Naturalmente Bonita

Anvisa investiga uso de toxina botulínica clandestina

23.abr.2012

Bárbara Cocev

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica apoia a ação da Polícia Federal e aproveita para alertar o público sobre o perigo de adquirir tratamentos com aplicações de toxina botulínica por meio de promoções em sites de compra coletiva, clubes de desconto ou qualquer outra circunstância em que o procedimento seja oferecido a um preço muito inferior ao custo original da substância. “Não há como oferecer o tratamento por valores inferiores ao preço de custo da toxina. Um dos riscos é o uso de toxina botulínica ilegal ou irregular, imprópria para uso, o que pode gerar complicações posteriores”, afirma a dermatologista Eliandre Palermo, Diretora da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Nesses casos, como a procedência do produto é duvidosa, outro risco é a toxina botulínica estar deteriorada, já que o produto, na maioria das vezes, precisa ser mantido em refrigeração. Como a toxina botulínica é um medicamento com registro na ANVISA para uso restrito por médicos (seja com finalidade terapêutica ou estética) e a aplicação ser um procedimento invasivo, é extremamente importante que a aplicação seja efetuada apenas por profissionais qualificados.

Ao todo, estão sendo cumpridos 23 mandados judiciais contra distribuidores, médicos e clínicas de SP, PE, AL, PB, RN, PI, MG e SE. Segundo as investigações, iniciadas há nove meses, faz pelo menos cinco anos que as toxinas irregulares circulam no mercado.

A médica alerta: “Cuidado com profissionais de saúde como biomédicos, enfermeiros e fisioterapeutas que dizem fazer aplicações de toxina botulínica, pois eles não têm qualificação para realizar este tipo de procedimento”.

#Ficaadica

Beijos

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!