Naturalmente Bonita

5 curiosidades sobre o Shitake

20.maio.2022

Popularmente conhecido como Shitake, conhecido cientificamente como Lentinula edodes, ele é um cogumelo comestível nativo no leste asiático. O shitake só chegou no Brasil durante a decada de 90’s mas não demorou para ficar conhecido pelas suas propriedades para a saúde e por ser rico em proteínas.  

O shitake é um fungo decompositor que é encontrado em arvores mortas, sua coloração é castanha e ele tem entre 5 a 10cm, a maior parte de sua produção no mundo vem do Japão, mas também em produzido em países como os EUA e a China. Sua composição de ativos pode depender da onde ele foi cultivado, mas é rico em proteínas, antioxidantes, vitaminas e fibras. Um aliado para quem mantem uma alimentação vegetariana ou com redução em consumo animal. Mas ele vai muito além disso. 

Amigo do coração 

O Shitake faz parte da lista de alimentos que são aliados para a saúde do nosso coração, ajudando a diminuir o colesterol, por ser rico em 3 enzimas chamadas Eritatenina, Sterol e Beta Glucano, que juntas bloqueiam, inibem e diminuem o colesterol, trio perfeito! Alguns estudos também conseguiram mostrar que uma dieta rica em shitake consegue previnir a formação de gordura no fígado e placas de gordura nas paredes das artérias, com relação as pessoas que não tinham recebido o shitake.  

Proteção de ossos 

A vitamina D é uma das mais difíceis de se encontrar em alimentos, por sempre vir em pouca quantidade, fazendo com que sua deficiência seja até comum. Importante para a saude dos ossos, e até para a saude emocional. Os cogumelos são a única fonte natural de vitamina D (D2) , e a sua quantidade vai depender de onde e como foram cultivados, quando durante esse processo eles forem expostos a luz UV ele produz uma quantidade maior desse composto, mas uma coisa é certa, ele é rico em vitamina D é uma ótima opção para não deixar faltar na sua rotina. 

Melhora de inchaços e inflamações na pele 

Os fungos presentes no shitake são ricos em ácido kójico, o segundo ácido mais popular encontrado nos cosméticos, que é responsável por deixar a pele brilhante e com aspecto saudável, além disso ele ajuda a diminuir inchados e inflamações na pele, ele é um dos maiores aliados dos cosméticos asiáticos sendo muito comum encontrar produtos de cuidados faciais com shitake na sua composição. 

Saúde do intestino  

Eu costumo dizer que o intestino é o cérebro do nosso corpo, porque qualquer problema nele acaba refletindo em outras partes, como na pele, na mente, cabelo, unhas, cabelo, humor, enfim. Uma dieta rica em fibras é super importante para quem costuma ter o intestino preso, e além de ser rico em fibras os cogumelos tem alguns fungos na sua composição que são importantes para a manutenção da nossa flora intestinal. 

Rico em acido fólico 

O principal cogumelo para se encontrar acido fólico é o shitake, além disso ele também é rico em fósforo, quando nosso organismo tem algum desses dois em falta pode acabar causando doenças cardiovasculares, câncer, e até doenças neurodegenarativas como o Alzheimer e Parkinson, além de resultar em má formação do feto e más formações congênitas em bebes. Para as gestantes, o acido fólico contribui para a boa formação do bebe, e alguns estudos dizem que ingerir ácido fólico na gravidez reduz as chances de o bebê nascer com algum grau do espectro de autismo (distúrbios de neurodesenvolvimentos). 

Esse cogumelo é tudo mesmo né? Existem mais um monte de motivos para você conhecer o shitake, e um dos meus motivos favoritos é para conhecer a linha de shitake de reconstrução nutritiva da Bio Extratus, todo seu poder de aminoácidos essenciais, e proteína para ajudar a recuperar a saúde também dos fios, aquela reconstrução poderosa que desmaia seus fios. 

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre esse cogumelo tão especial, e se quiser ler mais sobre os assuntos que escrevo é só clicar aqui.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

O que muda na nossa alimentação no verão?

26.jan.2022

No verão, além do sol temos dias mais longos e mais claros, também costumamos praticar mais atividades fora de casa, seja com amigos, ou só entre a família mesmo, algumas pessoas inclusive aproveitam essa época do ano para fazer aquelas terríveis dietas milagrosas, que inclusive são muito prejudiciais a nossa saúde, por serem baseadas em grandes restrições de nutrientes, e em um curto período de tempo.

 

 

O verão precisa ser baseado em emagrecimento, principalmente quando nos pensamos em como ser saudável durante o verão, mas, claro que se você puder aproveitar os dias mais longos e mais claros para praticar atividades físicas vai ser incrível, mas isso não precisa, nem pode estar relacionado apenas a perca de peso, e sim em se manter saudável, e com mais energia para aproveitar os dias. Sua alimentação deve ser pensada em saúde nunca em calorias e medidas ok? 

Tá, mas agora o que eu preciso mudar mesmo na minha rotina durante o verão? 

1- Escolha alimentos da estação 

Hoje em dia a maioria dos alimentos estão disponíveis durante o ano todo, mas a realidade é que escolher montar uma rotina de alimentação baseada na estação é muito benéfica para nossa saúde, porque no decorrer das estações, os alimentos vão oferecer o que vamos precisar naquele momento. As frutas e legumes do verão por exemplo, geralmente possuem mais agua na sua composição, o que nos ajuda no processo de hidratação, e um valor energético menor porque nesse momento o que nosso corpo mais precisa é agua. Alguns exemplos dessas frutas e legumes são a melancia, o melão e o pepino. 

Outra dica são as frutas cítricas, que vão ajudar a refrescar o corpo e a produção de colágeno, deixando a pele com um aspecto melhor, porém sempre tome cuidado com manusear essas frutas e ter contato com o sol, pois elas podem causar queimaduras na pele. 

 

2- Cuidado com a manipulação dos alimentos 

Nessa época do ano os incidentes relacionados a intoxicação alimentar aumentam muito, devido as altas temperaturas, e ao mal cuidado durante a manipulação dos alimentos, sempre verifique a procedência dos alimentos, e na hora de guardar se atente aos prazos de validade e temperatura de conservação, evitem deixar alimentos expostos por muito tempo na mesa ou fora da geladeira.  

3- Hidrate-se  

Essa dica não é segredo, é super importante se hidratar em todas as estações do ano, ainda mais no verão devido a maior exposição ao sol. Carregue sempre consigo uma garrafa de agua, e nunca substitua agua por sucos ou outras bebidas, porque a ingestão da agua sempre vai ser importante ao nosso organismo.  

Sabe aquela moleza que da quando o calor esta intenso, ou logo após uma caminhada? Pode ser sinal de desidratação, então esteja atento a quantidade de agua ingerida, aos que gostam de ingerir bebidas alcoolicas ainda mais cuidado porque o alcool aumenta a eliminação de líquidos pelo nosso organismo.  

4- Aproveite a vitamina D 

A vitamina D é extremamente importante para nossa saúde, mais importante ainda para a saúde da mulher porque com o cálcio ela vai ajudar na prevenção da osteoporose, e ainda mais ainda após lidarmos com a covid-19 (deficiência de vitamina D foi relacionado a casos mais graves da doença), então é importante que você aproveite para tomar sol durante essa época no horário da manha ou no final da tarde (evite o sol dos horários de pico 10h a 16h).  

Agora é anotar, e aproveitar o verão da melhor forma possível, e caso vocês queiram ler outras dicas minhas relacionadas a saúde e a alimentação é só clicar aqui

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

5 Motivos Para Amar Chocolate

20.dez.2021

Acho que não existe ninguém que não ame chocolate, pode ser para você ou até mesmo para presentear aquela pessoa importante na sua vida, o chocolate vai além da sobremesa, é usado na saúde, nos cosméticos, e claro, nos restaurantes. 

Hoje vocês vão se apaixonar ainda mais pelo chocolate porque vou te contar 5 motivos para ama-lo. 

1- Pode ajudar a previnir o envelhecimento precoce  

O cacau presente no chocolate é rico em antiooxidantes, como os flavonoides que podem atuar combatendo os radicais livres, que são os culpados pelo envelhecimento precoce do nosso organismo, e que a suas presença também esta associada a alguns tipos de canceres. Além disso o cacau é rico em minerais, vitaminas e gorduras de boa qualidade, para esses beneficios é sempre indicado procurar aquele com uma maior porcentagem de cacau, ou o próprio cacau em pó que pode ser usado na produção de bolos. 

2- Pode ajudar a cuidar da nossa pele 

Muita gente acaba associando o consumo de chocolate ao aparecimento de acnes e aumento de sebo (oleosidade da pele), mas isso é um mal entendido, na verdade o que acontece é o consumo de açúcar, que pode estar presente nele contribui para isso, e não o chocolate em sí. O cacau é rico em magnésio, selênio e zinco, que são nutrientes importantes para a saúde da pele. Outro aspecto importante do cacau para a saúde da nossa pele é que o consumo de cacau pode estar relacionado ao aumento no fluxo sanguíneo cutâneo, à proteção contra os danos causados pelos raios ultravioleta e à diminuição da rugosidade e descamação da pele. Nesse caso além dos cosméticos para a pele com chocolate, é indicado consumir os chocolates com um maior percentual de cacau.  

3- Chocolate na saúde dos fios  

Lembra que eu mencionei que no cacau também encontramos uma grande quantidade de gordura boa? Pois essa mesma gordura boa pode ajudar a cuidar da saúde dos fios, na nutrição e na hidratação deles. A linha de cacau ruby da Bio Extratus também conseguiu trazer os benefícios antioxidantes do chocolate para os fios, restaurando a saúde do cabelo. Minha dica para abusar desses benefícios é a linha + Brilho feita com o cacau ruby da Bio Extratus que suaviza a textura do cabelo, aumenta o brilho e maciez dos cabelos, combate a desidratação. 

4- Melhora na qualidade de vida 

O chocolate é o melhor antidepressivo natural, essa fama veio devido ao cacau conter nutrientes como magnésio e triptofano, que estimulam o organismo a produzir endorfina e serotonina, neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar, prazer e relaxamento.  

Além disso ele também ajuda na saúde da nossa mente, alguns estudos já mostram que comer cacau com alto teor de flavanol melhorou o fluxo sanguíneo do cérebro. Assim, o chocolate também pode melhorar a função cognitiva em adultos mais velhos com comprometimento cognitivo leve, além de beneficiar a fluência verbal. Ele também possui cafeína e teobromina, substâncias que contribuem para estimular o sistema nervoso e que consequentemente, garantem mais energia e uma certa concentração necessária para as tarefas do dia a dia. 

Como os outros benefícios da lista para conseguir aproveitar esses o ideal também é optar pelos chocolates com uma maior porcentagem de cacau. 

5- Prevenção de doenças causadas pela obesidade  

O consumo de chocolate com uma maior porcentagem de cacau tem ação comprovada na redução da inflamação crônica causada pela obesidade, e também provoca uma redução nos índices de triglicerídeos no fígado e insulina no sangue. O excesso dessas substâncias é relacionado ao surgimento de doenças como diabetes tipo 2 e esteatose hepática. Estudos mostram ainda que o consumo de cacau reduz os danos nos vasos sanguíneos e a pressão arterial no fígado. 

O cacau também é comprovadamente um protetor do coração, isso por conter os antioxidantes catequinas e procianidinas, ajudam a inibir uma enzima que eleva a pressão arterial, melhorando a circulação sanguínea e trazendo benefícios para a saúde do coração. O composto de gorduras boas presente no chocolate podem melhorar também os níveis do colesterol ruim e ainda ajudam a aumentar o HDL, o colesterol bom.  

Vai falar que não chegou até aqui apaixonada pelo chocolate? Espero que tenham gostado de aprender mais sobre e se quiserem ler mais artigos que escrevi é só clicar aqui.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

Biotina: Para Que Serve?

14.dez.2020

A Biotina (que também pode ser chamada de Vitamina B7) faz parte das vitaminas que integram o complexo B, essas vitaminas estão relacionadas a produção de energia no nosso organismo, mantendo a saúde do nosso sistema nervoso, da pele, dos cabelos, unhas, e do intestino. Apesar das vitaminas do complexo B formarem um grupo seus benefícios são distintos. No caso da Biotina, sua função principal é no metabolismo de gordura, transformando macro nutrientes (carboidrato, proteína, e lipídeos) em energia. 

Além disso ela também pode atuar como um antiinflamatório pois a deficiência de biotina pode aumentar citocinas pró inflamatórias no nosso corpo, que contribuem no processo de inflamação.

Saúde das unhas, cabelo e pele

A Biotina é popularmente conhecida por ser boa para a saúde das unhas, cabelo e pele, sua deficiência causa queda de cabelos, afinamento dos fios e enfraquecimento das unhas, e na pele a falta de biotina pode fazer com que ela fique seca, escamosa, e com vermelhidão em volta da boca e nariz. Ainda não se sabe exatamente porque isso ocorre, e se essa vitamina está realmente ligada com a queratina que esta presente nessas áreas do nosso corpo, mas sua importância nesse aspecto da saúde do nosso corpo não é contestado.

Como encontrar e consumir a Biotina

O nosso corpo não pode sintetizar a biotina, ou seja, ela precisa ser consumida através da alimentação, podemos a encontrar em alimentos como aveia, avelã, nozes, e outras sementes. Também podemos consumir através da suplementação, e uma super dica é o nosso suplemento força, que além da biotina contém outras vitaminas que juntas atuam no nosso cabelo, pele, e unhas. 

Ah, e durante todo o mês de dezembro o suplemento força esta com 30% off no nosso site.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

Alimentação durante a TPM

6.jan.2016

Durante o período pré-menstrual vários sintomas como  dores de cabeça, câimbras, obstipação intestinal, edema e irritação são comuns, porém podem ser amenizados com uma dieta contendo alguns alimentos que ajudam a evitar estes agravantes. Supõe-se que uma ingestão aumentada de cálcio poderia prevenir as alterações no humor antes e após o período menstrual. Assim, um copo de leite magro extra ou uma xícara de couve por dia parecem ajudar na cura ou prevenção destas alterações.

A intensidade do fluxo menstrual pode ocorrer devido à carência dos alimentos ricos em manganês. Para ajudar a prevenir essas perdas menstruais anormalmente intensas, ingerir alimentos ricos nesse nutriente como frutas (principalmente abacaxi) e vegetais; grãos integrais; nozes e sementes.

Uma pequena ingestão de carboidratos ricos em amidos (pão, batata, massas, aveia, arroz) a cada 3 horas e uma hora ou menos antes de se deitar ou levantar, combate os sintomas da TPM.

Um dos fatores que podem afetar negativamente a TPM é a cafeína, portanto seria adequado não ingerir bebidas que contenham a mesma como chá, café ou refrigerantes.

Uma dieta saudável é capaz de amenizar os desconfortos da síndrome pré-menstrual. Vejam quais são os nutrientes e os alimentos que recomendados neste período…

  • Vitamina B6: contra enjôo, cefaléia e irritabilidade. Boas fontes: arroz integral, germe de trigo, aveia, amendoim, nozes, batata, banana, salmão, atum, fígado de boi.
  • Vitamina E: evita cefaléia, dores nas mamas e cólicas. Boas fontes: cereais integrais, noz, castanhas, azeite de oliva, azeitona, óleo de soja e de girassol, milho, gema de ovo, agrião.
  • Cálcio: alivia cólicas, dor nas costas e nervosismo, porque diminui a contração muscular dolorosa do útero e diminui a retenção de líquidos. Boas fontes: leite e derivados, vegetais e folhas verde escuros, couve e brócolis.
  • Magnésio: este mineral tem função complementar às funções do cálcio, portanto pode diminuir dores na intensidade de contração dos músculos. São boas fontes de magnésio as folhas verdes escuras.
  • Ácidos Graxos: reduz irritabilidade e dores nas mamas. Boas fontes: óleos de peixes marinhos e frutos do mar (ricos em ômega 6 e ômega 3) Bons exemplos: salmão e atum.
  • Vitamina D: necessária à assimilação de cálcio e magnésio, nos ossos. Porém, não é específico para a TPM, e sim para toda a vida da mulher, pois previne a osteoporose.

Cuidado com alguns alimentos…

  • Café: atua sobre o sistema neurosensorial, age sobre o sistema rítmico, acelerando o coração a digestão, além de conter inúmeras substâncias da torrefação do café que são tóxicas e muito prejudiciais ao fígado e a vesícula. O café parece atuar sobre o retículo sarcoplasmático, aumentando a permeabilidade ao cálcio, que torna disponível ao processo de contração, podendo provocar câimbras. A cafeína pode causar insônia, dores de cabeça e irritabilidade.
  • Chá Preto: atua no aparelho digestivo provocando obstipação.
  • Chá Mate: tem ação estimulante sobre o sistema nervoso, mas não é tão forte quanto o chá preto e o café.
  • Guaraná: tem conteúdo de cafeína três vezes mais do que no café, por isso deve ser evitado nesse período.
  • Chocolate: tem função semelhante ao café e o chá. Deve ser ingerido com moderação devido ao alto teor de gordura, podendo ocasionar ganho de peso.

Com relação às câimbras, estas podem ocorrer devido ao desequilíbrio de sódio e potássio, que favorece a entrada de cálcio na célula provocando a contração. Neste caso o ideal é o consumo de alimentos ricos neste nutriente (cálcio) que seriam os leites e derivados e alguns folhosos como brócolis e repolho principalmente.

 

Renata Rodrigues

Nutricionista formada na UNI-BH, Renata sempre se preocupou com a forma física e com hábitos alimentares saudáveis. Possui cinco pós-graduações concluídas e uma em curso – em Manejo Nutricion...

Carregar Mais