Naturalmente Bonita

E o Oscar vai para…

1.mar.2019

Esperei pelo Oscar 2019 desde o momento em que saí da sala de cinema em fevereiro de 2018. Assisti Pantera Negra e fiquei enlouquecida com o show de representatividade naquele filme. Atores negros, um exército feminino… muito maravilhoso para passar batido.

Oscar 2019

Crédito: internet

Antes, vale falar que nunca fui muito fã do Oscar. Sempre as mesmas pessoas, sempre a mesma coisa… Nada me fazia parar e assistir a premiação com tanta ansiedade como sempre vi as pessoas fazerem. Acho que vocês se lembram que ano passado falaram muito sobre o fato de poucos atores negros e poucas mulheres serem indicados e ganharem prêmios. Talvez isso estivesse em mim desde sempre sem eu nomear, por tal motivo o tamanho incomodo em assistir.

Oscar 2019

Crédito: internet

Eis que domingo passado muita coisa mudou. Pude assistir, com sorriso nos lábios, Pantera Negra ganhar três prêmios. Vi mulheres subirem ao palco para receber suas estatuetas em um meio massivamente masculino. Vi um filme que fala sobre menstruação ser aplaudido.

Por que tudo isso é tão importante?

A partir do momento que a nossa sociedade é composta por homens e mulheres, brancos, negros, indígenas, orientais… toda fatia deve ser representada. Quando não nos vemos nos meios de comunicação, nas fontes culturais, ou nos ambientes que frequentamos, percebemos que tem um problema. E no Oscar este “problema” já vinha de anos (desde sempre né?). Por tal motivo diversos famosos negros se recusaram a ir na premiação em 2017 e 2018. Boicotaram e expuseram suas opiniões. Não é possível que em pleno século XXI esta balança não se equilibra nunca! Entretanto, a movimentação das minorias, mulheres e negros, surtiu efeito. A academia (ai, sempre quis falar isso como se eu fosse uma grande crítica de cinema hahaha) votou fora do óbvio e do padrão até então visto.

Oscar 2019

Crédito: internet

Oscar 2019

Crédito: internet

Talvez você não tenha ficado feliz com os filmes que ganharam cada categoria. Claro que cada um tem uma opinião e é difícil coincidir. Porém, devemos confessar que o Oscar 2019 foi o “melhor” em termos de representatividade negra e feminina. Cada categoria era uma aquecida que dava no coração. Cada discurso era a certeza de que, por mais que muita coisa esteja errada, estamos conseguindo caminhar para algum lugar com mais igualdade.

Mesmo não sendo cinéfila, não entendendo nada das categorias julgadas, ou não tendo assistido todos os filmes, vale sim sentar e ver com toda a calma do mundo uma reprise da premiação. Finalmente o momento chegou e precisamos bater nesta tecla incansavelmente para que todos sejamos representados de alguma forma.

Quando uma mulher anda, todas andam junto. Quando um negro anda, todos andam juntos. E vamos andar mais juntos ainda porque desta vez, o Oscar foi para… a própria premiação!

Maraisa Fidelis

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas aj...