Meu cabelo forte como nunca

Chegamos ao final do ano e quero falar da minha experiência completa com a linha Força com Pimenta da Bio Extratus. No começo do tratamento, a intenção era exclusivamente acelerar o crescimento dos meus fios, mas descobri muito mais benefícios do que previa. Na foto, mostro a linha junto com meu novo esporte, o Muay Thai, para associar a força que ele me trouxe à força que a linha trouxe aos meus cachos. E é exatamente sobre isso quero falar no post de hoje.

Recentemente, fiz um vídeo sobre crescimento capilar e postei no meu canal (https://www.youtube.com/watch?v=DLobgylHol4&t=4s) , nele frisei bastante a importância de não somente cuidar do crescimento da raiz, mas também do comprimento, pois um é tão fundamental quanto o outro. Não faz sentido acelerar um processo e não conseguir ver resultado porque o cabelo não permanece tratado no restante do fio (sendo assim, ele cresce e quebra).

Em várias viagens que fiz com a Bio, eles sempre levavam um aparelho que aproxima a imagem do cabelo com um zoom bem grande e, assim, conseguem analisar a saúde do fio. Dá pra ver se tem pontas duplas, se está quebrado, fraco e coisas do tipo e, em todas as vezes, tive a felicidade de me deparar com meus cachos saudáveis das raízes até as pontas, mesmo sempre estando em praias, piscinas e deixando o cabelo exposto ao sol por muitas horas.

Já testei linhas e linhas para fazer esse meu cabelo crescer rápido e nenhuma delas foi tão eficaz quanto a Força com Pimenta. Ela concilia um bom crescimento com um ótimo tratamento nas pontas e tá aí a “mágica”. A linha inteira é composta com Bioxyl, pimenta e microqueratina. Desde o condicionador até a loção, todos os produtos se adequaram superbem ao meu tipo de cacho, que é um dos mais difíceis de lidar, porque perde a definição e volume muito facilmente. Além da força que meu cabelo ganhou, o brilho dele é um dos pontos mais visíveis e elogiados de todos – outro benefício que a linha promete e cumpre com glória.

Faz 3 meses que estou praticando muay thai e sempre treino com o cabelo bem preso, transpiro muito e tenho lavado mais vezes do que costumava lavar antes. Foi aí que reparei mais um ponto: usar a linha um dia sim, um dia não, acelerou ainda mais o crescimento. Já faz quase 2 anos que aprendi a técnica de que quanto menos você lava um cabelo cacheado, mais a oleosidade das raízes chega nas pontas e o cabelo se mantém hidratado por mais tempo, então eu lavava apenas 2 vezes por semana. Agora que lavo com mais frequência, notei o quanto ajudou no processo. É bom lembrar que o couro cabeludo demora 24 horas para secar totalmente e, quando se lava todos os dias, ele fica úmido o tempo todo e isso pode causar um enfraquecimento do fio.

Recomendo a linha não só para pessoas que querem um cabelo grande, mas para aquelas que querem ter mais volume e tratamento no cabelo, pois parece que tenho o dobro da quantidade que tinha antes (haha) e melhor do que nunca. Agora vamos sossegar com a tesoura e deixar esses cachos crescerem que quero me ver com cabelão pelo menos uma vez na vida!

 

Um beijo!

Dizem que quando a mulher muda o cabelo, ela pretende mudar a vida, né?

Mudei. Mas não mudei para os outros, mudei para mim mesma, para me sentir bem, me sentir cada dia mais dona de mim. Já cortei curtíssimo, deixei crescer, pintei de colorido, descolori e nada disso mudou a Nathalie de verdade. Porque todas as fases faziam parte de quem sou, com minhas particularidades de libriana, nas minhas constantes mudanças. Há tempos não ficava com meus fios naturais e precisava de mais essa fase para depois entender que realmente alguns fios loiros dizem muito sobre minha personalidade alegre! O enigma da minha vida é que quero um cabelo longo, mas não quero abrir mão do volume e, no meu tipo de cacho, os dois não andam juntos, infelizmente. Já tive minhas inseguranças, achava que meu corpo e meu cabelo perfeitos me fariam ser mais aceita e querida por todo mundo, aí é que eu me enganava.

Ficar com o cabelo totalmente escuro me fez voltar à época em que “não era ninguém” e ver que não viver da opinião das pessoas (sobre meu cabelo, minha maquiagem ou sobre o que devo vestir) era muito melhor do que o que estava vivendo atualmente. Então sim, eu sou a prova viva de que quem muda o cabelo, quer mudar a vida, pois eu mudei, até mesmo sem planejar isso antes. Há pouco mais de um ano, fui inconsequente num procedimento de descoloração que detonou meu cabelo, me trazendo a pior fase que podia viver em relação aos meus cachos. Mas agora estou tratando esse meu cabelo com tanto carinho, que só falta ele me responder um “muito obrigado”, porque os resultados já são BEM nítidos. Desde que comecei minha parceria com a Bio Extratus, comecei a tratar meu cabelo com todo o respeito que ele merecia. A cada linha que uso, vejo que ele responde de um jeito diferente, mas sempre bem positivo.

Quando me perguntarem por que mudo tanto meu cabelo, a resposta será: “ele só acompanha o ritmo da minha vida, que nunca para!” Não tenha medo das mudanças, elas são sempre bem-vindas e, se nada der certo, pelo menos serviu para aprendizado, não é mesmo?! MUDE, mude consciente, mude sempre, apenas MUDE!

Beijo.

Nath Barros.

A ligação direta do meu cabelo com minha autoestima

Tem gente que duvida do poder de uma boa hidratação e finalização né? Mas só nós mulheres entendemos o quanto a vida melhora quando o cabelo tá bom, não tenho um real na conta, mas olha meu cabelo como tá lindo?! Hahaha, acontece! E o que me fez vir aqui abordar esse assunto foi um episódio que vivi no meu tatuador no mês passado , dia 15/3 , uma seguidora minha, Lorena de 11 anos, foi até o estúdio me ver, e cara, eu vi nela esperança, eu vi o resultado do meu trabalho, tá dando certo!! Na idade dela, meu sonho era ter cabelo liso, uma franja mais lisa ainda, e por não ter, me odiava de uma maneira inexplicável; “Ah Nath, mas era só um cabelo”, sóooooo? Cara, eu era uma pré-adolescente que não gostava de mim por causa do meu cabelo, entende a gravidade disso e o tanto de frustração que isso acarretou na minha vida? MUITA! E ao ver Lorena, linda, jovem e bela nos seus 11 lindos anos, assumida, feliz com o formato e volume do seu cabelo me fez refletir sobre essa fase da minha vida e como lidei com ela.

Hoje, youtuber cacheada, e embaixadora de uma marca que acredita na beleza natural, me sinto orgulhosa de influenciar diretamente meninas a se aceitarem e não passarem por situações que abalariam a autoestima delas; Como um “Não tem pente em casa?”, ou “Você acha que eu namoraria uma menina do cabelo ruim que nem o seu?”. Pode parecer inacreditável para quem não passou por isso, mas sei que muita gente vai ler esse texto e lembrar de cada frase responsável por diminuir cada dia mais o seu amor próprio.

A época em que aceitei meu volume e comecei a me descobrir cacheada, foi LIBERTADOR! Ufa, meu cabelo tem uma identidade única, porque até então eu não era nem lisa e nem cacheada, era o que? Um E.T? hahaha, o E.T mais cabisbaixo e frustrado da escola. Hoje, você fala meu nome no meio cacheado, e vou estar altamente ligada à aceitação do meu cabelo, mas nem sempre foi assim. Custei a me amar, porque não via quem queria no reflexo do espelho, e isso machucava, deixou cicatrizes, que custei a remendar. Mas como me amar, se na mídia nacional e internacional não me via representada? Cabelos baixos, domados e peles claras, as mais claras possíveis, poxa, eu realmente não estava no padrão; E é essa nossa luta, representatividade, o que eu fui na vida da Lorena e de muitas outras seguidoras que se viram em mim, se identificaram, e se amaram.

Tá aí a importância de cacheadas e crespas nas mídias, internet, televisão e revistas, porque tem muita menina e também tem muita mãe de família que nunca iria se encontrar, se não houvesse a resistência que estamos tendo em não abaixar a cabeça e nem o cabelo para ninguém. Vai muito além de um vídeo ensinando a cuidar e arrumar o cabelo cacheado, é ajudar a se encontrar, é mostrar que dá para ser linda e segura, mesmo não sendo igual a maioria do mundo todo, e quer saber? Que graça tem ser igual a todo mundo? É tão mais gostoso ser você, cada pedacinho, único e especial como deve ser.

E você? Conhece o melhor do seu cabelo e de você? Se não, corra atrás desse prejuízo AGORA, mas se sim, ajude outras a descobrirem quão grande é a satisfação da liberdade de ser quem é. Eu nunca vou me cansar até que todas as mulheres da minha volta saibam o quanto são lindas, faça sua parte você também. A mudança no mundo, começa em mudar a si mesmo.

Um beijo,

Nath Barros

Embaixadora Bio Extratus – Realizando um sonho

Antes mesmo de acontecer, de se materializar em meus sonhos, a Bio Extratus já fazia parte da minha vida. E o futuro como embaixadora me aguardava. Aos 11 anos, minha caminhada com a marca começou: lá estava eu, ensopando meu cabelo com Creme Silicone de Tutano. Mal sabia o poder que esse produto teria em meu cabelo numa boa finalização.

Na cidade dos meus familiares, Gastão Vidigal, um dos meus primos trabalhava como representante da marca, o que me fez conhecê-la. Foi amor ao primeiro aroma. Sim, o aroma me ganhou de primeira e me fez ser mais uma consumidora. O tempo foi passando, entrei naquela bendita fase chamada “adolescência” e o que se passava na minha cabeça? Ser uma Fernanda Vasconcellos da vida, a linda mulher que tinha o rosto e cabelos estampados nas campanhas Bio Extratus. UAU, QUE SONHO, NÃO É MESMO? O chefe do meu primo até dizia que ia me apresentar para o dono da empresa, mas, depois de alguns anos, o destino mesmo se encarregou disso.

O tempo passou, engrenei na carreira de Digital Influencer, que naquela época que conheci a marca nem existia, e o menos esperado aconteceu: ME DESCOBRIRAM! Meu primeiro contato com a Bio foi uma viagem que fiz com a #funtripcheckin, em Foz do Iguaçu/RS, o que já me deixou extremamente empolgada. Despertou em mim aquele sonho de menina, que já estava quase morto, por achar impossível. Não, não era, para quem não tem medo de arriscar e ir atrás, a vida sempre dá aquele “empurrãozinho”. E deu, ô se deu! Na minha segunda viagem, tive um contato mais direto com a empresa e percebi que não tinha outro jeito, meu coração era deles, e meu nome e redes sociais também seriam. Logo em seguida, surgiram rumores de negociações para o ano de 2017 e meus olhos brilharam de emoção – e brilham até hoje.

Mas porque escrever o texto de embaixadora só em março? Porque queria contar um pouco mais da experiência, já sendo e, posso dizer? Se tem uma escolha que fiz certo na minha vida, foi essa. Estar com uma marca que você acredita e te representa não tem preço. Porque o trabalho rende, é recompensador. Depois de todo esse “glamour”, conheci a história da marca. Aí pronto, vi que tinha minha cara e que vestiria a camisa com todo meu orgulho, porque começar uma empresa do zero há 25 anos e hoje ser exemplo para muitas outras, é para poucos, bem poucos. Desde o faxineiro até o dono da empresa, dá para sentir o amor e a vontade de dar certo que todos têm. E a fábrica é um espetáculo à parte, só conhecendo um pouco mais, como conheci, pra saber.

No mais, estou aqui vibrando alegria, ansiosa pra realizar tudo que planejamos para este ano lindo, como conhecer muitas de vocês em diversos lugares do Brasil. Então, se você quer meu abraço, insista pra firma me levar até sua cidade! Haha tô brincando, mas é sério! Assim, além de me conhecer, ainda vai conhecer muito mais da marca e se apaixonar, porque a única coisa que a Bio Extratus precisa é de uma oportunidade para ganhar seus cabelos e coração. Espero poder encontrar cada uma e dizer de pertinho o quanto vocês são significativas na minha vida e carreira. Tudo que estou alcançando hoje, devo à vocês.

Obrigada por tudo.

Nath Barros, embaixadora Bio Extratus 2017.