Naturalmente Bonita

5 Dicas para Cuidar das Suas Plantas

Você é do time que, nessa quarentena, encheu a casa de plantas e praticamente a transformou em uma floresta? Eu sou. Nunca pensei em ter uma casa lotada de plantas, sempre botava a culpa na vida corrida. Com a quarentena esse cenário mudou e eu passei a me interessar mais.

Já tinha uma, que está comigo há anos, daí fui para outra e quando eu contei, tinha mais de 10 vasos de diferentes tamanhos espalhados pela casa. Comecei a procurar dicas em fóruns da internet e assistir workshops de como cuidar de plantas. Sim, virei a pessoa que nunca imaginava. rsrs

Existe toda uma teoria que cuidar de plantas é um processo terapêutico. Não só pelo contato com a natureza, mas o processo de cuidar delas pode ser bem relaxante. Eu particularmente adoro prestar atenção e ver as novas folhas nascendo, fico fascinada mesmo. 

Então hoje, quis dividir algumas dicas de cuidados básicos com plantas que fui aprendendo ao longo desses meses. São dicas para iniciantes mesmo, mas quero ouvir de quem tem mais experiência!

1 – A melhor forma de descobrir quando uma planta precisa de água é sentindo a terra:

A primeira vez que tentei cuidar de uma planta, eu achava que tinha que regar sempre em um dia certo, e confesso que isso me estressava um pouco porque parecia que eu tinha um compromisso inadiável. Aí, cada planta tendo uma necessidade, eu ficava meio doida com essa agenda. E me sentindo culpada caso eu esquecesse! hahaha Até que descobri que eu posso ver se as plantas precisam de água simplesmente enfiando o dedo na terra. Enfio a metade do dedo na terra, e caso ela esteja seca, eu sei que é a hora de regar. 

2 – Quanto de água a minha planta precisa?

Até eu me interessar e buscar mais informação, eu não tinha a mínima ideia de quanta água minha planta precisava. Eu enchia uma garrafinha e tentava deixar o solo todo molhado e só. Até que aprendi que o ideal é escolher uma planta que esteja em um vaso com buracos no fundo, para que tenha uma boa drenagem da água. E na hora de regar, é ir molhando a terra até que algumas gotas comecem a pingar do fundo do vaso.

Quando isso acontecer, é só esperar parar de pingar e botar novamente no lugar. Existem opções de drenagens já dentro do vaso, com argila no fundo, pedras ou até mesmo carvão, mas eu não curto porque eu não consigo ver a quantidade certa de água que estou colocando, e isso pode fazer com que eu bote mais ou menos água que o necessário. 

3 – Como identificar as minhas plantas?

Recentemente descobri um aplicativo que amei chamado Picture This. Você fotografa a planta e ele reconhece qual a espécie, te dá uma ficha completa de cuidados e até mesmo consegue identificar se a sua planta está com algum problema (como manchas, necroses ou até mesmo murchas ou secas) e te oferece soluções para salvá-la. 

4 – As plantas mais fáceis de cuidar, para quem está começando mesmo:

Se você quer ter uma planta na sua casa, mas está com um pouco de medo de começar, tem 3 que eu indico de olhos fechados, afinal, são fáceis de cuidar e ficam lindas:

– Suculentas – são bonitinhas e super fáceis de cuidar, podem ficar semanas sem água e gostam de lugares ensolarados e secos. 
– Espadas de São Jorge – são resistentes e têm fama de serem plantas que filtram energias ruins. Além disso, elas purificam o ar e ainda produzem oxigênio à noite, o que faz com que seja uma planta ótima para se ter no quarto, por exemplo.
– Zamioculcas: considerada uma das melhores plantas para se ter em ambientes internos, elas são muito fáceis de cuidar e não precisam de regas frequentes. É bom para quem não tem muito tempo disponível mas quer ter lugares verdes pela casa. 🙂

5 – Sua planta está super seca e parece não estar respondendo às regas?

Então pega essa dica de ouro para usar apenas em momentos críticos: se sua planta está em um vaso com furo embaixo, encha um recipiente com água e coloque o pote com a planta por cerca de 30 minutos ali. Assim, as raizes vão absorver a água por baixo e a planta vai reviver das cinzas. É bem milagroso, mas como disse, é apenas para momentos críticos! 

Bem, essas foram as minhas dicas e espero que vocês tenham gostado! Se quiserem saber mais sobre plantas de alguém com mais experiência, encham a Luciellen Assis – a outra embaixadora digital de Bio – porque ela é a rainha das plantas!

E aí? Quais são as suas dicas? 

Um beijo!

Carla Paredes

Carioca morando em Nova York, mãe do Arthur e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de moda, beleza e autoestima, sempre...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *