Naturalmente Bonita

Natal Consciente: Mais Presença, Menos Presente

19.dez.2018

Paz, amor e harmonia. Esse é o verdadeiro significado do Natal. Será que ele combina com o consumo desenfreado para a troca de presentes e com os tradicionais exageros alimentares das comemorações?

natal

.

Esse post é para repensarmos o hábito de presentear as pessoas amadas no Natal e, como vegana, também proponho a reflexão sobre o aumento expressivo, que ocorre nessa época do ano, no cruel abate de animais como o frango (chester), o peru e o porco (tender), que são servidos como comida, na Ceia Natalina, já que, na visão da nossa sociedade, não merecem o mesmo amor, compaixão e empatia destinado aos cães, aos gatos e aos outros pets.

Veja, neste vídeo, a gratidão e o carinho demonstrados, por um peru, salvo do abate.

Nesse Natal, reflita: animais tem o direito à vida, por que devem virar comida?

via GIPHY

 

Para quem já considera ampliar a alimentação uma possibilidade, uma pesquisa rápida na internet retorna inúmeras receitas veganas deliciosas para o Natal e para o dia a dia. É necessário refletir sobre como os nossos hábitos alimentares, especialmente nessa época do ano, afetam a nossa própria saúde e o mundo. Por que consideramos normal, saudável e aceitável engordar entre o Natal e o Ano Novo? Será que podemos fazer algo diferente?

Pensando em como inovar na maneira de presentear as pessoas que amo e em ter um final de ano mais consciente, econômico, significativo e mais alinhado com os meus valores, resolvi presentear as pessoas queridas de uma forma diferente, em 2018.

Todos os anos faço uma limpeza geral no meu armário e desapego principalmente de roupas que não usei nos últimos meses. Esse ano, porém, o processo tem sido mais profundo, pois entendi que além de roupas, há outras coisas acumuladas no meu quarto e que não tem a menor utilidade.

via GIPHY

Livros, cds e dvds (eu ainda sou da época em que se colecionavam esses itens), postais – que comprei para presentear e que ficaram esquecidos – enfim, comecei uma profunda limpeza no meu quarto e na minha vida. Estou vivendo um momento de desapegar de tudo que é supérfluo e de ficar apenas com o que é essencial.

via GIPHY

Sinto que preciso de novos ares e de liberar mais espaço para que o novo se manifeste. Não me considero uma acumuladora, mas estou chocada com a quantidade de coisas, além das roupas, que é possível acumular, em apenas um ano.

Entre as arrumações e pilhas de sacolas e até de malas que foram se formando ao meu redor, lembrei de algumas pessoas.

Essa argila rosa novinha, que nunca usei, seria perfeita para a minha amiga Clícia, que tem a pele sensível”.

Essa linda caixa, cheia de postais, é a cara da Lo, minha amiga artista, que vai amar receber este presente.

Esse casaco é perfeito para a minha mãe. – Mãe separei algo para você, quer vir buscar agora?” (ela amou o presente e não precisei esperar o Natal para entregar)

E assim fui separando algumas coisas e formando a ideia do que serão os meus presentes de Natal esse ano. Acreditem, encontrei até papéis de presente e sacolas e sequer precisarei comprar embalagens.

Em meio a arrumação, tem tanta roupa boa e incrível, que não combina mais com o meu estilo, que resolvi montar um bazar no Instagram. Mas vender por vender não fazia sentido, então decidi destinar parte do valor arrecadado para um projeto social que sempre quis ajudar, o Cantinho do Chiquinho, liderado pela querida Camila Teixeira, que já resgatou e encontrou um lar para mais de 100 animais, em situação de vulnerabilidade. Para acompanhar os meus desapegos, sigam o perfil Bauzar de Natal no Instagram.

Há muitas formas de fazermos o bem, não só no Natal, mas o ano todo. Por isso e, para manter o meu propósito de ajudar mais os animais e de ter uma vida minimalista, vou manter a conta no ar, ao longo do ano. Confiram no meu Instagram, os destaques “Lojinha”.

Sou grata por despertar cada vez mais que a gente precisa de pouco para ser feliz. E que o que temos sobrando deve ser compartilhado. Acredito que quando a gente faz o bem, ele se multiplica e volta pra gente. Espero que essas reflexões e ideias inspirem vocês a enxergar a abundância que já existe e que os presentes, muitas vezes, são de graça.

Desejo um lindo Natal e um próspero 2019 a todos! Gratidão pela parceria e pela companhia, em 2018!

Beijo!

Nanda Cury

Criou o Blog das Cabeludas, Crespas e Cacheadas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil (2015). Ambas iniciativas tem objetivo de empoderar mulheres a aceitarem seu...

Como parar de usar canudo de plástico, algodão, absorvente e mais umas coisinhas – Consumo Consciente

5.dez.2018

Oi! Tudo bem? Me chamo Luciellen Assis e sou uma das novas Embaixadoras da Bio Extratus e você pode me conhecer um pouquinho mais aqui! Me sinto imensamente feliz por poder compor esse time e por fazer parte de uma marca que tem princípios parecidos com os meus, por isso, meu primeiro conteúdo aqui vai ser sobre a consciência que tenho tomado com relação ao consumo consciente e as mudanças de hábitos que tenho tido para poluir menos o planeta.

Então vamos a lista de alguns desses produtos que parei de consumir e espero que você consiga parar ou diminuir o consumo também.

Algodão

Essa observação começou quando eu fui tirar o lixo do meu quarto depois de alguns dias de gravação intensa para minhas redes sociais. Quando olhei minha lixeirinha, metade dela era algodão e lenços demaquilantes. Quando me deparei com isso, resolvi que precisava encontrar uma maneira de reduzir esse lixo, então fui em busca de como fazer isso, até que descobri a opção de usar discos de crochê que são laváveis.

disco de croche

.

Se você souber fazer crochê (indico que aprenda, é terapêutico) pode criar os seus do tamanho que quiser, ou você pode encontrar em lojas online e físicas. Na The Body Shop inclusive, eles dão como brinde.

Outra coisa que você pode usar para substituir os lenços demaquilantes e algodão são toalhinhas de rosto, eu usei por bastante tempo até encontrar a ideia dos discos de crochê e são muito baratas. Da pra usar tanto como demaquilante, como pra remover esmalte das unhas e afins.

Absorvente

Quando eu digo que não uso absorvente, as pessoas ainda se assustam porque tudo que envolve menstruação e corpo feminino ainda é tratado como tabu. Mas a substituição do absorvente é simples, econômica, ecológica e melhora a saúde íntima da mulher! Olha só que maravilha!! Para fazer isso você pode usar absorventes de tecido, calcinhas absorventes ou coletores menstruais.

1- Absorvente de Tecido:

Os absorventes de tecido são bem parecidos com os descartáveis e são super seguros. Você só precisa comprar mais de um para quando precisar trocar, já que para usar novamente é necessário lavar e secar. Eu sugiro que você tenha uns 2 ou 3 para ficar tranquila.

absorvente de tecido

.

2- Calcinha Absorvente:

A ideia da calcinha absorvente é igual a do absorvente de tecido, só que a tecnologia absorvente fica no fundo da calcinha. Ela é lavável e você também precisa ter mais de uma para quando precisar trocar durante o dia.

Hoje em dia você encontra até maiôs e biquínis absorventes! Isso é fantástico!

calcinha absorvente

.

3- Coletor Menstrual:

Existem coletores de diversos tamanhos, eles funcionam como um absorvente interno, só que mil vezes mais confortável. Esses “copinhos” são feitos de silicone cirúrgico, são laváveis, duram em média 10 anos e você pode ficar com eles por até 9 horas seguidas! Claro que vai depender do seu fluxo.

.

Eu uso coletor menstrual a quase 1 ano e com certeza foi a melhor decisão que tomei na vida! As vezes eu esqueço que estou usando ele, de tão confortável que fica, já que ele é maleável e se ajusta ao nosso corpo. Falando assim parece que é algo super complicado, mas hoje em dia você encontra vários grupos em redes sociais e tutoriais de como usar e higienizar seu Coletor menstrual. Aqui tem o link de um grupo no Facebook pra trocas de experiências com o Coletor Menstrual.

Basicamente, você precisa esterilizar ele a cada fim de ciclo em uma panelinha de ágata para não soltar resíduos no coletor e durante o uso é só lavar em água corrente com um sabão neutro ou só com água mesmo.

.

Esses três substitutos para o absorvente são mais caros de início, mas duram muito e em poucos meses você já vai ter economizado bem mais do que se estivesse comprando absorvente todo mês. Sem contar que vai estar ajudando o planeta e fazendo um bem danado a sua saúde íntima.

Copo Descartável

Eu parei de usar copo descartável tem vários meses porque tenho um copo retrátil que dura “pra sempre”. Existem copos assim com vários tamanhos e você pode guardar facilmente na bolsa e até no bolso. Eles são bem maleáveis e fáceis de lavar.

copo retrátil

.

Canudo de Plástico

O plástico tem acabado com a vida marinha e os canudinhos descartáveis que parecem ser inofensivos podem acabar com a vida de tartarugas marinhas e outras espécies que são tão importantes para o planeta. Minha alegria hoje em dia é comprar bebidas fora de casa e falar “não precisa de canudo” porque me sinto uma fada ecológica (hahaha). Hoje uso canudos de metal que sempre deixo na bolsa e são bem fáceis de limpar. Eles vem com uma escovinha para quando você beber sucos e afins.

canudo de metal

.

Se você não encontrar esses canudos, uma forma de parar de consumir os descartáveis é levar o canudo daqueles copos divertidos que a gente encontro em todo lugar.

Sacolas plásticas

Essa eu ainda estou em processo de parar de consumir porque muitas vezes esqueço de sair com minha ecobag, mas estou me policiando melhor nesse sentido. As outras embaixadoras já conversaram sobre isso aqui e, inclusive, a Érika propôs um desafio.

ecobag

.

Na hora de fazer as compras do mês, dá pra usar caixas, ou as ecobags, que são muito resistentes e baratas. Além disso, se você tiver carro, da pra colocar as compras direto no porta-malas.

Essas são algumas coisas simples que podemos fazer para ajudar o planeta e de quebra, economizar. As vezes pensamos que produtos ecológicos são caros, mas é só pensar no quanto eles vão durar em comparação aos descartáveis que você percebe que o gasto é mínimo!

Você também pode pensar que o seu consumo não faz diferença em um mundo cheio de gente, empresas e tudo mais, mas se a gente espalhar essa mensagem, mais pessoas com esse pensamento e mais empresas como a Bio Extratus irão existir. Nosso trabalho pode parecer pequeno, mas ele é multiplicador e pode mudar a realidade das próximas gerações.

Quer conferir o que a Bio Extratus faz? A política ambiental deles está no site ou você pode ver aqui embaixo.

.

Nunca é tarde para mudar seus hábitos e transformá-los em algo bom para todos. Vamos juntos?

Luciellen Assis

Luciellen é baiana, de Feira de Santana. Aborda temas, em seus canais, que variam entre estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.