Naturalmente Bonita

Como Realizar Nossas Metas de 2020?

Você é uma dessas pessoas que cria metas para o ano novo? Bom, eu sou. Pra mim o fim de um ano é o encerramento de um ciclo que dá espaço a um novo começo. 2020 está chegando e, com ele, a virada não só de um ano, mas de uma década. Muita coisa para se botar na balança, eu sei, mas não é sobre isso que vim aqui falar. 

metas ano novo

Hoje quero falar com metas frustradas. Sabe? Aquelas que a gente faz todo ano, mas conseguimos cumpri-las apenas nos 2 primeiros meses? 

Pois bem, vim aqui lembrar que a vida é um eterno meme de “expectativa x realidade”.

Por isso acredito que, antes de tudo, é fundamental ajustarmos expectativas. Para começar, ninguém consegue mudar em apenas 12 meses padrões de comportamento que estão aí há décadas. Mas podemos criar métodos pra tentar chegar lá. 

Então, para 2020, eu queria trazer a possibilidade de pensarmos em metas mais realistas. Buscando transformações de uma maneira sustentável, que a gente consiga levar pra nossa vida sem muito sofrimento. Criando novos hábitos cada vez mais condizentes com a vida que queremos viver. 

Que tal aproveitarmos a chegada de 2020 para lançarmos um novo olhar sobre antigas metas?

Por exemplo, se sua meta for emagrecer.

Você já pensou em fazer isso de uma maneira menos cruel ou sofrida? Talvez você leve mais tempo, mas se seu plano for sustentável (ou seja, fácil de você sustentar vivê-lo por mais tempo) você terá mais chances de êxito.

Num mundo onde a culpa engorda e a ditadura da magreza nos adoece mental e emocionalmente, acho que quem deseja realmente emagrecer pode ajustar o “como fazer isso” na meta. Ao invés de perder muitos quilos em pouco tempo, pode ser possível procurar ajuda e conquistar uma mudança alimentar. Fazendo transformações viáveis, que não levem a sofrimento ou culpa e não te deixe constantemente com vontade de furar a dieta. 

No meu caso, aprendi a mudar meu olhar com uma nutricionista especializada em comportamento alimentar. Nos preocupamos menos com o que eu como, mas analisamos demais o porquê eu como. Estudando e aprendendo sobre a forma como me relaciono com a comida, tenho visto minha vida mudar. Talvez essa seja uma forma de sustentar. 

Se sua meta de 2020 é fazer mais exercício, o raciocínio da consciência é o mesmo.

Entender a razão que nos faz parar pode ser mais importante do que qual nova atividade nos faz parar. 

Ao invés de pensar quais são os exercícios da moda, que queimam mais calorias ou que rendem boas fotos no Instagram, você já pensou em se exercitar por prazer? Essa é a fórmula mágica de toda pessoa que se mantém fisicamente ativa NO LONGO PRAZO. Para alguns o prazer vem depois do exercício. Para outros é preciso ter o prazer durante. Nesses casos, buscar algo que mexa com sua alegria, lúdico ou consciência corporal pode ajudar.

Não busque o exercício perfeito da teoria que você criou, procure aquele que pode ser feito na vida que você vive hoje! Não importa se você quer emagrecer ou não, tampouco a forma do seu corpo, mas combater o sedentarismo dentro de nós é uma questão de saúde. 

Pra mim por exemplo, dança e yoga são práticas que me trazem alegria e conquistas sustentáveis. Então na minha lista de metas para 2020 não estará crossfit, por exemplo. Pretendo investir um tempo em mim, fazendo atividades que me ajudarão na saúde mental, no controle do estresse e na consciência corporal.

Pensar em malhar de maneira tradicional 5 vezes na semana me paralisa. Mas buscar atividades que me darão vários outros ganhos, não. O que importa é fazer. Não fazer perfeito. E a frequência é algo para entrar nesse mesmo raciocínio. Comece com compromissos pequenos do tipo 150 minutos de qualquer atividade física por semana e fique à vontade para dividir esse tempo na sua agenda com o que achar mais agradável. Te garanto que assim fica mais fácil começar.

O problema não está na meta.

A altura do campeonato, você já se deu conta de que eu não irei apresentar uma fórmula mágica para nossas resoluções de 2020, não é mesmo? Meu objetivo com esse texto é outro, é nos fazer pensar. 

Um olhar mais consciente sobre as razões pelas quais não alcançamos todas as nossas metas pode ajudar no processo de mudarmos de vez. O autoconhecimento nos faz mais autorresponsáveis pelas nossas escolhas, trazendo pra gente um entendimento maior do porquê somos tantas vezes nossas maiores auto sabotadoras. 

 Por exemplo, se sua meta é gastar menos dinheiro, entender o motivo pelo qual você compra muito ou desperdiça pode ser um caminho pra organizar um novo método para poupar. 

metas ano novo

Todo mundo que conheço que atingiu grandes feitos, fez muitas pequenas coisas antes. Todo processo se dá durante a jornada e não só no resultado final. Sonhos sustentáveis são aqueles que fazemos viáveis. 

Mas não se iluda. O autoconhecimento não vem pra gente justificar o que não dá certo, por mais que isso seja uma consequência natural do processo. Ele chega pra gente olhar pra dentro de nós o que podemos de verdade mudar pra podermos transformar nosso novo ano em metas que VAMOS realizar. Não importa se seja 2020, 2021 ou o ano que seja.

E aí? Quais são as suas metas para 2020? Feliz ano novo! 

Joana Cannabrava

Carioca solteira no Rio de Janeiro, libriana, viciada em produtos de cabelo, e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de r...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *