A moda é fútil?

Acho que posso dizer que, desde que comecei a trabalhar como consultora de moda, ou ainda, desde que comecei a estudar moda, ouço comentários sobre a futilidade da área, de como é um ambiente corrosivo, cheinho de afetação, ostentação e apreço pelo luxo.

Não vou negar que a moda tem, sim, essa veia de glamourização – ridícula, em minha opinião! – que só quer saber de mostrar “riqueza”, que trata roupas, sapatos e acessórios como artigos descartáveis, que rapidamente ficam “fora de moda”. É verdade, isso existe, sim!

Mas, quando a gente para pra pensar que a roupa que a gente veste pode servir como uma tradução de quem nós somos, do que nós acreditamos e das ideias – e ideais! – que queremos compartilhar com o mundo… ah, aí tudo muda. É nesse momento que a gente pode usar a moda como uma ferramenta útil a nosso favor, de forma que ela seja capaz de levantar nossa autoestima e de expressar, exatamente, o nosso EU.

Não à toa, restrições e regras que existiam no mundinho da moda não “pegam” mais. Quem ainda se importa com isso, pode ter certeza, está ficando pra trás.

Com isso, é muito bom perceber que o street style ganhou as passarelas e o coração das pessoas, que o conforto foi elevado à categoria máxima (vide o sucesso do tênis), que existe uma preocupação ambiental na fabricação das peças e que, cada vez mais, passamos a usar a moda como um recurso de empoderamento para nosso dia a dia.

E, gente, é tão bom ter esse empoderamento nas nossas mãos! Acho que não existe liberdade maior do que vestir o que a gente quer, quando e como a gente quer, abraçar e usar as tendências de moda que mais curtimos e que mais têm a ver com nosso estilo.

De verdade, é tão bom usarmos as peças que valorizam nosso corpo e nossa alma… Isso é fútil? Acho que não, pois acredito que, quando estamos felizes dentro de uma roupa, nos sentimos mais corajosas e mais confiantes para trilhar nosso caminho rumo aos nossos sonhos. Não precisa de luxo, não precisa de ostentação, precisa de carinho com nós mesmas, precisa amar seu corpo do jeito que ele é – acima ou abaixo do peso, alto ou baixinho – significa se olhar no espelho e gritar “sou perfeita, gostosa e vou arrasar!”

Porque, sinceramente, não existe nada mais prejudicial pra nossa autoestima do que se jogar em uma roupa desconfortável, que não tem nada a ver com nosso jeito de ser – ou pior, quando a gente veste alguma coisa pra agradar alguém e acaba deixando de lado quem realmente somos. Mas, ó, é claro que é muito legal a gente vestir aquela blusa ou aquela saia, por exemplo, pra agradar o mozão e se sentir irresistível dentro dela. O errado é a gente se anular pelo outro, se sentir mal “em nossa pele”… aí não tem como dar certo, né?

Resumindo, no final das contas, o que vale mesmo não é usar aquela peça que custou uma fortuna e que vamos suar muito pra pagar, mas, sim, se sentir arrasando, vestindo a roupa que você escolheu com o coração, que te faz sentir poderosa e alegre, e que você nem teve que morrer uma grana exorbitante nela. Diz aí: não é bom demais poder falar “amiga, essa blusinha só custou R$ 20,00 e não tiro mais do corpo!”, “customizei meu tênis e nem precisei gastar com isso”, “reformei aquela calça jeans e agora ela parece novinha”.

Aquilo, né: no fundo, a gente não precisa “rapar” o bolso pra se sentir plena!

Fontes das imagens:

Divulgação, Versace, Chanel, Harper’s Bazaar, Diversity, Wookmark

TREND ALERT Moda outono/inverno 2018

O friozinho já deu as caras e promete ser intenso neste outono/inverno. A moda já se mostra mais bonita, glamurosa e ousada nas tendências deste ano. Quando o inverno chega, normalmente vemos os looks escuros saírem dos armários, sempre em tons de preto, marrom, marinho e vinho, não é mesmo? Mas, neste ano, o inverno já começou mostrando suas caras com botinhas vermelhas e brancas.

Se liga nos trend alert.

 

Botas vermelhas

Você já deve de ter visto as botinhas vermelhas nos anúncios das marcas, mas aí se pega pensando: como irei usar? Então, se liga nas dicas.

  • Com peças básicas como jeans e camiseta, com uma suéter ou uma jaqueta jeans.
  • Com animal print bem ousada.
  • Com chemise e blazer.
  • Com listras para uma pegada mais navy.
  • Com saia de couro e moletom.
  • Com preto e branco. Clássico, né?
  • Com minissaia e suéter.
  • Com alguma peça que fique combinandinho (listras vermelhas ou florais).
  • Com peças brancas para a bota ficar no foco!
  • Com vestido bem fluido e com a bota fazendo o peso do look.

 

Bota verniz

A bota verniz apareceu nos desfiles da Dior e traz toda uma sensualidade ao look. Ela pode ser over-the-knee (acima do joelho) para as mais ousadas, ou mesmo em modelos de cano curto, saltos quadrados ou finos.

 

Xadrez

O xadrez nunca sai de moda mas, desta vez, veio em modelagens mais modernas e muito mais femininas – além da camisa, que é sempre aquela peça-curinga.

 

Casaco peludo

Os casacos peludos já vieram – bem de leve – como tendência no ano passado, mas agora vieram com toda força ainda mais peludos, fofos e lindos. Quer peça com cara de inverno? Nada é mais inverno do que casaco com pelinhos.

 

Roupa verniz

Pensou que o verniz estaria só nas botas? Não, amiiiiiga, você vai encontrar peças lindas em verniz também. Saias, calças e, para as mais audaciosas, o look completo, podendo ser macacão ou mesmo conjunto. Ousada ela!

 

Preciso confessar que quero muito uma saia verniz para chamar de minha. É um arraso!

E aí, qual seu trend alert favorito para o friozinho? Conta aí!

 

Beijão

 

Vinil: como usar a tendência do momento

Uma tendência que promete bombar nos próximos meses é o vinil, que mistura os anos 80 com uma pegada “futurista”.

Muita gente pode olhar de primeira meio torto pra essa tendência, mas, analisando com um pouquinho mais de carinho, pode apostar que dá pra criar composições incríveis e cheias de estilo sem ficar parecendo algo de outro mundo.

Separei algumas sugestões de como usar e abusar do vinil. Vamos conferir?

 

1 – Calças em vinil

O vinil lembra o bom e velho couro, com um brilho bem acentuado, claro, mas ainda assim parece um primo distante dele. Por isso, não se torna uma peça tão difícil de ser usada. Uma das maneiras mais fáceis de aderir a essa tendência é com as calças em vinil. Apostar em tons mais fechados como preto, vinho e vermelho, tornam a missão de montar um look ainda mais fácil, já que são tons mais discretos e de fácil combinação.

Para quem tem medo de pesar a mão, uma dica muito legal é balancear. Como o vinil chama muita atenção, é legal apostar em peças mais básicas na parte de cima, nos pés e acessórios. Desse jeito, você evita de errar pelo excesso.

 

2 – Saias em vinil

As saias também são uma excelente escolha para quem quer investir em alguma peça vinil para entrar na onda do momento. Quem curte um visual mais rock and roll e ousado, vale apostar nas mini saias. Quem prefere um visual mais fashionista e elegante, investir em uma saia midi é uma ótima opção.

 

3 – Casacos em vinil

Agora, para quem quer usar a tendência sem medo, uma ótima pedida são os casacos e sobretudos em vinil. São peças maiores e que ficam mais altas, logo estão mais visíveis do que calças e saias. Por isso, ao escolher uma peça como essa, é importante estar ciente de que ela vai chamar muito mais atenção.

Mais uma vez é importante equilibrar e deixar o destaque só para o vinil, se não quiser se arriscar demais. Combinar a peça com calças e blusas de linha, em corte alfaiataria e principalmente sem brilho nenhum é a escolha ideal para não errar.

 

4 – Sapatos em vinil

Já quem prefere apenas um toque bem sutil do vinil, vale apostar nos calçados com esse acabamento. Do oxford às botas over-the-knee, os calçados em vinil trazem um ar de estilo e atitude a qualquer look.

 

5 – Vinil na maquiagem

E uma outra opção para quem quer apostar na tendência é investir nos batons de acabamento molhadinho. Eles trazem um ar de atitude e sensualidade à maquiagem para quem gosta de cores mais escuras e marcantes como vermelho e preto. Já quem prefere tons de nude e rosa, os batons em vinil remetem um ar de feminilidade e delicadeza ao visual.

 

Agora que você já sabe como aderir à tendência vinil, é só se jogar e arrasar!

Um beijo!

 

Vermelho: a cor mais quente do outono/inverno 2018

Apesar da Pantone ter eleito o roxo Ultraviolet como a cor do ano, é o vermelho o tom mais quente do outono/inverno 2018. Ele aparece em roupas, calçados, bolsas e demais acessórios, compondo, inclusive, looks all red.

Sei que é uma cor abraçada pelas fashionistas, mas ainda temida por grande parte das pessoas. Por isso, resolvi montar um miniguia sobre “como usá-la”, com dicas e não regras (xô, obrigações!), bem simples e fáceis de colocar em prática no dia a dia.

Acredite: a cor vermelha não é um bicho de sete cabeças e pode ser uma poderosa aliada na hora de criar looks nada óbvios.

 

1. VERMELHO + TONS NEUTROS

Pode parecer óbvio, mas a forma mais fácil de tirar um pouco do impacto do vermelho é misturando-o a tons neutros. Mas… qualquer tom neutro vale? Sinceramente, tem aqueles “mais-mais”, que harmonizam melhor no look. Anota aí os coringas: cinza, bege, marinho, branco, camelo e, às vezes, o preto, já que ele pode pesar.

 

2. BLEU, BLANC, ROUGE – OU NAVY

Azul, branco e vermelho. Não é à toa que essas cores fazem parte da bandeira da França, país reconhecido por ter a moda em seu DNA. Esses três tons harmonizam muito bem entre si e, na maior parte das vezes – perigoso generalizar, né? – funcionam muito bem no look, criando composições sofisticadas. Valem a aposta!

 

3. VERMELHO + ROSA (… e mais algumas cores!)

Essa combinação consagrada dá muito certo e, justamente por isso, andou circulando bastante em “looks do dia” nos últimos meses. Pode ser o ponto de partida para quem quer ousar na combinação de cores, mesmo que só um pouquinho. Mas, olha, vale anotar que o vermelho também é “parceirão” do laranja, do roxo (vale também lilás!) e do azul – mesmo que seja aquele azul beeemm clarinho!

 

4. VERMELHO NA TERCEIRA PEÇA

A terceira peça, que pode ser um casaco, jaqueta, colete, cardigã, etc, pode ser a solução que faltava na hora de arrematar o look… e, por que não essa solução ser justamente um item vermelho? No inverno, quando a gente costuma andar mais “encapotada”, as sobreposições são super bem-vindas e, aí, por exemplo, um casaco vermelho pra fechar – ou lacrar! – o look, pode ser a pedida certa pra deixar a composição bem mais interessante!

 

5. VERMELHO NOS ACESSÓRIOS

Como falei lá no início, algumas pessoas podem se sentir inseguras na hora de usar o vermelho – e, ó, tudo bem, hein? O que importa é se respeitar, seguir seu estilo e não dar bola pra modinhas! Mas, ainda assim e apesar dessa insegurança, sempre tem aquelas pessoas que morrem de vontade de usar a cor. Nesse caso, o que eu digo? Vá em frente! Arrisca e se joga! Assim… por que não começar a usar vermelho no acessório, transformando-o no ponto de cor (e de destaque!) no look? Esse item, sem dúvida, vai atrair a atenção do olhar e vai deixar a composição totalmente atualizada.

 

6. ALL RED

Sem dúvida, usar um look completamente vermelho, da cabeça aos pés, é a proposta mais ousada desta temporada. Não tem regra certinha pra essa composição e a melhor dica para aderir a essa tendência é se olhar no espelho, ver se existe harmonia no look e se você se sente feliz com ele. Mas vale a pena prestar atenção em pequenos detalhes, que podem fazer uma boa diferença, ou seja, deixar uma boa parte de pele à mostra e optar por sapatos de salto e ponta fina, já que o vermelho pode achatar. Além disso, é sempre mais fácil optar pelo all red quando a gente investe em tons avermelhados mais fechados, como o vinho, por exemplo.

 

Mas, agora, conta aí: você gosta de vermelho? Vai aderir a essa tendência?

 

Fontes das imagens:

Pinterest, Elle USA, Wachabuy, StyleCaster, Glitter Guide, People, Pinterest.

5 tendências de moda para o outono 2018

Março é mês de outono, uma estação deliciosa e a minha favorita do ano! As temperaturas são brandas, nem calor nem friozão, um meio termo bem agradável e que favorece muito a composição de looks elegantes que valorizam a beleza feminina, em todos os sentidos.

Selecionei 5 tendências que prometem bombar nesse outono, para já irmos entrando no clima! 🙂

 

Um vermelho pra chamar de meu

Uma das tendências que eu mais amei foi a do vermelho! A cor promete ser o grande xodozinho da estação e vem com tudo, muitas vezes em looks total red! E ele vem nos mais variados tons: cereja, fechado, sangue, carmim, enfim… pra todos os gostos mesmo! Quem quer apostar na cor de forma mais leve, vale a pena misturar com uma peça preta, cinza ou bege. A combinação fica mais sutil, mas ainda assim bem marcante.

 

Terninhos

Os terninhos também virão com tudo nessa estação. Há quem prefira usar a peça de maneira sensual, valorizando o decote sem nada por baixo, ou mesmo de forma tradicional, combinando com uma calça ou saia e uma peça por baixo.

 

Os babados vieram pra ficar

Sensação do verão, os babados caíram no gosto da mulherada e vão permanecer em alta no outono/inverno! Vale usar (e ousar) dos babados em camisas, saias, vestidos e mesmo combinando o look inteiro no babado. O segredo é harmonizar as duas peças e saber carregar essa tendência!

 

O metalizado voltou!

Outra tendência que bombou no último outono/inverno e volta com força total é o metalizado! As saias plissadas em comprimento mid vêm com tudo nessa tendência metalizada. Outra peça que foi uma grande aposta na estação passada e também volta com tudo são os calçados metalizados.

 

Uma peça coringa: trench coat

O tradicional trench coat vem com tudo na próxima estação! É uma excelente peça para se investir e ter no closet, já que se trata de um opção coringa, clássica e de fácil combinação. É aquela peça para investir e usar por muitos e muitos outonos e invernos. Nunca sai de moda e te deixa elegante para qualquer ocasião.

 

Um beijo!