o/

Segundo: Mulher combina com o que ELA quiser e se sentir bem

Pronto Maraisa? Acabou o post? Mas é nunca! hahahaha. Quis abordar este assunto porque ele me pegou de duas maneiras diferentes. E hoje, sou muito bem resolvida a ponto de segurar um cabelo curto e ainda assimétrico.

Lá em 2013 eu cortei toda a química dos meus fios. Sim, fiquei com o cabelo bem curto e quando cheguei em casa chorei horrores no colo da minha mãe. Se estava tão decidida a tirar a química, se eu preferi não passar pela transição, por que eu chorava tanto com mamãe? Porque infelizmente crescemos achando que cabelos longos confere feminilidade à mulher. O balançar dos fios, o vento batendo suave tirando algumas mechas do lugar, prender o cabelo para conseguir fazer alguma atividade física, fazer inúmeros penteados… Quantas vezes vocês já não ouviram noivas dizerem “Estou deixando o cabelo crescer para o penteado do casamento.”? INÚMERAS!

 

 

Pois eu entrei nesta neura e não conseguia me sentir feminina, desejada, bonita, atraente. Parece que o meu cabelo tinha retirado toda a força feminina que habitava em mim até então.

O tempo passou, meu cabelo foi crescendo e eu cresci junto. Aprendi a cuidar, entendi o que ele precisava, como gostava de ser tratado e aí passei para as tinturas. Descolori, pintei de diversas cores e quando estava azul, em maio de 2017, tive um problema de saúde. Fiquei internada uma semana por conta dos rins, coloquei catéter, fiquei 20 dias com ele, voltei ao hospital para tirar e AAAAAH CHEGA! Não quero mais este cabelo azul! Vivi momentos negativamente intensos com ele e quero mudar.

Foi aí que eu quis cortar. Mas não era cortar as pontas, era MUDAR DE VEZ! Pode cortar com vontade e ainda fazer um corte assimétrico! Porque o meu desejo era uma transformação exterior assim como aconteceu interiormente. Senti necessário. E nisso eu cortei com gosto e lá vou eu com os fios curtos e nuca à mostra.

 

 

Agora vamos para a diferença: EU ME SENTI EXTREMAMENTE FELIZ! Olhei no espelho e estava sexy, confiante, linda, com cor nova, corte completamente diferente do normal e com uma força absurda. Eu ria tanto, mas tanto que lembrei lá de 2013 quando chorava copiosamente no colo de mamãe.

O que mudou Maraisa? Hoje eu sei que um cabelo não me define. O que vai definir quem é Maraisa Fidelis é, além da minha bagagem cultural, meus valores, minhas crenças e o meu posicionamento perante os acontecimentos. Minha certeza de que meus fios curtos não tiraram em nenhum momento meu poder, quiçá a minha feminilidade.

 

 

Quatro anos se passaram, agradeço por esta evolução, agradeço por conseguir enxergar que o belo está nas pequenas coisas e que cabelo, é apenas cabelo. Entretanto, a única coisa que não abro mão é cuidar feito doida! hahaha

Beijos

BOTICA HENNA E ALGAS MARINHAS linhas veganas e liberadas

Em 2015, conheci e me apaixonei pela Botica Cachos da Bio Extratus, a primeira linha vegana para crespas e cacheadas. Um produto é considerado vegano quando a empresa não faz testes em animais e não há ingredientes de origem animal em sua composição. Foi amor a primeira lavagem! Eu ainda não seguia as técnicas low e no poo e o único critério que eu usava para comprar cremes e shampoos era avaliar se o produto era vegano.

Antes de a Botica Cachos entrar para a minha vida, eu nunca havia usado o mesmo produto por mais de um ano consecutivo, pelo contrário, costumava testar com frequência novos produtos para ver qual se adaptava melhor ao meu cabelo. Sabem aquela sensação de quando o cabelo se acostuma com um produto e ele deixa de fazer efeito? Ao seguir as rotinas low e no poo, percebi que não precisava mais trocar de shampoo, nem de creme e que aquele efeito incrível apaixonante do início permaneceu, tornando o meu cabelo mais saudável e bonito, graças a composição maravilhosa da linha, que é feita com ingredientes vegetais naturais de alta performance.

Eu amei tanto esses produtos que tinha perdido o interesse em conhecer e testar outros. Até que a Bio Extratus me enviou as linhas Botica Algas e Botica Henna, que também são veganas e tem produtos liberados para quem segue a rotina Low Poo (todos os produtos exceto os shampoos).

 Compostas de shampoo, máscara, condicionador e finalizador, ambas cumprem bem a função de higienizar, hidratar e ativar os cachos. Confira a minha opinião sobre os produtos:

A Linha Botica Algas Marinhas foi desenvolvida para fortalecer cabelos quebradiços, danificados por químicas e agressões externas

Os principais ativos são a OLIVA, que hidrata e nutre os fios profundamente, o BAMBU que restaura a fibra capilar, melhora a textura e reduz o volume, ALGAS MARINHAS que estimulam a circulação no couro cabeludo e aumentam a resistência dos fios e a PRÓ-VITAMINA B5 que age tanto no couro cabeludo quanto na extensão do fio, ajudando a retenção de umidade, evitando pontas duplas. Isso significa cabelos saudáveis e cachos mais definidos por mais tempo! Vejam o resultado da primeira aplicação: 

Finalizei os
cachos com o leave-in Botica Algas da @bioextratus , que é vegano e liberado para Low Poo.
Em breve conto mais.

Uma publicação
compartilhada por 􀃻NANDA CURY􀂙NANDACURY.COM (@nandacuryx) em

Como eu uso coloração no cabelo, parece que ele estava precisando desse tratamento de choque. O resultado foi incrível, como vocês podem ver na foto que tirei após a segunda lavagem:

Resolvi testar também e me surpreendi positivamente com a Linha Botica Henna, criada para fortalecer e dar brilho a cabelos escuros. Como estou em transição para voltar ao meu tom natural, castanho escuro, achei que seria um ótimo momento para testar a Botica Henna.

Lavei, passei a máscara, depois o condicionador e usei o finalizador para definir os cachos. Gostei de tudo, mas os meus produtos favoritos foram a máscara e o finalizador. A linha é formulada com HENNA (uma planta super poderosa que fortalece e dá brilho intenso aos cabelos escuros, OLIVA que promove nutrição e hidratação, BAMBU, que é hiper nutritivo e restaurador, e a PRÓ-VITAMINA B5, que ajuda a manter hidratação dos fios e evita as pontas duplas.

Eu amei o resultado e saber que a Bio Extratus tem outros produtos veganos e liberados para low poo. Em breve conto mais!

 

Como cuidar dos cabelos no inverno para evitar o frizz

É sempre igual: vai chegando o inverno, a umidade do ar vai ficando mais baixa, os cabelos vão ficando mais ressecados e os frizz vão começando a aparecer. Quem já “sofre” com esse problema nas outras estações do ano, costuma ter um pouco mais de trabalho durante o período de chuvas e frio, por outro lado, quem nunca precisou se preocupar os fiozinhos arrepiados, precisa aprender a lidar com eles.

Antes de tudo, precisamos esclarecer que o frizz nada mais é que um cabelo novo ou aquele fio mais ressecado e opaco, que pode indicar sinais de falta de cuidado. A solução para esse companheiro indesejado é a famosa hidratação! Semanal, em casa ou no salão, ela é importantíssima nessa época do ano para deixar os fios saudáveis e nutridos.

Mas o frizz não é a única coisa que pede atenção durante o inverno. O clima mais frio e chuvoso, faz com que sejam necessários cuidados para garantir que o cabelo fique do jeitinho que a gente gosta. Separamos algumas dicas que podem ajudar nos cuidados com o cabelo durante o inverno, anota aí e segue direitinho!

 

 

Nada de banhos muito quentes!

 

A temperatura cai e tudo o que queremos é tomar um banho quentinho, para relaxar e se livrar um pouco do frio. Mas as madeixas podem sair prejudicadas desse processo, pois a alta temperatura da água retira toda a oleosidade natural do couro cabeludo. Esse óleo natural é responsável pela proteção e lubrificação dos fios, sem ele os cabelos ficam mais ressecados, quebradiços e com as indesejadas pontas duplas. Em casos extremos, isso age de forma contrária, deixando os fios com aspecto engordurado, mas de forma negativa. Por isso, a dica mais importante de todas é manter os banhos mornos, mesmo com o frio do inverno.

 

Proteja os fios

Depois de um banho, o frio parece ser maior, não é? Neste período, costumamos usar mais o secador e a chapinha, para evitar que os fios fiquem molhados e aumentem a sensação de frio. Na hora de secar o cabelo, além de nunca esfregar a toalha nos fios, a dica é apostar em um bom protetor térmico. Além disso, lembre de nunca dormir com os fios molhados, hein? No inverno eles demoram ainda mais para secar e podem aumentar as chances de caspa e queda.

 

Hidratação neles!

Ela é sempre importante, mas no período em que os cabelos tendem a ficar mais ressecados, ela é imprescindível. Uma vez por semana, aplique a sua máscara de hidratação favorita e deixe agir por pelo menos 3 minutos. Ah, uma boa dica é: em todas as lavagens, massageie sempre o couro cabeludo para ativar a circulação e a oxigenação.

 

Hora do detox

Hidratação é bom, mas não tem muito resultado se o cabelo não estiver bem higienizado para recebê-la. Limpar profundamente os fios e o couro cabeludo, prepara o cabelo para receber os nutrientes da hidratação, e, para isso, o detox capilar é ideal.

 

 

Tá vendo? Não é difícil conquistar a maciez e o brilho que você adora e, de quebra, fugir do aspecto ressecado que muitas vezes toma conta dos cabelos durante o inverno. Lembrando que os cuidados regulares são fundamentais em todas as estações.

Resgatando o melhor do meu cabelo

 

No post de hoje gostaria de falar sobre uma linha que tem trago os melhores resultados do meu cabelo, a SPÉCIALISTE RESGATE, que cumpre o que seu nome carrega.

Eu uso produtos da Bio Extratus desde meus 11 anos, mas nunca usei todos os produtos, muitas vezes por não ter acesso ou nem mesmo conhecimento da existência de outras linhas tão boas.

Há uns meses me deparei com essa, e resolvi testá-la em meus cachos.

 

 

Cabelos crespos e cacheados são naturalmente mais ressecados, porque o formato dos fios, impede que a oleosidade da raiz, chegue até as pontas, logo, precisamos de produtos mais hidratantes, que estejam num constante tratamento do nosso ressecamento; o Argan que faz parte da formulação, é um componente excepcional para combater o ressecamento natural ou causado nos fios, e a Microqueratina recupera os fios fragilizados por processos químicos.

 

 

Os resultados logo na primeira semana de uso já foram espantosos: Brilho, maciez e hidratação fora do normal! Geralmente, a maior parte dos produtos, precisam de pelo menos 1 mês de uso para mostrar o resultado prometido, não vi essa necessidade na linha Resgate;

Outra coisa que amei na linha, é que ela indica qual a sequência que os produtos devem ser usados, porque muita gente ainda erra a ordem:

1- Shampoo, que abre as cutículas do cabelo, 2 – Máscara que hidrata os fios, 3 – Condicionador que fecha as cutículas e protege os fios, e por fim o 4 – Finalizador que modela e também protege; lembrando que a máscara não dispensa o uso de condicionador, pois você pode usar a melhor máscara que conhece, se não selar as cutículas, ela não permanecerá no fio.

 

Vamos conhecer todos os produtos da linha? Vem comigo

 

1 – Shampoo:

Tem a consistência um pouco cremosa, mas perolada ao mesmo tempo, limpa muito bem e já da emoliência na aplicação, super hidratante;

 

2 – Máscara:

Consistência média, rende bem, dá muito brilho e a maciez perfeita para o desembarace do fio;

 

 

3 – Condicionador:

Produto também com muito poder de maciez para desembarace, consistente, logo, quando não for hidratar, ele já é o suficiente para deixar o cabelo bem soltinho e hidratado;

 

 

4 – Finalizador:

Pra mim, esse produto é um show à parte, deu TANTA definição nos meus cachos, que fiquei impressionada! A consistência média dele, me fez usar MENOS produto, que faz render por MAIS tempo. E não poderia acabar esse post sem falar do CHEIRO maravilhoso que a linha tem, super marcante, isso também é bem importante para mim.

 

 

Como sempre falo, a Bio Extratus só precisa de UMA chance para ganhar o coração de vocês, se informe do produto certo para seu tipo de cabelo e ARRASE!

Dicas para manter os cabelos ruivos sempre lindos!

Olá, leitoras lindas! Como vocês estão? Espero que bem! Vamos fazer um bate-papo sobre a tendência do ruivo? Pois é… Essa moda pegou geral e vem fazendo a cabeça da mulherada, porém quero compartilhar com vocês minha experiência e como aprendia a me tornar uma ruiva com fios lindos e sem pânico. Vem comigo que vocês irão entender.
Meu cabelo sempre (a vida inteira) foi castanho de médio para escuro. Nunca havia realizado nenhum procedimento químico e morria de medo de encarar uma mudança radical. Conforme o meu blog (www.nathiferreira.com) foi crescendo, senti a necessidade de propagar conteúdo diferenciado e um nicho muito importante era seguir as tendências do visual.
 
 Um belo dia, fui ao salão apenas para fazer as unhas e me deparei com uma vontade incrível de mudança, afinal, qual mulher nunca passou por isso, não é mesmo? E por incrível que pareça, me tornar ruiva foi minha primeira e única opção, como se a informação já estivesse armazenada no meu inconsciente, não sei se vocês me entendem… Talvez por ser uma época em que o ruivo já estava se inserido aos poucos no mercado e também nas composições de looks de algumas pessoas que já ditavam moda no final do ano de 2015.
 
Pois bem, eu tomei coragem e nesse mesmo dia sai do salão completamente ruiva e posso afirmar que me amei naquele exato momento, tanto que já se passaram quase dois anos desde essa data. 
 Mas o que eu não imaginava era o que esse novo visual traria regente ao assunto cuidados e manutenção, porque se tornar uma nova mulher é  fácil, porém a adaptação exige muita cautela e conhecimento, mas eu não tinha a mínima ideia sobre como seria cuidar desse novo visual.
E meu desespero começou quando fui lavar meu cabelo a primeira vez. Vi um desbotamento surreal da tintura e fique extremamente apavora. No primeiro momento, pensei que todo o processo estava indo pelo ralo. Corri pesquisar sobre o assunto e pude entender que sim, o ruivo desbota com o passar das lavagens. A solução era minimizar esse processo e procurar produtos que também recuperasse os fios que sofreram danos com a coloração. Testei vários e o que mais vi resultados foi uma dupla da Bio Extratus que uso toda vez que vou retocar meu ruivo.
 
Eles fazem parte da LINHA NONI,  indicada para quem possui cabelo tingido e não quer perder a durabilidade da cor. E não é só para as ruivas não, apesar da linha possuir a embalagem vermelha, é indicada para qualquer tom. O procedimento que eu faço é pintar o cabelo (uso a cor 7.4 + 8.4), após o procedimento normal de ação, eu lavo com o shampoo da linha e enxáguo normalmente.
 
Agora vem o segredo que é a FIXDOSE para garantir brilho e proteção da cor. Espalho o produto em toda extensão dos fios.
 
Em seguida aplico MÁSCARA HIDRATANTE NONI, que fará uma terapia intensiva recuperando imediatamente algum tipo de dano ocasionado pelo processo de tintura.
 
 Essa dica é infalível e eu super recomendo, independente da cor que você for usar no cabelo, como já disse anteriormente. Foi o que salvou meu ruivo para que o visual ficasse ainda mais vivo e sem aquele aspecto de cabelo desbotado e sem vida, porque eu digo sempre que os cuidados após a transformação devem ser redobrados. =)