Naturalmente Bonita

5 Mitos Sobre o Veganismo e Vegetarianismo

28.jul.2021

Voce já deve ter ouvido muita gente falando sobre veganismo e vegetarianismo, mas nem tudo que se fala é verdade, ou exatamente como as pessoas dizem, principalmente relacionado a saúde do nosso corpo, cabelos etc. Hoje vim esclarecer alguns mitos e deixar algumas dicas para você que já é adepto a esse estilo de vida, ou que tem curiosidade sobre isso, afinal o veganismo é muito mais que deixar de comer algo. 

Para quem é novo nesse universo existem vários tipos de dietas e estilos de vida que limitam ou retiram completamente o uso de alimentos de origem animal, ou produtos vindo de origem animal, seja cosméticos, roupas que tenham ingredientes vindo de animais, etc. Cada tipo de restrição tem um próprio nome, no caso do veganismo é aquela pessoa que não consome nada de origem animal, de nenhuma forma, e realmente leva isso como um estilo de vida. 

O vegetarianismo já é aquela pessoa que restringe esse tipo de restrição apenas na sua alimentação, mas ainda faz uso de produtos vindos de origem animal. Temos também o ovolactovegetariano, que assim como o nome diz consome ovo, leite e derivados, mas já não consome mais carne, o lactovegetariano que só consome leite e derivados, e muitos outros tipos de variações. 

Esse tipo de dieta sempre gerou um debate muito grande, e muitas pessoas ainda tem alguns pensamentos que já não podem mais ser considerados verdades, por isso resolvi esclarecer alguns com vocês, eu inclusive antes de me formar com nutricionista tinha muita dessas opiniões. 

A alimentação vegetariana faz seu cabelo cair 

Esse é com toda certeza um dos mitos que eu mais escutei sobre vegetarianismo, mas é mentira, na verdade o que acontece é que algumas pessoas decidem mudar seu estilo de vida e alimentação sem conversar com um profissional da area antes, fazendo com que você deixe de consumir alguns nutrientes, por não saber conhecer sobre, mas isso também pode acontecer com quem consome carne, não é um problema exclusivo de quem não consome. Pode estar faltando alguma vitamina e como consequência vem a queda de cabelo, mas isso pode ser resolvido. Minha dica é para qualquer mudança nos seus hábitos alimentares procure um profissional da area antes, e também faça uma suplementação dos nutrientes necessários. Eu sempre indico para vocês o suplemento força que tem um mix muito legal de vitaminas e minerais (mas não esquece de conversar com um nutricionista viu?). 

Quem é vegetariano tem deficiência de cálcio  

Outro mito muito comum que todo mundo já deve ter ouvido sobre quando falamos de vegetarianismo ou veganismo, mas isso também não é necessariamente verdade, o leite de vaca é sim uma das maiores e mais simples fontes de cálcio, mas não é a única, hoje em dia com a popularização dos vegetarianismo e veganismo existem no mercados milhares de leites vegetais suplementados e fortificados com cálcio, e você também pode consumir cálcio através de alguns vegetais como tofu, semente de gergílim, couve, e brócolis entre muitas outras opções.  

Os vegetarianos e veganos não consomem proteínas e são mais fracos 

Fake News total!!! Existem milhares de outras fontes de proteína que não vem da carne, e uma é bem comum no nosso dia a dia, isso mesmo, ele, o feijão, ta passada? Além do feijão temos no brócolis, no grão-de-bico, na lentilha, na ervilha, nos cogumelos, e na soja. Uma dica de nutri, é sempre consumir duas fontes de proteína vegetal combinadas sempre, assim elas se completam.  

Ter uma alimentação vegetariana é muito caro 

Pode ser sim, se você é daquele tipo de pessoa que quer consumir somente produtos prontos gourmet, do mesmo jeito que uma alimentação tradicional pode sair cara. Se você levar em consideração o preço da carne hoje em dia, e o preço dos legumes vai ver que na verdade uma alimentação vegetariana pode sair muito mais barata, e mais variada no seu cardápio, afinal existem milhares de tipos de legumes, e de vegetais que podem ser preparados de milhares de maneiras. Tudo é uma questão você conhecer e explorar esse novo universo do vegetarianismo/veganismo. 

Vegetarianos tem uma imunidade baixa, e podem desenvolver mais doenças 

Na verdade o consumo excessivo de carne é relacionado a várias doenças principalmente de origem cardiovascular. Alguns estudos também já conseguiram relacionar o consumo de carne a doenças como depressão e ansiedade. Com relação a imunidade, se você tiver uma dieta nutricionalmente completa, de preferencia acompanhada por um profissional você pode na verdade ter uma responsa imunológica melhor, por consumir todos os tipos de nutrientes necessários para a saude do seu corpo.  

Chega de fake news, se voce tinha algum receio de conhecer esse universo do veganismo melhor pode ir sem medo, mas sempre com ajuda de um profissional, e caso queira ler um pouquinho mais sobre o que eu escrevo aqui no blog naturalmente bonita é só clicar aqui. Beijinhos Científicos.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

Os Benefícios do Mel e do Própolis

31.maio.2021

undefined

O Mel é um produto milenar, que vem acompanhando varias gerações. A sua avó, com certeza te falava sobre alguma receita de algum remédio antiinflamatório com mel na composição, e acredite funciona mesmo! Muitos dos benefícios dele já foram comprovados cientificamente através de pesquisas cientificas, e hoje vou contar um pouco sobre esses benefícios, como isso funciona no nosso corpo e como utilizar esses produtos.

Como o mel é produzido?

O mel é obtido através do néctar das flores e de excreções das abelhas. É uma substância adocicada, de consistência viscosa, recolhido pelas abelhas com a glossa (a língua delas), armazenado na vesícula melífera (conhecido como papo) e digerido pelas enzimas da saliva. Depois que as abelhas recolhem o néctar elas retornam à colmeia e o transferem para o ”papo” de outra abelha, que transfere para outra, que transfere para outra, assim por diante, como um trabalho de equipe mesmo.

A cada passagem o néctar vai sofrendo mais ações enzimáticas e perdendo água da sua composição até que esse néctar se torne o mel, que é depositado em pequenas células de cera, chamadas de alvéolos no interior das colmeias.

Conhecendo o própolis

Própolis é uma palavra de origem grega pró (defesa) + polis (cidade), que provavelmente faz referência à “defesa da cidade” (no caso, colmeia). Ele é obtido também pelas abelhas, mas através das resinas retiradas de secreções de principalmente de árvores, que para se protegerem após uma quebra de galho criam um produto natural conhecida como seiva, com poder bactericida, as abelhas reprocessam essa seiva, misturando ela com a cera, pólen e gorduras.

O própolis é fundamental na higienização do interior da colmeia, assim como na vedação de aberturas externas, eliminação de espaços indesejáveis e, para a renovação constante de película protetora nos favos de postura e depósito de alimentos.

Além disso, já é comprovado por pesquisas científicas que o própolis possui em sua composição inúmeras substâncias que limitam o crescimento de micro-organismos, prevenindo o aparecimento de doenças na colmeia.

undefined

Benefícios para a saúde

Como alimento o mel conta com ação antioxidante e prebiótica, estimulando o crescimento e/ou atividade de micro-organismos benéficos no nosso intestino. Por ser rico em carboidratos e açúcar, ele é ótima fonte de energia. Também é fonte de potássio e outros minerais como magnésio e fósforo. Nesse caso o consumo não é adequado para pessoas com dietas com restrições de açucares, como no caso da Diabetes.

No caso do própolis ele é bem conhecido para aliviar dores de garganta, existem alguns estudos da década de 90 que mostraram que o própolis possui substancias que combatem bactérias responsáveis por doenças inflamatórias.

Mel e Própolis em cosméticos

Cosméticos o mel na sua composição fazem maravilhas para a pele, agindo como hidratante natural, ajudando a previnir a pele seca, com propriedades anti bacterianas e anti fúngicas. Também pode ser utilizado para tratamentos de queimaduras e feridas na pele.

Por conter propriedades antioxidantes tanto o mel quanto o própolis também podem ser um aliados no combate ao envelhecimento.

O Propomel

O propomel é nossa pomada dermo ativa hidratante que tem função de suavizar, proteger e age para combater irritações da pele, principalmente pés e lábios. Seus ativos principais são o extrato de própolis e o mel, ideal para quando você tem algum ressecamento na pele e também pode ser utilizada como pós-barba para evitar irritações na pele.

undefined

O propomel é um queridinho por todo mundo que usa, porque serve para muitas coisas, sabe quando você queima o dedo com a chapinha de cabelo e não quer deixar formar uma bolha? Minha dica é sempre aplicar um pouco de propomel no lugar algumas vezes ao dia, os resultados são incriveis, vale a pena sempre ter um na bolsa.

undefined

Agora que você sabe os benefícios do própolis e do mel não da para deixar de utilizar de alguma maneira no seu dia a dia, espero que tenham gostado da dica. E para mais conteúdos sobre esses assuntos vocês podem clicar AQUI e conferir outros textos que escrevi para vocês.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

Dicas de Acessórios para os Cabelos

12.maio.2021

Oi gente, tudo bem? Quem aqui AMA acessórios para os cabelos? Eu sou viciadaaaa! Tem muuuitos acessórios lindos que combinam em todos os tipos de cabelos, assim valorizam qualquer look! Confiram minhas dicas de acessórios para os cabelos: 

1) Tiaras

Confesso as tiaras são o tipo de acessórios que eu mais amo. Eu uso e abuso meeesmo. Valoriza nossas madeixas, rosto e nosso look! Dá pra usar no dia a dia, em festas ou até em eventos mais formais dependendo do modelo, claro. Mais do que isso, os arquinhos podem ser usados com o cabelo todo solto ou podem servir de complemento em penteados mil como rabos de cavalo, coques, tranças e cabelos meio presos

2) Lenços

Com certeza é um dos acessórios que vem ganhando força nas últimas temporadas são os lenços de seda ou cetim. Os lenços são atemporais e também uma peça versátil, podendo ser usada a qualquer estação do ano.

3) Grampos, presilhas e tique-taques

Moda popular na década de 90 e que ainda teve algum prestígio no início dos anos 2000, os grampos, presilhas e tique-taques estão de volta e prometem deixar seus penteados ainda mais lindos. Esse humilde grampo de cabelo teve seu renascimento nos últimos seis meses. Saibam que essa tendência promete vingar e conquistar muitas mulheres nesta temporada. Acessórios são grandes aliados para ajudar a transformar sua composição mais neutra em algo que pareça mais elaborado e estiloso, e o melhor: sem grandes esforços ou investimentos.

4) Laços

A moda do laço no cabelo para adultos virou uma febre e está literalmente fazendo a cabeça da mulherada. Os laços são dos mais variados tamanhos e estilos. Podem ser finos ou grossos, em formato de fivela ou simplesmente em fita que faz aquele laço liso. Você escolhe o que mais combina com seu estilo.

5) Turbantes

O turbante faz parte da cultura de vários lugares do mundo e teve um papel importante na cultura Africana. É um acessório de empoderamento, resistência e ancestralidade. E claro, você pode sair por aí ainda mais linda em qualquer ocasião. Não importa se é para o trabalho, uma festa com amigos ou um jantar especial. A peça confere à mulher aquela sensação imaculada que todas nós sabemos que existe. Depende da sua personalidade e de como quer combinar o turbante no seu look. Lembre-se de manter a harmonia entre as composições e ao mesmo tempo não ter medo de ousar. 

Espero que tenham gostado das dicas. Acessórios para o cabelo estão super em alta! Use e abuse dos acessórios que mais gostar!!

Beijos..

Nat Lustosa

Nathalia, 23 anos, é advogada, mas sua paixão é o mundo da beleza – especialmente cabelo e maquiagem. Dedica seu tempo a produzir conteúdo simples e acessível, buscando ajudar as pessoas a se s...

Biotina: Para Que Serve?

14.dez.2020

A Biotina (que também pode ser chamada de Vitamina B7) faz parte das vitaminas que integram o complexo B, essas vitaminas estão relacionadas a produção de energia no nosso organismo, mantendo a saúde do nosso sistema nervoso, da pele, dos cabelos, unhas, e do intestino. Apesar das vitaminas do complexo B formarem um grupo seus benefícios são distintos. No caso da Biotina, sua função principal é no metabolismo de gordura, transformando macro nutrientes (carboidrato, proteína, e lipídeos) em energia. 

Além disso ela também pode atuar como um antiinflamatório pois a deficiência de biotina pode aumentar citocinas pró inflamatórias no nosso corpo, que contribuem no processo de inflamação.

Saúde das unhas, cabelo e pele

A Biotina é popularmente conhecida por ser boa para a saúde das unhas, cabelo e pele, sua deficiência causa queda de cabelos, afinamento dos fios e enfraquecimento das unhas, e na pele a falta de biotina pode fazer com que ela fique seca, escamosa, e com vermelhidão em volta da boca e nariz. Ainda não se sabe exatamente porque isso ocorre, e se essa vitamina está realmente ligada com a queratina que esta presente nessas áreas do nosso corpo, mas sua importância nesse aspecto da saúde do nosso corpo não é contestado.

Como encontrar e consumir a Biotina

O nosso corpo não pode sintetizar a biotina, ou seja, ela precisa ser consumida através da alimentação, podemos a encontrar em alimentos como aveia, avelã, nozes, e outras sementes. Também podemos consumir através da suplementação, e uma super dica é o nosso suplemento força, que além da biotina contém outras vitaminas que juntas atuam no nosso cabelo, pele, e unhas. 

Ah, e durante todo o mês de dezembro o suplemento força esta com 30% off no nosso site.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

5 Dicas para Cuidar das Suas Plantas

26.out.2020

Você é do time que, nessa quarentena, encheu a casa de plantas e praticamente a transformou em uma floresta? Eu sou. Nunca pensei em ter uma casa lotada de plantas, sempre botava a culpa na vida corrida. Com a quarentena esse cenário mudou e eu passei a me interessar mais.

Já tinha uma, que está comigo há anos, daí fui para outra e quando eu contei, tinha mais de 10 vasos de diferentes tamanhos espalhados pela casa. Comecei a procurar dicas em fóruns da internet e assistir workshops de como cuidar de plantas. Sim, virei a pessoa que nunca imaginava. rsrs

Existe toda uma teoria que cuidar de plantas é um processo terapêutico. Não só pelo contato com a natureza, mas o processo de cuidar delas pode ser bem relaxante. Eu particularmente adoro prestar atenção e ver as novas folhas nascendo, fico fascinada mesmo. 

Então hoje, quis dividir algumas dicas de cuidados básicos com plantas que fui aprendendo ao longo desses meses. São dicas para iniciantes mesmo, mas quero ouvir de quem tem mais experiência!

1 – A melhor forma de descobrir quando uma planta precisa de água é sentindo a terra:

A primeira vez que tentei cuidar de uma planta, eu achava que tinha que regar sempre em um dia certo, e confesso que isso me estressava um pouco porque parecia que eu tinha um compromisso inadiável. Aí, cada planta tendo uma necessidade, eu ficava meio doida com essa agenda. E me sentindo culpada caso eu esquecesse! hahaha Até que descobri que eu posso ver se as plantas precisam de água simplesmente enfiando o dedo na terra. Enfio a metade do dedo na terra, e caso ela esteja seca, eu sei que é a hora de regar. 

2 – Quanto de água a minha planta precisa?

Até eu me interessar e buscar mais informação, eu não tinha a mínima ideia de quanta água minha planta precisava. Eu enchia uma garrafinha e tentava deixar o solo todo molhado e só. Até que aprendi que o ideal é escolher uma planta que esteja em um vaso com buracos no fundo, para que tenha uma boa drenagem da água. E na hora de regar, é ir molhando a terra até que algumas gotas comecem a pingar do fundo do vaso.

Quando isso acontecer, é só esperar parar de pingar e botar novamente no lugar. Existem opções de drenagens já dentro do vaso, com argila no fundo, pedras ou até mesmo carvão, mas eu não curto porque eu não consigo ver a quantidade certa de água que estou colocando, e isso pode fazer com que eu bote mais ou menos água que o necessário. 

3 – Como identificar as minhas plantas?

Recentemente descobri um aplicativo que amei chamado Picture This. Você fotografa a planta e ele reconhece qual a espécie, te dá uma ficha completa de cuidados e até mesmo consegue identificar se a sua planta está com algum problema (como manchas, necroses ou até mesmo murchas ou secas) e te oferece soluções para salvá-la. 

4 – As plantas mais fáceis de cuidar, para quem está começando mesmo:

Se você quer ter uma planta na sua casa, mas está com um pouco de medo de começar, tem 3 que eu indico de olhos fechados, afinal, são fáceis de cuidar e ficam lindas:

– Suculentas – são bonitinhas e super fáceis de cuidar, podem ficar semanas sem água e gostam de lugares ensolarados e secos. 
– Espadas de São Jorge – são resistentes e têm fama de serem plantas que filtram energias ruins. Além disso, elas purificam o ar e ainda produzem oxigênio à noite, o que faz com que seja uma planta ótima para se ter no quarto, por exemplo.
– Zamioculcas: considerada uma das melhores plantas para se ter em ambientes internos, elas são muito fáceis de cuidar e não precisam de regas frequentes. É bom para quem não tem muito tempo disponível mas quer ter lugares verdes pela casa. 🙂

5 – Sua planta está super seca e parece não estar respondendo às regas?

Então pega essa dica de ouro para usar apenas em momentos críticos: se sua planta está em um vaso com furo embaixo, encha um recipiente com água e coloque o pote com a planta por cerca de 30 minutos ali. Assim, as raizes vão absorver a água por baixo e a planta vai reviver das cinzas. É bem milagroso, mas como disse, é apenas para momentos críticos! 

Bem, essas foram as minhas dicas e espero que vocês tenham gostado! Se quiserem saber mais sobre plantas de alguém com mais experiência, encham a Luciellen Assis – a outra embaixadora digital de Bio – porque ela é a rainha das plantas!

E aí? Quais são as suas dicas? 

Um beijo!

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, sempre...

Carregar Mais