Naturalmente Bonita

Qual a Importância do Ph dos Produtos para Cabelo?

Muito provavelmente você já olhou para o rótulo de um produto e se perguntou qual a utilidade REAL da indicação de Ph destacada ali. Afinal de contas, como essa informação pode te ajudar a escolher os melhores produtos para a sua rotina capilar?

É comum que você ainda não entenda exatamente para que serve o Ph, porque essa uma medida técnica que indica uma potência química dos produtos e pouco se discute sobre a sua importância. Mas hoje eu vou descomplicar essa história e te fazer entender qual o melhor Ph para cada etapa de tratamento.

O que é PH e qual a sua importância?

O que chamamos de Ph, nada mais é, que uma sigla para o termo químico ‘Potencial Hidrogeniônico’. Isso significa que o Ph é uma escala capaz de medir a concentração de íons H+ dentro de uma substância, indicando assim se essa é uma solução é ácida, neutra ou alcalina. A régua do Ph varia entre 1 e 14, tendo o 7 como número que representa o ponto neutro. Abaixo de 6,9 estaremos falando de substâncias ácidas e acima de 7,1 substâncias alcalinas. Veja:

Antes de começarmos relacionar essas informações com a sua rotina capilar, você precisa saber que a queratina natural do seu cabelo apresenta um Ph baixo, negativo, marcado geralmente em 4,5. 

Todas as substâncias com Ph baixo ou negativo, como acontece geralmente com o pós shampoo, os condicionadores e finalizadores, têm a capacidade de alinhar ou selar as cutículas da sua estrutura capilar, porque elas são as que mais se aproximam da escala de Ph natural da queratina do seu fio.

E o exato oposto acontece com as substâncias de Ph alto, positivo. Elas são responsáveis por abrir ou levantar as cutículas, como o seu shampoo e até mesmo um produto descolorante, que precisa abrir sua cutícula para remover o pigmento. As cargas positivas de um shampoo, por exemplo, conseguem “brigar” com as cargas negativas na sua estrutura capilar e dessa forma levantam as cutículas.

Como entender qual o melhor Ph para cada produto?

A ideia de descobrir o Ph de um produto e usá-lo de forma inteligente é identificar qual o balanceamento que precisa ser feito para que a estrutura natural e saudável ao fio seja mantida, nem muito ácido, nem muito alcalino. É por isso que não devemos usar shampoo sem o acompanhamento de máscaras ou condicionadores na sequência. Além de penetrar ativos e renovar os elementos necessários à saúde do interior da fibra capilar, esses produtos vão fazer esse movimento importantíssimo de alinhamento para finalizar o tratamento.

O uso em excesso de produtos com cargas muito altas, como as superiores ao Ph 8,0 (encontradas em químicas descolorantes e alisantes, por exemplo) pode inclusive trazer consequências como a opacidade dos fios e o aparecimento de pontas duplas.

Conseguiu entender a importância dessa escala para a sua rotina capilar? Lembra sempre que a regra é o equilíbrio e não esquece de fazer esse combinadinho de produtos que se completam e tornam o seu tratamento eficaz.

 

Um beijo e até a próxima ;*

Joicy Eleiny

Joicy Eleiny, pernambucana nascida no interior e morando na capital. 21 anos, mulher negra, crespa e LGBT compartilhando empoderamento e provocando discussões acerca de suas lutas principalmente atra...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *