Naturalmente Bonita

Beneficios do Coco no Cabelo e no Corpo

undefined

Nativo brasileiro, o coco é uma fruta muito conhecida por ser aproveitada por completo, rica em gorduras boas, trazendo energia ao nosso organismo, melhorando o trânsito gastro intestinal, fortalecendo o nosso sistema imunológico, mil maravilhas. 

O seu consumo e o valor nutritivo vão variar de acordo com a maduração da fruta, quando verde ele é rico em sais minerais, como potássio, sódio, cloro e fósforo fazendo com que a famosa água de coco funcione como uma excelente bebida isotônica para um pós-treino, ou até mesmo para ajudar seu corpo a se recuperar de uma desidratação, como acontece quando estamos com dengue.  

Quando consumido como alimento, o coco também ajuda a combater os danos causados pelos radicais livres, devido a presença de algumas vitaminas como o Complexo B e a vitamina C, ajudando a prevenir doenças como Parkinson, Alzheimer, e alguns tipos de câncer. 

O coco como alimento 

undefined

Além de podermos consumir a fruta in natura, seja através de da água ou da polpa hoje existem muitas opções para todos os tipos de gosto, o leite de coco, por exemplo, é conhecido a muitos anos na gastronomi, e é uma opção para vegetarianos ou pessoas com restrições a lactose, hoje em dia já é possível encontrar até leite em pó. 

No caso do açúcar de coco, ele não é feito da fruta acredita? Mas sim do coqueiro. O coqueiro solta uma seiva que se cristaliza quando seca, formando um pó de sabor doce, é uma opção um pouco mais saudável para quem quer variar do açúcar tradicional, lembrando que esse açúcar não é ideal para quem é diabético ou contém restrições de açucares na alimentação. 

Para quem tem restrições ao glúten temos a farinha de coco, que é feita com o que sobra do bagaço da polpa após a extração do leite, rica em fibras, casando com todo tipo de receita que você imaginar, como bolos, tortas, pães e massas. 

No caso do consumo do óleo de coco na alimentação é tudo muito polemico, porque alguns estudos mostraram que não é tão bom assim para frituras, ou o consumir diariamente, oficialmente isso ainda não é uma ciência exata, porque existem muitos estudos em andamento e cada dia encontramos mais informações, fazendo com que alguns profissionais acabem discordando inclusive sobre a sua utilização. Se que se você faz questão de consumir na sua rotina, faça isso com moderação e cuidado, principalmente se você tiver algum problema de saude relacionado a restrições de gorduras, porque ele pode elevar suas gorduras ruins. E se for consumir de preferencia a utiliza-lo em preparações cruas.  

Coco como cosmético 

Quando falamos sobre usar utilizarmos ele como cosmético, ou em cosméticos, a primeira coisa que vem na cabeça é sempre o famoso óleo de coco certo? Nesse caso o óleo faz jus a sua fama, e ninguém pode discordar, ele pode ser aplicado no cabelo, na pele, unhas enfim, mil e uma utilidades, apesar de ser um óleo nosso corpo o absorve bem, sem deixar aquele aspecto gorduroso sendo utilizado para, tratar e prevenir, estrias, grandes ressecamentos como rachaduras na pele, queimaduras, etc.  

undefined

No cabelo ele é um ótimo repositor de nutrientes, através da umectação dos fios, processo conhecido na etapa de nutrição dos fios de cabelo, perfeito para quem faz o cronograma capilar, ou só quer manter o cabelo saudável sem frizz e com muito brilho, você pode utilizar ele direto nos fios de cabelo ou adicionar algumas gotas em suas mascaras de cabelo. Minha dica é o nosso óleo de coco da linha umectante, que é toda feita com coco, com alta emoliência, nutrindo, hidratando e promovendo vida e saude aos fios. Caso você queria conhecer um pouco mais sobre nossa linha umectante clique aqui.  

undefined

Agora é só aproveitar o coco, seja como alimento ou cosmético. Se você gostou desse conteúdo vem conferir os meus outros clicando aqui.

Samar Assal

Samar Assal, mas pode ser só Sah, goiana, filha de libanes, nutricionista. Ama gatinhos, viagens, bolo e cabelo ruivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *