Naturalmente Bonita

Tênis: cinco tendências pra usar já!

23.jul.2018

Não é de hoje que o tênis ganhou nossos pés e nossos corações. Ele já vem fazendo sucesso há muitas e muitas temporadas e, cada vez mais, podemos dizer que ele não vai embora tão cedo. Aliás, acho que o mais certo seria dizer que ele não vai embora.

É claro que o conforto é o ponto principal desse amor incondicional, mas tem outras características que o colocam no patamar de hit: é que ele consegue ser usado com uma variedade enorme de peças, assim como é um calçado capaz de deixar qualquer look mais interessante e com “atitude”, sabe?

Evidentemente, não é de se estranhar que as marcas invistam, cada vez mais, em novas propostas desse calçado. Por isso, separei as cinco principais que vêm por aí nos próximos meses, apostas democráticas, onde tudo tem seu espaço garantido, desde o branco basiquinho, até o superelaborado e exótico.

Bora conhecer? Vem!

.

DAD SNEAKERS – em uma tradução literal, dad sneakers significa “tênis do papai”, mas esse tipo ganhou também outros nomes, como chunkyugly. Falando do modelo em si, ele nada mais é do que o tênis com aquela pegada mais de treino, de academia mesmo, muitas vezes com cores bem chamativas. A proposta de styling aqui é apostar em combiná-lo com peças inusitadas, como itens de alfaiataria, look hi-lo, etc.

Louis Vuitton, Fiever

.

CORES & ESTAMPAS – OK, o tênis branco é o queridinho e, sim, continua em alta na moda, mas isso não quer dizer que não exista – e muito! – espaço para cores e estampas. Aliás, as cores fortes, bem chamativas mesmo, vão aparecer com bastante frequência nos tênis da temporada, resultando até em modelos formados por blocos de cores. Para quem gosta de estampas, elas estarão presentes também, seguindo uma cartela de cores mais vibrantes ou mais neutras.

Vans, Vert

.

LETTERING, SKETCHES E LOGOMANIA – é claro que a gente vai encontrar boas opções de tênis básicos, casuais e minimalistas nos próximos meses, porém a forte inspiração na customização/personalização estará mais presente do que nunca. Além de ver os logotipos e os nomes das marcas gravados nos tênis, veremos patches, principalmente feitos com cristais, sketches (desenhos que parecem esboços), desenhos abstratos inspirados no grafite, etc.

Dolce & Gabbana, Moleca

.

FLATFORM/PLATAFORMA – não é porque o tênis, por natureza, é mais informal e confortável que não seja possível “ganhar” alguns centímetros a mais com ele. Com essa característica, entram em cena os tênis com solado inteiriço, do tipo flatform ou plataforma. Totalmente branco ou multicolorido, esse tipo de solado consegue agregar uma personalidade impactante ao calçado, para quem não tem medo de arriscar e ousar!

Vizzano, Via Marte

.

TRICÔ TECNOLÓGICO – mais anatômico, capacidade de oferecer uma boa ventilação e boa adaptação à forma individual de cada pé são os pontos positivos traduzidos agora nos tênis feitos em tricô tecnológico, sejam eles em cano baixo ou médio. Inclusive, esse tênis de cano médio já começa a ser chamado de tênis-meia, como uma consequência direta das sock boots (botas-meia), forte aposta que vimos aparecendo muito neste outono-inverno/2018.

Arezzo

.

E aí, já sabe qual é sua tendência preferida? Conta pra mim!

 

Fonte das imagens: fornecidas pelas respectivas marcas

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como produtora cultural, gerenciou projetos em órgãos públicos como na Embaixada da Espanha em São Paulo e no Museu da Cidade de São Paulo. No O Avesso da Moda é criadora e editora-chefe do blog.

Mirian Herrera

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como p...

Relação entre a Moda e a Autoestima

14.abr.2017

Como consultora de moda e imagem, sempre tento passar para minhas clientes uma mensagem de estilo maior do que de tendência. Sempre acreditei que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo pessoal, sendo esse a parte mais importante na hora do look. Quando conseguimos deixar nossa marca pessoal em cada peça do nosso guarda-roupa, a personalidade entra em jogo e nos sentimos ainda melhor com nossa imagem.

 

Apesar de a roupa ser um item indispensável do nosso dia a dia, muitas vezes não damos tanta importância ao ato de se vestir, encaramos a moda como algo supérfluo e fútil. Esquecemos que essa relação com a moda pode ser um grande divisor de águas para nossa autoestima e que podemos valorizar nosso corpo e revolucionar a maneira como nos vemos no espelho apenas com um look que combine com nosso estilo.

Ter um estilo próprio é muito mais do que ter um mundo de roupas. Quando conseguimos relacionar a moda com a autoestima, podemos usá-la a nosso favor e eleger peças que valorizem o corpo e nos deixem seguras no dia a dia.

Muitas vezes até a forma como nos vemos no espelho influencia nosso jeito de nos vestir, pois a imagem é um resultado de uma vida inteira de expectativas e experiências que tivemos no passado e de situações que já passamos ao longo da vida.

Experimente usar uma peça que levante sua autoestima, que te deixe confiante em seu dia a dia. Aproveite para eleger o corte perfeito, a modelagem que valorize seu corpo e uma cor que ilumine naturalmente seu tom de pele. Os acessórios também poderão ser seus maiores aliados na hora de se sentir de bem com sua autoestima e de fazer as pazes com o espelho e com seus looks.

Aproveite para ousar, para usar e abusar de algo inusitado que nunca se imaginou usando. Crie novas possibilidades, apostando na moda como sua aliada, como um plus na sua relação consigo mesma. Tenho certeza que com essas dicas você se sentirá ainda mais bonita e com a energia renovada.

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, resenhas com opiniões reais sobre produtos acessíveis e conteúdo sobre autoestima e feminismo. Ana sabe que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo, deixando sua marca em cada peça e independente do tipo de corpo. Hoje trabalha com consultoria de moda e imagem, marketing digital e com produção de conteúdo em seu blog Cinderela de Mentira.

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

Sapatos: 5 Tendências para o inverno 2017

17.mar.2017

Logo, logo, começa a temporada outono/inverno e, com ela, começam a chegar também as novidades para aproveitar muito os dias mais frios.

 

Como há muitas tendências bacanas em sapatos para os próximos meses, separei por aqui cinco delas, que prometem ser hits para os pés.

Vamos conhecer? Vem!

  1. COTURNO – é claro que a bota é sempre um calçado bem-vindo no inverno e, para este ano, a pedida é o coturno, que é aquele modelo mais pesado, com cadarço e com solado tratorado. Seja combinado a roupas mais amplas, do tipo oversized, ou até fazendo um contraponto com peças mais românticas, é certo que o coturno promete agradar. E muito!

 

Via Marte

 

  1. VERNIZ – ao lado do já consagrado metalizado, chega também o verniz, para criar um ponto de brilho nas produções. Em cores mais fechadas ou mais delicadas, são democráticos os modelos de calçados em verniz, desde scarpins e sapatilhas, até botas, oxfords e mules.

 Usaflex

  1. GLITTER – outro material que promete agregar brilho à composição, mas de uma forma bem mais ousada e, em alguns casos, exagerada, é o glitter, que ganhou destaque em propostas coloridas ou monocromáticas. Sem dúvida, é o ponto de destaque de qualquer look!

 

 Vizzano

  1. VELUDO – se o verniz e o glitter são a perfeita tradução do brilho, o veludo chega luminoso também, mas de um modo bem mais discreto. Em tons fortes, principalmente no vinho, azul e preto, o veludo é a opção perfeita para os dias mais frios, mas não se iluda, ele também aparece em sandálias! Um luxo!

 

Moleca

  1. BOTA BRANCA – se tem algo que pode balançar as estruturas da moda no outono/inverno 2017, esse item é a bota branca, que chega carregada de ousadia e extravagância. É claro que tem quem torça o nariz, mas o certo é que a maioria das marcas apostou na proposta e, nos pés das fashionistas, a gente já vê botinhas brancas “desfilando” pelas ruas. Pra se jogar!

 

Santa Lolla

Fonte das imagens: Divulgação, Harper’s Bazaar, Glam Radar, Aelida, Ashley Ringmybell, Styles Weekly, Popsugar, Who What Wear

 

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como produtora cultural, gerenciou projetos em órgãos públicos como na Embaixada da Espanha em São Paulo e no Museu da Cidade de São Paulo. No O Avesso da Moda é criadora e editora-chefe do blog.

Mirian Herrera

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como p...

Tá na Moda: Meia Arrastão! 5 Dicas Fáceis de Como Usar

10.fev.2017

Polêmica, ousada, chamativa… tem quem ame, tem quem torça o nariz. Apesar disso, a meia arrastão, vez ou outra, aparece na moda e quase que, instantaneamente, ganha fãs no mundo inteiro.

Agora, ela está de volta e, inicialmente, aparece usada por baixo da calça jeans ripped (prima do jeans destroyed, só que com rasgos bem maiores) e, de tão usada dessa forma, já é quase um “uniforme” da moda de rua atualmente, mas é claro que a moda promete abusar de outras formas de uso para essa meia nos próximos meses.

Assim, como muitas pessoas têm dúvidas sobre como usar a meia arrastão, acho que vale a pena a gente bater um papo a respeito aqui no Naturalmente Bonita, com exemplos e dicas fáceis pra colocar em prática.

  1. MENOS É MAIS – por ser extremamente texturizada e já chamar bastante a atenção por si só, ao compor um look com meia arrastão, vale a pena optar por outras peças mais básicas, casuais ou tradicionais, como uma camiseta branca ou jeans com poucos detalhes, por exemplo, que são itens que não deixam o look carregado demais.

  1. TUDO NO MESMO TOM – sem dúvida, apostar no look preto total é uma boa pedida, em peças separadas, como blusas e shorts, ou em peças únicas, como vestidos e macacões, já que o preto da roupa harmoniza perfeitamente com o preto da meia arrastão e, assim, esta acaba complementando o look sem exageros.
  2. PEGADA ROCKER – por ser praticamente um grito de rebeldia na composição do look, não é à toa que a meia arrastão foi um dos símbolos do movimento punk nos anos 70. De volta à moda atual, é claro que um de seus pares perfeitos são peças com pegada rock n’ roll, como, por exemplo, camisetas de banda, saias de couro e sobreposições.

  1. HI-LO – o conceito de misturar opostos é sempre um bom recurso na hora de tornar seu look mais interessante. Por isso, pra fazer aquele mix certeiro com a meia arrastão, a sugestão é apostar em peças de alfaiataria ou peças com pegada bem romântica, como vestidos florais, saias rodadas (godê) ou até mesmo arrematar o look com um calçado mais informal, como o tênis, por exemplo.
  2. NO DETALHE – pra quem quer aderir à tendência, mas não quer deixar a meia arrastão ser a protagonista, a sugestão é deixá-la aparecer apenas nos detalhes – e isso não quer dizer fazê-la aparecer só nos “buracos” do ripped jeans. Vale apostar em meias arrastão do tipo soquete e deixá-las à mostra na barra da calça, com vestidos longos e, para as mais ousadas, o jeito “duvidoso” e que nem sempre funciona, digamos assim, é mostrá-la na cintura. Se bem que essa última opção, eu dispenso… hehe!E então, vai aderir à tendência da meia arrastão?

Fonte das imagens: ASOS, Fashion Gone Rouge, Vogue USA, Vanity Fair, Kationette, Mail Online, Lolobu, Vienna Wedekind, The Zoe Report, Vintage Virgin, Mihaskinnybuddha, Megan Williams, The Fashion Cuisine, LA Cool et Chic, Es la Moda, Bad Gal Ronnie, Aylin König, Fashion Bloggers, Lookbook

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como produtora cultural, gerenciou projetos em órgãos públicos como na Embaixada da Espanha em São Paulo e no Museu da Cidade de São Paulo. No O Avesso da Moda é criadora e editora-chefe do blog.

Mirian Herrera

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como p...

Slides no Verão: Como Usar?

16.dez.2016

Verão é tempo de pés de fora, às vezes, bem escancarados, né? Acontece que, para esta temporada 2017, os calçados que vêm chamando a atenção não se resumem a sandálias ou rasteirinhas, mas, sim, aos slides.

O que é isso? Bem, até o nome anda meio confuso ainda, de tão nova que essa moda é, já que alguns chamam de mule, outros de open loafers e, a maioria das pessoas, generaliza o termo para slide – tá certo que ainda outras pessoas falam em “slider”, com esse “r” no final.

Sinta-se livre para chamar como quiser esses “chinelinhos” ou “tamancos”, já que, vamos combinar, é muita bobeira se preocupar com o nome que é dado ao calçado, né?

Acho que o mais legal é a gente conhecer os modelos variados que existem e, acima de tudo, conferir algumas dicas de “como usar”. Então, vamos lá? Vem!

Slide tipo “Rider” – se há algum tempo a gente achava esse “chinelo do papai” feio demais, foi só marcas como Puma, Adidas, Givenchy e até Chanel apresentarem seus modelos, assim como a gente vê-los nos pés de famosos como Rihanna, que ele passou a ser considerado uma peça-desejo. Como é um calçado beeeem informal, não funciona para ambientes mais sérios, como no escritório, por exemplo. Mas vai super bem em compromissos casuais, como passeio no shopping ou almoço com as amigas. Para usar esse slide de um jeito atualizado, vale muito a pena apostar em composições hi-lo, ou seja, com roupas mais arrumadinhas ou femininas, ou ainda com jeans, vestidos soltinhos, pantacourt…

Givenchy

Slide tipo “mule” – nessa pegada genderless (sem sexo, unissex) que a moda vive atualmente, este é, certamente, um dos calçados mais legais que a gente “pegou” emprestado dos meninos. Apesar de deixar uma parte dos pés à mostra, eles podem cair bem no trabalho, principalmente quando combinados a roupas de alfaiataria.

Via Marte

Slide tipo “Birkenstock” – talvez um dos primeiros modelos a trazer de volta o gosto pelos chinelos aqui no Brasil (exceto Havaianas, que é amor nacional, né?), estes slides estão em alta há alguns anos e, agora, por conta dessa nova injeção de ânimo nesse tipo de calçado, aparecem também modelos repaginados de “Birken”, principalmente os metalizados. Sem dúvida, é uma opção bem informal, que lembra muito os momentos de férias, né? O ponto legal dele é que casa bem com praticamente tudo, desde pantalonas, vestidinhos e jeans em geral, até mesmo com o biquíni!

Birkenstock

Sem dúvida, além de estiloso, este verão promete ser bem confortável para os pés, né? Ah, vale lembrar que, por aqui, os slides já aparecem com força, inclusive, em coleções de fast-fashion. E aí, você vai usar?

Fonte das imagens: Assessoria das marca Birkenstock, site Via Marte, Givenchy/divulgação, Polyvore, A piece apart, RED REIDING HOOD, Refinery 29, Style Caster, Bloglovin’, The Fashion Tag, Pernille Teisbaek; Honestly WTF, Latest Fashion Trends, Flair Belgie, Asos, Pinterest.

 

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como produtora cultural, gerenciou projetos em órgãos públicos como na Embaixada da Espanha em São Paulo e no Museu da Cidade de São Paulo. No O Avesso da Moda é criadora e editora-chefe do blog.

Mirian Herrera

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como p...

Carregar Mais