Naturalmente Bonita

Marsala? Castanho? A versatilidade da Máscara Colorante

Você já passou aquela fase em que você não sabe exatamente o que quer fazer com o seu cabelo? Aqueles dias em que a vontade de mudar está grande, mas você nem sabe por onde começar? Ou então você só tá com vontade de testar algo novo? Foi assim que eu passei a encarar as máscaras colorantes da Bio Extratus.

Acho que vocês já sabem desse lançamento, então não vou me alongar muito nos elogios. Mas queria contar para vocês como brincar com as máscaras colorantes deixou meu último mês muito mais divertido!

Estava um pouco enjoada das minhas luzes. Não sabia se refazia, deixando elas mais intensas ou se escurecia de vez. O antes? Foi assim que meu cabelo começou o mês de agosto:

máscara colorante

São 5 cores disponíveis na loja online de Bio Extratus, mas não posso negar que minha primeira opção foi a máscara colorante castanha. Minha primeira ideia era escurecer um pouco as luzes, ver como eu me sentiria com o cabelo mais escuro e com luzes menos marcadas.

E ficou exatamente o que eu esperava:

máscara colorante

Em 20 minutos de máscara, virei morena iluminada. Umas 8 lavagens depois, já com as luzes de volta ao que eram antes, quis fazer um outro teste.

Dessa vez, com a máscara colorante marsala.

máscara colorante

O mais legal dela é que, como dá para ver nessa resenha que a Maraisa Fidelis fez, a máscara marsala serve tanto para revitalizar a cor do cabelo, quanto para brincar com as luzes, como eu fiz.

Não nego que adorei esse toque de ousadia no meu dia. Fiquei morrendo de vontade de ter o efeito da máscara castanha para a vida, mas a verdade é que o cabelo com mechas rosas foi um sucesso! Eu não sou a pessoa mais ousada do mundo, e ter tido a oportunidade de brincar com um estilo que está na moda, sabendo que ele sai em pouco tempo, foi uma experiência muito divertida!

Só sei que não importa se castanho ou marsalaPoder experimentar, mudar e me expressar através do cabelo foi a parte mais legal disso tudo. 

máscara colorante

Pra mim, a cor de cabelo tem cada dia mais a ver com a liberdade de ser a mulher que você quiser. Brincar com as cores e com as máscaras colorantes foi só mais uma forma de eu mostrar que eu podia ser todas essas Joanas em uma, adorei.

A única dica que eu daria com essas experiências é: se quiser brincar com cores como eu fiz, comece pela menos pigmentada (no caso, a castanho).

Talvez, se eu tivesse experimentado na ordem inversa, não teria dado certo ou eu teria que esperar muito mais tempo para variar as máscaras. A máscara colorante marsala é bem mais pigmentada que a máscara colorante castanho. Enquanto a castanho saiu em torno de 8 lavagens, a marsala continua aqui, mesmo depois de 8 lavagens. Então ter ido da menos pigmentada para a mais fez toda a diferença do mundo!

Agora estou esperando sair todo o rosa que ainda está nos fios para decidir meu próximo passo. E você? Qual será o seu?

Joana Cannabrava

Carioca solteira no Rio de Janeiro, libriana, viciada em produtos de cabelo, e blogueira do Futilidades. Fala principalmente de r...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *