Naturalmente Bonita

Movimento Setembro Verde incentiva a comer mais frutas e vegetais

12.set.2018

Você come frutas e vegetais diariamente? Se sim, será que consome o suficiente? A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que devemos ingerir no mínimo 400g de frutas e hortaliças por dia. No entanto, o consumo médio no Brasil é de 145g por dia, muito abaixo das recomendações.

Nesse cenário, com o objetivo de desenvolver ações para incentivar o consumo de frutas e de vegetais, foi criado o Movimento Setembro Verde. A ideia da campanha é conscientizar mais pessoas sobre a necessidade de adotar hábitos alimentares mais saudáveis.  

Mas o que isso tem a ver com beleza, Nanda Cury?

A beleza é um reflexo externo de como tratamos o nosso corpo por dentro. Uma alimentação adequada reflete em mais hidratação para a pele e um cabelo mais saudável, por exemplo. Isso quer dizer que os cosméticos que usamos apenas complementam o nosso autocuidado.  

Listei algumas dicas para quem quer se desafiar a comer mais frutas e vegetais, a partir de agora:

Coma frutas no café da manhã

Elas são os alimentos ideais para o desjejum, pois são ricas em água, vitaminas e fibras, além disso, fornecem energia rapidamente.

.

Descasque mais, desembale menos

As frutas já vêm naturalmente embaladas, portanto, são o melhor lanche para carregar na bolsa ou na mochila.

.

Faça compras semanais em feiras livres, quitandas e hortifrutis.

Assim você mantém o foco em comprar alimentos in natura (lembre de levar a sua sacola reutilizável na bolsa).

.

Troque o refrigerante por água saborizada com pedaços de frutas

É só picar suas frutas favoritas dentro de uma jarra com água e guardar na geladeira.

.

Inclua saladas nas refeições

Cultive o hábito de comer saladas com folhas frescas e vegetais crus. Seja como acompanhamento ou como prato principal, comer mais folhas e vegetais é necessário para uma boa digestão e para absorver nutrientes essenciais desses alimentos. Capriche na escolha dos ingredientes, misture frutas e folhas e delicie-se!

.

Experimente trocar uma refeição de comida cozida por uma enorme salada de frutas

.

Considere a alimentação vegana

Está provado que a alimentação vegana, baseada em alimentos integrais como frutas e hortaliças, fornece todos os nutrientes que precisamos, além de preservar a vida dos animais e o meio ambiente. Se quer melhorar os seus hábitos alimentares, procure incluir o máximo de frutas e de hortaliças que puder. E, se precisar de ajuda, procure um médico ou nutricionista para orientar a sua transição alimentar.

.

Compartilhe as suas conquistas

Que tal usar as redes sociais para celebrar cada vitória e ainda inspirar mais pessoas a fazerem o mesmo? As fotos das frutas e das saladas são supercoloridas e chamam bastante atenção. Compartilhe os seus novos hábitos nas redes sociais com a hashtag #movimentosetembroverde e marque @nandacuryx  no Instagram.

.

Vamos comer melhor? A ideia é começar em setembro, mas pode continuar a para a vida toda.

Criou o Blog das Cabeludas, Crespas e Cacheadas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil (2015). Ambas iniciativas tem objetivo de empoderar mulheres a aceitarem seu cabelo natural. É bacharel em Relações Internacionais, Vegana e especialista em Marketing Digital.

Nanda Cury

Criou o Blog das Cabeludas, Crespas e Cacheadas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil (2015). Ambas iniciativas tem objetivo de empoderar mulheres a aceitarem seu...

PICNIC FRUGI – o piquenique saudável, com frutas

6.jul.2018

Sabemos que as frutas e os vegetais integrais são os alimentos mais saudáveis do mundo e que deveriam fazer parte da alimentação diária de todas as pessoas. No entanto, uma pesquisa recente revelou que apenas 40% dos brasileiros consomem frutas e hortaliças diariamente. E, mesmo entre os que consomem, estamos abaixo da quantidade mínima recomendada pela Organização Mundial de Saúde.

Desde que me tornei vegana e passei a consumir mais frutas e vegetais crus, notei uma melhora na qualidade de vida como um todo. Me sinto mais disposta, menos estressada e com muito mais energia. Além disso, a digestão é otimizada e isso significa que a pele e o cabelo ficam maravilhosos! Não é à toa, já que inúmeros estudos de universidades renomadas mostram que consumir diariamente alimentos frescos e integrais está associado a mais saúde e longevidade, além da prevenção de diversas doenças.

Quem me acompanha nas redes sociais sabe que compartilho diariamente a paixão pelas frutas e pelos vegetais e o meu estilo de vida natural, para incentivar as pessoas a adotarem hábitos alimentares mais saudáveis. Num mundo com influenciadores de diversos assuntos, fico feliz por conectar temas como alimentação e beleza natural.

Quando estava pensando em uma maneira de expandir a minha influência para o mundo “offline”, me deparei com uma foto, no Instagram da Bio Extratus, do bate-papo sobre autoestima.

Inspirada, decidi criar o PICNIC FRUGI, um piquenique vegano e frugívoro, com o objetivo de incentivar as pessoas a comerem mais frutas e vegetais crus, ao menos um dia da semana. A ideia ganhou adeptos e o evento tem acontecido semanalmente, em parques e praças de São Paulo. Realizar encontros ao vivo, para incentivar uma vida mais consciente e equilibrada, num mundo em que a nossa principal conexão com as pessoas tem sido através da internet, é uma forma de resistir e de aprofundar as trocas e os aprendizados.

Agradeço a Bio Extratus por apoiar a primeira edição do evento, enviando kits da linha vegana Botica Cachos e Botica Henna para sorteio, além de uma linda cesta de frutas. Todo mundo adora ganhar presentes e acredito que esse é mais um incentivo para as pessoas conhecerem o universo vegano, da alimentação aos cosméticos naturais. Gratidão e até a próxima!

Criou o Blog das Cabeludas, Crespas e Cacheadas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil (2015). Ambas iniciativas tem objetivo de empoderar mulheres a aceitarem seu cabelo natural. É bacharel em Relações Internacionais, Vegana e especialista em Marketing Digital.

Nanda Cury

Criou o Blog das Cabeludas, Crespas e Cacheadas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil (2015). Ambas iniciativas tem objetivo de empoderar mulheres a aceitarem seu...

Minha cirurgia de blefaroplastia

25.jun.2018

Oi, gentyyyyy… Como vocês estão? Hoje vamos falar sobre blefaroplastia, um assunto que muitas podem ver apenas como algo ligado à estética, mas posso garantir que vai muito além disso. Devemos avaliar também a questão da autoestima que pode mudar a vida de uma pessoa por completo, assim como está sendo comigo. Vou explicar de uma forma simples para que seja mais fácil compreender, pois quero contar toda a experiência antes, durante e depois da minha cirurgia.

Meu olho é bem pequeno e essa estrutura não se pode mudar. Porém, eu tinha aquela pele da pálpebra em excesso, o que, com o passar dos anos, acabou provocando um incômodo na hora da maquiagem. Meu côncavo não colaborava e quase nunca a sombra ficava em evidência, algo que me deixava sem ânimo na hora de me maquiar.

Busquei durante dois anos saber tudo sobre a cirurgia de blefaroplastia, quais seriam os benefícios em potencial e pesquisei até me sentir segura com um bom profissional para realizar o procedimento. Afinal, trabalho com minha imagem e me provocava muita preocupação a hipótese de algo não sair como eu gostaria.

Bom, após muitas pesquisas e conversas, encontrei o médico que me deixou supersegura e encorajada a realizar a blefaroplastia. Meu procedimento foi na clínica mesmo e durou em torno de uma hora e meia. A anestesia foi local e não senti nadinha, nem dor, nem desconforto, ou seja, foi supertranquilo.

Fui orientada sobre o pós-operatório a fazer compressas com chá de camomila a cada duas horas e tomar os medicamentos que foram receitados pelo médico. Na verdade, eu me recuperei muito rápido e não tive nenhuma sensação de dor extrema. Algo que fez muita diferença foi a crioterapia (gelo) durante as primeiras 48 horas para diminuir o processo inflamatório local. Após 7 dias, retirei os pontos e após 10 dias passei minha primeira maquiagem no novo côncavo. Digamos que foi o momento mais feliz desde que decidi realizar o procedimento. O excesso de pele que havia na pálpebra superior foi retirado e, mesmo estando inchada, já pude notar um resultado superbacana. A cicatriz ficará quase imperceptível, e não se poder ter pressa, pois o inchaço maior começa a sumir mesmo após 2 meses e a recuperação completa se dá após 6 meses.

Vou colocar a seguir fotos da evolução, mesmo que ainda esteja bem recente. Aguardem que daqui 6 meses quero voltar e mostrar com mais detalhes o resultado final. E você que deseja mudar algo, pesquise muito e converse com várias pessoas sobre sua vontade, jamais esquecendo de sentir-se supersegura com um profissional que tenha ótimas recomendações.

.

Bjinhos…

.

Nath Blog

Ariana, 28 anos, fisioterapeuta por formação e apaixonada por moda, beleza, viagens e diversão. Dedica seu tempo exclusivamente ao blog, youtube e redes sociais (sua paixão). Busca conectar leitoras com informações simplificadas de beleza e cotidiano, falando diretamente sobre assuntos diversificados e interagindo pela web.

Nathi Ferreira

Ariana, 28 anos, fisioterapeuta por formação e apaixonada por moda, beleza, viagens e diversão. Dedica seu tempo exclusivamente ao blog, youtube e redes sociais (sua paixão). Busca conectar leitor...

Tapioca ou crepioca? Qual a melhor opção?

18.jun.2018

Muito se fala sobre o consumo da tapioca em substituição aos pães, quando o assunto é perda de peso. Porém, o que muita gente não sabe é que a tapioca tem um índice glicêmico alto (praticamente similar ao açúcar), quase não tem fibras e pode comprometer um programa de perda de peso se não for usada corretamente.

Quando queremos perder peso, o mais recomendado é usarmos alimentos de baixo índice glicêmico. Nesse caso, uma alternativa interessante seria, por exemplo, a crepioca (1 colher de sopa de goma de tapioca + 1 ovo + 1 colher de sopa de cottage). Se você colocar um pouco de linhaça ou chia (gorduras do bem), melhor ainda!

 

Adicionando proteínas e gorduras boas, conseguimos reduzir o índice glicêmico da preparação, reduzindo picos de insulina que podem aumentar as chances de você acumular gordura.

O importante é adequar o seu plano alimentar e fazer isso de forma orientada, sem que você deixe de comer as coisas que gosta. Lembre-se que o impacto que o alimento tem no seu organismo faz toda a diferença para que você consiga alcançar seus objetivos.

Portanto, na grande maioria dos casos (porque em dieta tudo depende!) a crepioca costuma ser uma melhor opção para aquelas pessoas que buscam reduzir o peso corporal.

 

Consulte sempre seu nutricionista!

Nutricionista formada na UNI-BH, Renata sempre se preocupou com a forma física e com hábitos alimentares saudáveis. Possui cinco pós-graduações concluídas e uma em curso – em Manejo Nutricional na Cirurgia Bariátrica. Fez diversas especializações relacionadas à obesidade (incluindo aulas de culinária), preparando-se para oferecer um tratamento completo, eficaz e o mais importante: duradouro.

Renata Rodrigues

Nutricionista formada na UNI-BH, Renata sempre se preocupou com a forma física e com hábitos alimentares saudáveis. Possui cinco pós-graduações concluídas e uma em curso – em Manejo Nutricion...

Como poupar a proteína ingerida?

18.maio.2018

Seja com o objetivo de ganho de massa muscular, seja para um melhor aproveitamento do organismo devido a uma condição clínica específica, seja pelo que for: muitas pessoas querem saber como não desperdiçar a proteína que ingerem.

A proteína é um nutriente nobre; assim, o ideal é utilizá-la para funções igualmente importantes, como a construção de hormônios e a manutenção da massa muscular.

 

 

No entanto, ao ingerir menos proteínas do que o necessário, ela é destruída e transformada em carboidrato e gordura. Isso ocorre porque o cérebro não pode ficar sem carboidrato (glicose), que é seu combustível principal. Na falta dele, o organismo recorre à proteína muscular como fonte energética.

Portanto, se você quiser poupar a proteína que ingere, é fundamental comer alimentos que contenham bons carboidratos, de forma geral, nas três principais refeições do dia.

A forma de escolher esses carboidratos e a distribuição adequada deles no seu plano alimentar deverá ser feita sempre pelo nutricionista, que é o profissional mais adequado para lhe ajudar.

Fique atento!

 

Nutricionista formada na UNI-BH, Renata sempre se preocupou com a forma física e com hábitos alimentares saudáveis. Possui cinco pós-graduações concluídas e uma em curso – em Manejo Nutricional na Cirurgia Bariátrica. Fez diversas especializações relacionadas à obesidade (incluindo aulas de culinária), preparando-se para oferecer um tratamento completo, eficaz e o mais importante: duradouro.

Renata Rodrigues

Nutricionista formada na UNI-BH, Renata sempre se preocupou com a forma física e com hábitos alimentares saudáveis. Possui cinco pós-graduações concluídas e uma em curso – em Manejo Nutricion...

Carregar Mais