Naturalmente Bonita

Boa nova: Química leve e resultado do bem

4.set.2014

As técnicas de alisamento são nossas velhas conhecidas. Elas fazem a cabeça das mulheres lisas, onduladas, cacheadas e encaracoladas. Todas as que não dispensam cuidar do cabelo e do visual.

Para deixar o liso lindo, seja com a ajuda de alisamentos, relaxamentos ou progressivas é necessário usar química, algumas delas bem fortes, para alterar a estrutura dos fios.

prog5

A Bio Extratus lançou o Tratamento Disciplinador para alinhar os fios e esta questão: “Cabelo liso e química forte não combinam.”

Os produtos possuem uma química leve, não apresentam riscos à saúde e são totalmente seguros. Transformação do bem!

Alisamento Progressivo com resultado natural

O Tratamento Disciplinador é completo e seguro. Com um blend de alisamento exclusivo, além de diminuir o volume e eliminar o frizz, tem o poder de realinhar e alisar.

prog 1

Seguro e aprovado pela ANVISA

Os produtos são aprovados e registrados pela Anvisa. As fórmulas são livres de formol e ácido glioxílico, substâncias proibidas e que prejudicam à saúde.

Mas é importante lembrar que o registro da Anvisa é concedido para os produtos e não para o processo de aplicação. Por isso, é importante obedecer corretamente as orientações.

prog 2

Fácil para fazer em casa ou no salão

O processo pode ser realizado em casa ou no salão, basta obedecer corretamente às orientações que estão nos materiais de divulgação e na caixa do produto.

prog3

Dura um tempo

Compatível com qualquer tipo de química, oferece um alisamento suave, progressivo e com movimento por até 3 meses. Os cabelos ficam macios, mais lisos e fáceis de modelar.

prog4Tire a prova

Antes de usar, não se esqueça:

  • Confira o registro da Anvisa
  • Faça o teste de mecha
  • Siga os passos corretamente

Leia melhor

Além destas, veja outras informações no site: http://www.bioextratus.com.br/produtos/linha-transformacao. Conheça mais sobre o Realinhamento Capilar da Bio Extratus. Para ser leve, saudável e naturalmente linda.

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!

Produtos Hipoalergênicos

25.jul.2012

Naturalmente Bonita
A mídia está sempre alertando os consumidores sobre a necessidade da leitura dos rótulos dos produtos. Sejam alimentos, cosméticos, medicamentos, todos contém substâncias que podem ser nocivas à saúde, provocando intolerâncias e alergias nas pessoas propensas.
Hoje vamos falar sobre o que pode causar alergia nas pessoas suscetíveis e o que devemos observar na hora da compra.

 

 

Os produtos com a denominação “hipoalergênico” são aqueles cujas chances de causar alergia são menores que os outros.
Quando testados em pacientes alérgicos, estes produtos não causam alergia em 98% das pessoas.
Mas não confunda!
Hipoalergênico não é a mesma coisa que antialérgico.
Os antialérgicos evitam a alergia e são medicamentos e não cosméticos.

 

 

Algumas das substâncias que são retiradas dos produtos para que eles se enquadrem nessa categoria são:
Nos esmaltes: tolueno, formaldeído(formol), dibutilftalato(DBP), cânfora.
Nos shampoos e cremes capilares: Lanolina, Quartenium 15, Germal 115, Kathon CG.
Tintura de cabelo: Parafenilenodiamina, Nitrocelulose, Cloreto de cobalto.
Nos hidratantes corporais: Propilenoglicol, Paraben Mix

 

 

A dermatite de contato por irritação é a reação adversa mais comum a cosméticos. Ela se manifesta na forma de ardor, coceira, vermelhidão e descamação da pele. Em fases mais avançadas pode ocorrer inchaço e aparecimento de bolhas e vesículas com líquido.

A pele do rosto é a mais sensível às alergias.
Produtos para a limpeza , tais como sabonetes, xampus e desodorantes são os irritantes mais importantes.
As reações mais frequentes são em consequência do uso continuado e cumulativo.

 

 

Para o consumidor, cosméticos hipoalergênicos são aqueles que raramente produzem reações alérgicas ou irritantes. Significa que na grande maioria das pessoas esses produtos não causarão reações, mas não é possível abranger 100% dos indivíduos.

 

 

Os fabricantes dos cosméticos hipoalergênicos procuram abolir de suas fórmulas cerca de 100 substâncias já conhecidamente irritantes. Seus produtos são testados por laboratórios e por clínicas e médicos alergologistas, para garantir um baixo índice de reações alérgicas. Todos os testes e resultados são também submetidos a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária para autorização da comercialização do produto.
Se você sente reações estranhas e incômodas ao usar algum tipo de cosmético ou manipular produtos de limpeza ou qualquer outro, procure um médico para saber se o problema é alérgico – em muitos casos é possível identificar quais substâncias estão provocando estas reações.

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!

Anvisa investiga uso de toxina botulínica clandestina

23.abr.2012

Bárbara Cocev

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica apoia a ação da Polícia Federal e aproveita para alertar o público sobre o perigo de adquirir tratamentos com aplicações de toxina botulínica por meio de promoções em sites de compra coletiva, clubes de desconto ou qualquer outra circunstância em que o procedimento seja oferecido a um preço muito inferior ao custo original da substância. “Não há como oferecer o tratamento por valores inferiores ao preço de custo da toxina. Um dos riscos é o uso de toxina botulínica ilegal ou irregular, imprópria para uso, o que pode gerar complicações posteriores”, afirma a dermatologista Eliandre Palermo, Diretora da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Nesses casos, como a procedência do produto é duvidosa, outro risco é a toxina botulínica estar deteriorada, já que o produto, na maioria das vezes, precisa ser mantido em refrigeração. Como a toxina botulínica é um medicamento com registro na ANVISA para uso restrito por médicos (seja com finalidade terapêutica ou estética) e a aplicação ser um procedimento invasivo, é extremamente importante que a aplicação seja efetuada apenas por profissionais qualificados.

Ao todo, estão sendo cumpridos 23 mandados judiciais contra distribuidores, médicos e clínicas de SP, PE, AL, PB, RN, PI, MG e SE. Segundo as investigações, iniciadas há nove meses, faz pelo menos cinco anos que as toxinas irregulares circulam no mercado.

A médica alerta: “Cuidado com profissionais de saúde como biomédicos, enfermeiros e fisioterapeutas que dizem fazer aplicações de toxina botulínica, pois eles não têm qualificação para realizar este tipo de procedimento”.

#Ficaadica

Beijos

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!