Naturalmente Bonita

Você Sabe Quais São os Danos Capilares?

Sabe quando você sente que seu cabelo está estranho, opaco ou difícil de pentear? Provavelmente, ele está danificado e precisando de algum cuidado e tratamento especifico. Os efeitos visuais e sensoriais do dano, como as famosas pontas duplas, falta de brilho, ressecamento, entre outros, são o resultado de danos acumulados com o tempo e de fatores externos.

Mas que danos os seus fios podem estar sofrendo, sem você saber muitas vezes para procurar os cuidados necessários para ficar com a saúde do seu cabelo em dia? Muitas pessoas acreditam que os danos capilares são causados apenas pelo o uso de química ou devido ao uso de uso de ferramentas de calor, como a chapinha, secador e babyliss, porém existe vários outros fatores que irei te contar nesse post que podem contribuir para causar algum dano nas suas madeixas.

Vamos lá? 

Danos Químicos

Todos os tipos de tratamentos químicos como tintura, luzes ou reflexo, alisamento, escova progressiva, japonesa ou definitiva, permanente, alongamento ou apliques ressecam o cabelo e modificam a estrutura natural das cutículas. São verdadeiros ”vilões” para a saúde do cabelo.

Os alisamentos, progressiva e permanentes rompem a camada superficial dos fios e chegam até o córtex, quebrando as pontes de enxofre e alterando a estrutura natural do cabelo para uma nova forma. Esse processo retira a camada protetora da cutícula (responsável pelo brilho e textura) e a capacidade de reter a umidade (responsável pela hidratação) dos fios.

Já as tinturas causam danos permanentes à camada protetora de lipídios da superfície do fio, fazendo com que o cabelo fique exposto a fatores externos, e se sinta notavelmente frágil, quebradiço e sem brilho ou maciez (pois a gordura dos lipídios é o que proporciona esse benefício).

 

Danos Ambientais 

A exposição constante a elementos como o mar (sal), piscina (cloro e ozônio), poluição  e até mesmo a umidade ambiental pode abrir poros e cutículas deixando-os expostos a danos, afetando diretamente as cutículas desde a raiz, fazendo com que se rompam. Esse processo causa frizz, ressecamento e aparência danificada.

Já o sol, é outro vilão perigoso. A luz ultravioleta da exposição solar direta afeta a cutícula de forma similar à descoloração, tirando sua camada protetora e de retenção de umidade.Com isso, as proteínas do cabelo, especialmente a queratina, desintegram-se. Quando você vê mechas mais claras depois de um banho de sol, é um sinal de que esse processo ocorreu, os fios vão estar ressecadas e com aspecto esponjoso.

 

Influências Mecânicas

Estão incluídos o pentear/desembaraçar e o uso de ferramentas de calor, como secador, chapinha, babyliss. Estes métodos podem danificar as cutículas levando ao seu rompimento, a famosa quebra do fio. O cabelo úmido é particularmente mais suscetível uma vez que as cutículas encontram-se expandidas, expondo o córtex interno.

No caso de chapinha, secador e babyliss, o calor excessivo em contato com a cutícula também rompe imediatamente a camada de proteção e retenção de hidratação do cabelo, deixando exposto o córtex e as camadas mais internas dos fios. Quando isso ocorre, o cabelo perde a capacidade de reter também suas proteínas naturais e vitaminas, pois não está mais selado. Essa deficiência na camada protetora e a ação do calor no núcleo das células faz com que os fios fervam, ressequem, quebrem facilmente e formem pontas duplas.

Além disso escovar excessivamente também pode danificar o couro cabeludo levando à perda do cabelo e em alguns casos até mesmo a alopecia .

 

Dano Físico / Saúde

Mais de 80% do cabelo é formado por uma proteína denominada de queratina. Assim sendo, uma alimentação pobre em proteínas pode dificultar o crescimento do cabelo, um cabelo sensibilizado pode ser indicador de um problema de saúde ou uma dieta pobre.

O uso de medicação pode também ter consequências diretas sobre o cabelo. Mulheres grávidas ou mulheres que tomam contraceptivos apresentam por vezes cabelos muito saudáveis devido ao elevado valor de estrogênios enquanto por exemplo o uso de quimioterapia tem um efeito tóxico sobre o cabelo e a sua renovação.

E aí, gostaram de saber mais sobre os danos capilares? Já conheciam todos eles? Comente qual dano você está precisando reparar no seu fio!

Manuela Rodrigues

Manu ou Manucita é de Goiânia e amante de gatos! Adora falar sobre beleza, comportamento e seus gatos de uma maneira divertida e com muito amor em tudo que faz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *