Naturalmente Bonita

Dicas para ter um guarda-roupa versátil

4.jun.2018

Vamos falar sobre #PeçasDeConexão?

É tanta roupa tendência que está na moda e às vezes falta uma peça-conexão no nosso armário – daquelas que são ótimas para montar looks para o trabalho. Eu nomeei Peças de Conexão para facilitar, mas nada mais são do que aquelas curingas, atemporais, básicas, que ajudam a compor com mais facilidade o #BusinessLook. Fiz uma sequência de 3×3 (3 peças de conexão com 3 inspirações).

 

#PeçaConexão1 

Pra começar, CAMISA BRANCA.

1 | A clássica das clássicas: fiz questão de separar esse modelo tradicional, porque não tem erro. E pra você ver que ela não deixa o look com “cara de chato”. O truque: só dar uma dobradinha na manga e já deixa seu #LookTrabalho + cool.

2 | A repaginada: esse modelo não deixa de ser uma peça clássica, porém veio toda repaginada com esses botõezinhos, deixando o look mais criativo. Rende MUITAS combinações interessantes. Pode apostar.

3 | A elegante: o modelo “envelope”, esse transpassado na frente que veio da inspiração do famoso “vestido-envelope” criado na década de 70 pela estilista Diane von Fürstenberg [prometo fazer um post só com as inspirações dela], é superatemporal e nunca será um erro no #LookTrabalho.

 

#PeçaConexão2

JEANS BÁSICO é um ótimo aliado no seu guarda-roupa para montar o Look Dia a Dia. Eu sei que isso pode até soar meio “óbvio” ter um jeans básico, mas a questão é que isso precisa ser uma VERDADE no seu armário. Acredita que euzinha não tinha NENHUM jeans básico até pouco tempo atrás? Eu tinha aqueles destroyed “rasgados”, coloridos, estampados, com bordados, mas nenhum que fosse atemporal.

Separei 3 modelos para indicar:

1 | Reto: esse modelo, considero o mais curinga de todos e o mais neutro. Ele se adapta a vários tipos físicos e ele é funcional, nada de modismo. Vai bem com calçado aberto ou fechado. Sempre é comportado.

2 | Skinny: esse modelo também não deixa de ser curinga. Particularmente é o que eu mais tenho no meu guarda-roupas e o que eu mais gosto de usar, porque fica bom com sapatilha, salto alto, tênis, é supereclético nesse quesito. A única questão é: em mulheres que possuem o quadril mais largo, a calça skinny evidencia essa parte do corpo. Então se isso é um problema pra você, esse modelo não é indicado. Ou você pode usar com blusas mais alongadas que escondam o seu quadril. Agora, se você se orgulha do seu quadril, não tem problema de exibi-lo como a Beyoncé rsrsrs, então vai fundo no modelo. Só não esqueça de encontrar o equilíbrio pra não ficar nada em excesso por estar montando o Look Trabalho. Deixe ousadias para o fim de semana ou momentos com amigos!

3 | Flare: essa modelagem que é mais ajustada em cima e mais ampla do joelho para baixo, chamamos de “Flare” ou “Boot Cut”. As mais experientes irão lembrar que já foram chamadas de “Boca de Sino” rsrsrs, é a mesma ideia, só mudou o nome. Esse modelo é um ótimo truque para equilibrar visualmente a silhueta de mulheres que possuem o corpo no formato “pera” ou “triângulo”, ou seja, o quadril mais largo. A ideia é equilibrar. Com citei acima, se você usar uma calça skinny que tem as pernas superjustas, isso irá evidenciar o quadril e logo chama mais atenção. Agora se você usar esse modelo Flare, o “final” da calça segue a mesma proporção do quadril. E, na parte de cima, pode apostar em blusas com detalhes no ombro, pra tirar a atenção de onde você não quer evidenciar.

 

#PeçaConexão3

SCARPIN. Há anos esse sapato foi introduzido no look das mulheres. Muito além de mostrar um símbolo de elegância, o scarpin veio marcar uma nova mulher no período pós-guerra, construída pelo olhar de Christian Dior em 1947, através do estilo “New Look”. Com certeza, é o sapato mais democrático e versátil que você pode ter no seu armário. Mulheres de todos os estilos podem usar o scarpin para compor looks diferentes. Vai bem com jeans, vestido, saia, no inverno e no verão. Preto, cinza e nude são cores “curingas” para investir. E você, curte scarpin?

 

Curtiu, amiga? Possui alguma dificuldade na hora de montar o seu look por falta de uma peça-conexão? Me escreve, terei o maior prazer em compartilhar!

Bjokas da Japa e até a próxima :*

Érika Okazaki é Jornalista especializada em Design de Moda, Consultora de Imagem formada pelo IRCNY – Image Resource Center of New York. Abriu a própria fábrica de confecções aos 17 anos e adora empreender. Desde 2009 atua na área de comunicação com o Programa Na Moda, que já passou pela TV Bandeirantes PR, Record PR e Record News Internacional – Europa e África. Érika também é professora da Pós Graduação, palestrante e ministra Workshops de Moda e Imagem.

Érika Okazaki

Érika Okazaki é Jornalista especializada em Design de Moda, Consultora de Imagem formada pelo IRCNY – Image Resource Center of New York. Abriu a própria fábrica de confecções aos 17 anos...