Ano novo, cabelo novo!

Oie!

Começamos o ano e, desta vez, não vim falar de mim, Maraisa Fidelis. Hoje falo da minha mãe! Sim: Edna Fidelis, mais conhecida como Mamãe Diva (por que Mamãe Diva Maraisa? Porque é só olhar para ela e vocês verão a plenitude! Minha mãe é uma diva Braseeeeel! HAHHAHAHAHA. Tá, falando sério eu não sei quando e por que eu e minha irmã começamos a chamá-la assim; só sei que ficou).

A história começa lá em 2013, setembro, quando eu fiz o meu big chop (ou grande corte – quando se tira toda a química dos fios). Estava sozinha no salão, sem meu namorado ou minha mãe para me apoiar. Cheguei em casa, sentei no chão, coloquei a cabeça nos joelhos da mamãe, que estava sentada no sofá, e desabei a chorar. Me achei feia, me senti péssima. Naquele momento, minha feminilidade tinha escoado pelo ralo; meu lado feminino estava no cabelo! Como eu faria?

Mamãe ficou tão mal que cogitou cortar o cabelo dela igual ao meu. Mãe é mãe, né? Mas no dia seguinte eu já estava outra pessoa e pronta para encarar a saga dos fios naturais. Mamis continuou com a química.

– Pausa para entender a química no meu cabelo e no cabelo de mamãe –

Eu já usei diversas químicas no cabelo: relaxamento, permanente e alisamento. Minha mãe sempre usou uma: henê. O henê é tenso porque nada vai com ele! É uma das químicas mais fortes e incompatíveis. Porém, desde quando me conheço por gente, mamãe tinha os fios alisados pelo henê. Foram 28 anos dessa dependência.

De 2013 pra cá, eu conversei com mamãe diversas vezes para ela deixar o cabelo natural, mas e o medo? E o receio de não saber cuidar? E a coragem de cortar a química ou ficar com duas texturas? Aproximadamente no meio de 2017, ela decide largar o henê e começa a transição.

Neste período, ela só usou a linha Força com Pimenta. O foco era fazer o cabelo crescer e ao mesmo tempo deixá-los fortes. Toda a linha foi pensada para o crescimento dos fios, o legal é que tem embalagens de diversos tamanhos e, como seria um tempo grande de transição, optamos pelas apresentações de 1kg. Foi sucesso de audiência. Mamãe percebeu que os fios novos vinham mais fortes e começou a ver qual o formato deles. Além disso, viu brilho e um crescimento mais rápido do que o habitual.

Chegamos no final do ano, dezembro, mês do aniversário da mamãe e lá vamos nós no salão: ela cortou! Sinceramente? Eu achei que na hora ela não cortaria. VINTE E OITO ANOS cuidando do cabelo da mesma forma é tempo! Mudar assim, depois dos cinquenta, requer muita, mas muita coragem e determinação. Digo isso porque a época é diferente. Por mais que mamãe seja minha melhor amiga, ela viveu muito mais e cresceu num mundo completamente diferente. Mudar é preciso, mas também doloroso. Principalmente quando envolve a nossa imagem e autoestima.

Entretanto, me enganei e ela cortou. Sim, eu vi o medo nos olhos dela. Medo de como cuidar depois daquele momento, medo de não se reconhecer no espelho, medo do papai não gostar do corte (mamãe e papai são muito grudados e cada passo dado, um conta pro outro. Isso é assunto para outro momento, uma relação tão fofa que eu me divirto! hahahhahha). No fundo, o medo era do desconhecido, de ver o cabelo natural novamente e saber cuidar. Mas mamãe esqueceu de uma coisa, né? OLHA A FILHA QUE ELA TEM!

Então, lá vamos nós alternar as linhas! Sim, eu adoro fazer isso: alternar linhas em uso no cabelo. Agora mamãe usa Força com Pimenta e Botica Cachos Perfeitos. Ainda queremos estimular o crescimento dos fios e, em alguns momentos, “pegar leve” na lavagem com um shampoo sem sulfato ou mesmo co wash. O finalizador é Botica Cachos Perfeitos, para estimular os cachinhos de mamis.

Sabe o mais legal disso tudo? Que o cabelo da mamãe é completamente diferente do meu! Ela possui cachos mais abertos e não tão secos. Meus cachos são bem miúdos e às vezes zigues-zagues, fora que eu preciso de produtos com bastante óleo para um resultado bom, além de uma grande quantidade de finalizador. Já no cabelo dela, usamos bem menos para um bom resultado e com brilho absurdo!

E que seja bem vindo o ano de 2018, com cabelo novo e muitos cuidados. Por hora mamis parou de tingir, mas quando ela voltar, lá vamos nós com a Pós-Coloração. \o/

Lembrando que NÃO IMPORTA o que você faz no seu cabelo. Eu sempre gosto de deixar isso claro. Você pode usar química ou não; deixar alisado ou cacheado; relaxado ou natural; ninguém tem nada com isso. A única coisa que eu indico é: cuide dos seus fios e seja feliz com seu espelho!

Mamis tá feliz e foi tudo no tempo dela. <3

Beijos

Deixe seu comentário