Naturalmente Bonita

Tendências de Outono 2019

10.abr.2019

E aí, gente linda! Tudo bem com vocês? O assunto de hoje envolve moda! No dia 20 de março começou o outono e 21 de junho começará o inverno. As temperaturas mais baixas estão ficando cada vez mais próximas, então, precisamos saber o que já está em alta. Pensando nisso, você vai saber  aqui um pouco sobre as tendências que irão bombar no Outono/Inverno 2019.

Então, as cores terrosas, casacos bem quentinhos e acessórios estilosos estão em alta, conforme as inspirações abaixo:

Couro de Cobra Sintético

Promete ser a principal tendência de outono/inverno para 2019 e está super em alta. Aposte em casacos, botas, bolsas e no que mais quiser. Vale lembrar que é o couro fake/sintético, sem maltratar nenhum animal!

moda outono 2019

Animal Print

É uma estampa que não é tão novidade assim, mas continua fazendo sucesso, e a que destaca é a de oncinha. Vale a pena apostar no modelo em casacos grandes, calças e acessórios.
moda outono 2019

Neon

Os looks neon estão fazendo a cabeça das celebridades e it girls pelo mundo. Por ser uma cor bem alegre, o tom promete continuar bombando durante a temporada de outono/inverno. Vale a pena apostar em cardigan, calça, suéter, pontos de luz e muito mais.

moda outono 2019

 

A cor do Outono/Inverno 2019

marrom vai ser a cor do outono/inverno 2019! Vale apostar em modernos casacos over size, aqueles beeem grandes! A tendência se encaixa com todas as ocasiões: do dia a dia ao ambiente de trabalho.

moda outono 2019

 

Botas de cowboy

Prometem ser um acessório e tanto na temporada de Outono/Inverno 2019. Elas dão um toque mais despojado ao look, quebrando padrões e deixando tudo mais moderno. Confesso que já amei e vou em busca da minha!! Hahaha

moda outono 2019

 

Corte de Cabelo Outono 2019

Também trouxe aqui uma mega novidade no mundo dos cabelos que vai bombar durante a temporada de Outono/Inverno 2019: os cortes de cabelo! Nesse inverno 2019, a franja lateral despertam uma expressão mais madura no rosto feminino. Aquela famosa ‘mulherão’ que todas possuem. Já que será mais frequente o uso de calças, casacos e botas, explore a elegância na combinação entre cabelo e look!

moda outono 2019moda outono 2019

 

Acessórios

E como acessório indispensável nessa temporada de Outono/Inverno 2019, a tendência vai ser presilhas. Isso significa que tá liberado colocar grampos ou pequenas presilhas enfeitadas! Frases, pérolas e brilhos são algumas das apostas.

moda outono 2019

Espero que tenham gostado dessas inspirações que eu trouxe para vocês arrasarem na melhor temporada do ano, na minha opinião!!!

Um beijo da Nat!

Nat Lustosa

Nathalia, 23 anos, é advogada, mas sua paixão é o mundo da beleza – especialmente cabelo e maquiagem. Dedica seu tempo a produzir conteúdo simples e acessível, buscando ajudar as pessoas a se s...

Dá Para Juntar Moda e Fazer o Bem?

1.fev.2019

Você já se perguntou por que fazer o bem? Você acredita que a MODA pode ser ferramenta de transformação para a humanidade?

Eu acredito. Mas há algum tempo atrás eu tinha dúvidas.

Quero compartilhar a resposta de um dos inquietamentos da minha mente: qual o verdadeiro sentido da moda? Sim, me questionei várias vezes sobre o tal julgamento “a moda é fútil”.  Faz 16 anos que trabalho na indústria da moda, e eu buscava um sentido maior. Não podia limitar a moda a tendências. A consumismo. Lá no fundo eu cria que ela podia mais. Descobri que a moda não trata somente a linguagem externa, é muito mais profundo, é muito mais pessoal. “Ela” além de ter o poder de marcar a história, é uma arte, você pode criar, traduzir os seus sonhos através dela.

Traduzir sonhos? Como assim, Érika? Então, senta, que lá vem o relato…

Em 2016 realizei serviços voluntários na Ásia e tive o prazer de conhecer no Nepal (país vizinho da China e Índia, onde fica o famoso Monte Everest) uma ONG chamada Meninas dos Olhos de Deus, que resgatam meninas do tráfico humano. (Fiz um post – CLIQUE AQUI – compartilhando a experiência). Juntas, elas sonham ter a própria marca e uma grande loja, e através deste business poder ajudar a resgatar outras meninas vítimas do tráfico humano. Isso é lindo! A moda contribuindo para a construção de sonhos e eu tive o privilégio de sonhar com elas.

O projeto existe há 18 anos e é liderado por um casal brasileiro – Silvio e Rose. É incrível o projeto, fiquei encantada. Mas ao mesmo tempo destruída. O que acontece, essa ONG trabalha para combater o tráfico sexual infantil. Infelizmente essa é uma realidade não só de lá, mas do mundo, inclusive do Brasil. Mas no Nepal a proporção é muito maior. Crianças com 4 anos são levadas para o tráfico sexual. Meninas com 12 anos são obrigadas a ingerir hormônio para o corpo crescer e assim receber mais clientes. Não dá para acreditar. Isso é DESUMANO! Entrei em crise. Veio conflito. Veio questionamento. Sou uma jornalista de moda e agora deparo com uma realidade dessa e o que eu posso fazer? NADA? E como volto pro Brasil e fingir que nunca ouvi uma história dessa? Pensei: “Deus, eu sou uma IDIOTA”.

Naquele momento de dor eu fiz uma oração que achei que nunca faria na minha vida: “Deus, me dê ignorância, não sei lidar com isso”. Por três dias silenciei. E eis que veio uma luz: emprestar todos os dons e talentos que aprendi na vida para as meninas que eram do setor de costura. Nesta ONG eles possuem vários setores, entre eles esse de costura, da escola e da fazenda.

Workshop com as Integrantes da ONG Meninas dos Olhos de Deus

Ministrando Workshop para as Meninas do Nepal.

E a dinâmica da ONG funciona assim: essas meninas são resgatadas dos bordéis da Índia (a maioria das Nepalesas são levadas – “vendidas”- pra lá), repatriadas e ressignificam a vida delas através desse projeto. Entrei em contato com eles, ofereci o que eu tinha disponível no momento, que era o conhecimento que havia adquirido durante a minha vida para repassar a elas. E foi incrível. Passamos três dias juntas, montamos um workshop de moda, falamos de tendências, cartela de cores, desenvolvemos algumas modelagens juntas e uma nova ideia de business foi fomentada.

Workshop na ONG Meninas dos Olhos de Deus | Nepal

Crianças na escola | ONG Meninas dos Olhos de Deus | Nepal

Crianças que frequentam a escola na ONG Meninas dos Olhos de Deus.

Elas identificaram que estava super em alta as Nepalesas casarem com vestido ocidental, o nosso tradicional vestido branco. Mas em Kathmandu – capital do Nepal, na época havia apenas uma loja de locação de vestidos com apenas 6 unidades. Elas compartilharam a ideia e perguntaram o que eu achava. Imagina, falaram para a pessoa que mais ama dar ideia (hahaha). Fiquei muito empolgada com a possibilidade. Voltei para o Brasil e contactei um cliente meu do setor e perguntei o que eles faziam com os vestidos que já tinham “vencido” – passado de coleção? Eles tinham um apartamento com os vestidos parados, pois todos os anos as noivas querem novidades e os outros antigos vão ficando de lado.

Compartilhei a história da ONG e no mesmo momento Dona Inês – proprietária da empresa –  abraçou a causa e doou aproximadamente 400 itens. Vestido de noivas, coroas, véu, ternos, vestidos de madrinhas, enfim, itens suficiente para iniciar uma loja de locação de trajes sociais. Levou mais de 6 meses os trâmites burocráticos para os vestidos chegarem no Nepal, mas chegou.

Neste vídeo em 2017 eu compartilho quando os vestidos chegaram lá. Uma alegria que não cabia em mim.

A loja Beautiful Bride nasceu e já completou 1 ano da inauguração. Hoje elas já oferecem vários serviços, foram capacitadas por um time de voluntários do Canadá, buscaram especializações e além da locação dos vestidos, as clientes podem fazer cabelo, maquiagem, contratar decoração da festa, bolos, doces, enfim, ter acesso ao serviço completo para o casamento. E a ideia é expandir.

Elas contam muito com doações e recursos de fora, já que o país não oferece estrutura e condições tão favoráveis para o desenvolvimento. É um país pobre. Desde então eu mantenho contato frequente com elas para acompanhar como está caminhando o business e como posso continuar contribuindo, afinal, aprendi que a moda pode ser ferramenta de transformação para a humanidade, a gente só precisa ressignificar. E também aprendi que muitas vezes seremos pontes para conectar boas ideias e bons corações. <3

Eis que compartilhei mais uma vez essa história com uma empreendedora, desta vez com Thiana, diretora de marketing da Bio Extratus. Ela ficou impactada e não pensou duas vezes em contribuir para este projeto crescer. A Bio Extratus doou vários produtos de cabelo para o “Beautician Team” – Time de Beleza que trabalha no salão. Lá é difícil encontrar produtos de qualidade com valor acessível e pasmem, água oxigenada por exemplo, raramente tem disponível. Esses produtos servirão para treinamentos de  novas técnicas e atendimento a clientes. Eu nem tenho palavras para descrever e agradecer, muito, mas muito feliz em ver mais uma vez corações unidos. Elas inclusive gravaram um vídeo muito fofo para agradecer. Se arrumaram, todas produzidas para mostrar a gratidão. Maravilhosas. Vejam só:

E por que estou compartilhando tudo isso? Não, não é para mostrar o que a ÉRIKA faz, ou o que a BIO EXTRATUS doou. É para mostrar que VOCÊ – TODOS, independente de idade, classe social, cor, raça, profissão, podemos nos doar. E quando falo em doar-se não me limito a doação financeira. Você pode contribuir doando o seu talento, sendo “ponte”, compartilhando esse post, incluir em suas orações, enfim, existem inúmeras maneiras de colocar a “mão na massa”.

O que é preciso: Ser vulnerável. Aprender assumir riscos. Vencer o medo. Amar o próximo. Fazer o bem, não importa a quem.

Se você quer conhecer mais sobre a ONG Meninas dos Olhos de Deus, segue abaixo os contatos:

INSTAGRAM – @beautifulbridenepal

SITE – www.meninasdonepal.com 

Bjokas da Japa e até a próxima :*

Érika Okazaki

Érika Okazaki é Jornalista especializada em Design de Moda, Consultora de Imagem formada pelo IRCNY – Image Resource Center of New York. Abriu a própria fábrica de confecções aos 17 anos e ado...

Eco-Fashion Week 2018

21.nov.2018

Entre os dias 15 e 17 de novembro estive na segunda edição da Brasil Eco Fashion Week, maior evento de moda e de sustentabilidade da América Latina, que reúne marcas, criadores e empresários com a proposta de fazer moda de uma forma que respeita as pessoas envolvidas no processo de produção e o meio ambiente.  

Brasil-Eco-Fashion-Week

.

Com o tema Inovação e Diversidadea programação contou com desfiles, oficinas e palestras, além de um showroom com a presença de 50 marcas de vestuário, calçados e acessórios, de todo o país.

A indústria da moda é uma das mais poluentes do mundo e tem profundos impactos socioambientais:

– Hoje 36 milhões de pessoas trabalham em situação de escravidão.

– Em São Paulo, existem mais de 16 mil oficinas clandestinas.

– No Brasil, são descartadas 170 mil toneladas de lixo têxtil anualmente.

– A fabricação de uma calça jeans consome 11 mil litros de água, enquanto 2,5 bilhões de pessoas não têm acesso a água potável no mundo.

Diante desses dados e das denúncias graves envolvendo grandes marcas em trabalho escravo,  e de tantas notícias que revelam que estamos caminhando cada vez mais rápido rumo ao esgotamento dos recursos naturais, é cada vez mais necessário e urgente refletirmos sobre o nosso próprio consumo e apoiarmos quem busca produzir moda que gera impacto positivo no mundo.

Nesse contexto, surge a moda consciente, ou seja negócios comprometidos com a transparência e com o desenvolvimento social e ambiental, em todos os estágios possíveis da produção.

Brasil-Eco-Fashion-Week

.

Vocês tem alguma ideia do que acontece com o tecido do pára-quedas, que é um equipamento de segurança, quando acaba o seu prazo de validade ou já se perguntaram o que acontece com os guarda-chuvas quebrados, abandonados pelas ruas da cidade? Graças a alguns empreendedores que tive a oportunidade de conhecer, alguns desses materiais, que seriam descartados, são colhidos por cooperativas, formadas por mulheres em situação de vulnerabilidade e são transformados em peças de vestuário e acessórios, como casacos, vestidos e mochilas.  Materiais de construção e restos de obra, que poderiam parar em aterros e lixões, também são usados como matéria-prima de brincos, colares e outras peças e projetadas por mulheres, muitas delas sobreviventes de violência doméstica. Esses são alguns dos exemplos de como é possível ressignificar recursos que já existem (portanto não precisam ser produzidos) para reduzir o impacto da produção de novos materiais e ainda gerar renda e autonomia para pessoas que precisam reconstruir suas vidas.

Brasil-Eco-Fashion-Week

.

Além dos itens feitos com material de reuso e de iniciativas que fomentam a economia solidária e justa, vi peças incríveis criadas com materiais orgânicos e biodegradáveis, extraídos de forma responsável, como algodão orgânico e outras fibras naturais. E não pensem que moda sustentável precisa ser monótona e monocromática, baseada exclusivamente no tingimento natural com folhas e flores em tons que variam do creme ao terroso (embora essa seja uma tendência consolidada, que faz muito sucesso nesse meio, já que o tingimento de tecidos é altamente poluente para a natureza).

.

Empreendedores no setor da moda sustentável estão pesquisando e investindo em inovação e em tecnologia para otimizar o uso dos recursos, com o objetivo de atender um público cada vez maior e mais exigente e desenvolver soluções que possibilitam uma moda que vai desde a marca de sapatos veganos que fatura mais de R$ 1 milhão ao ano a marca de biquíni e a calcinha absorvente reutilizáveis, desenvolvidas por financiamento coletivo. Tem também peças criadas com semente de açaí, roupinhas de bebê de algodão pima, vestidos de alta costura para festas sofisticadas, além de roupas customizadas, feitas com impressoras 3D, para atender as próximas gerações. No evento, também teve espaço para as mulheres de culturas tradicionais, como as indígenas, que resistem criando brincos, colares e peças utilitárias, para preservar a cultura do seu povo.

  

Carlos Bacchi
Brasil Eco Fashion Week
SP,17/nov/2018
foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

.

É tanta novidade incrível, que desperta os nossos impulsos consumistas e da aquela vontade de trocar todo o nosso guarda-roupa, feito com matéria prima poluente e mão de obra escrava, por peças ecológicas e sustentáveis. Mas ao acompanhar as discussões sobre moda consciente, a gente entende que não faria sentido descartar todas as peças que temos, pois não tem nada de sustentável nessa atitude. Fora que os preços ainda não são tão acessíveis assim, em alguns casos, especialmente no das peças feitas a mão. Aliás, embora eu quisesse comprar inúmeros itens, fiquei feliz com o meu autocontrole e com as minhas duas aquisições, pautadas pela necessidade: uma calcinha absorvente (para complementar o uso do coletor menstrual, que em dias de fluxo mais intenso mancha as minhas roupas) e uma roupinha de bebê, para presentear uma amiga.

Refletir sobre o nosso consumo de moda e evoluirmos para um consumo mais consciente, que valoriza pequenos produtores e o trabalho criativo e artesanal, é tão válido e necessário quanto questionar as marcas que produzem as nossas roupas e a própria política e políticas públicas que impactam o setor.

Após três dias de evento, saí inspirada. Tudo indica que apesar de termos um mercado incipiente, as  possibilidades são amplas e mostram que existe um enorme potencial a ser desenvolvido pela indústria têxtil e pela moda sustentável e iniciativas para compartilhar essas informações, para que as pessoas, possam cada vez mais praticar o consumo de moda consciente.

Clique aqui para conferir a cobertura completa que fiz do evento, no Instagram.

Nanda Cury

Criou o Blog das Cabeludas, Crespas e Cacheadas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil (2015). Ambas iniciativas tem objetivo de empoderar mulheres a aceitarem seu...

Tendência Moda Poá: Como Usar?

19.nov.2018

Se tem uma coisa que vem e vai é a moda! É comum ver um estilo que era muito usado nos anos 80, por exemplo, voltar com tudo na atualidade. A última tendência a ser “restaurada” e que promete ser hit na próxima estação é a tendência do poá!

É fato que o poá é uma estampa clássica e que nunca saiu do armário de muita gente, mas a grande diferença é que, desta vez, ele sai do detalhe de ser usado em apenas uma peça ou outra e ganha força nas produções. Vale investir em um mix de duas ou até mesmo três peças com a estampa e arrasar no look.

Pensando nisso, eu separei algumas inspirações bem modernas de como entrar na moda e arrasar com essa – nem tão nova – tendência que promete vir com tudo na próxima estação.

Mix de poás

tendência moda poá

.

Foi o tempo que a regra era “se usar estampa em cima, usa uma peça lisa embaixo” e vice-versa. Hoje em dia, vale ousar e usar mix de estampa em todo o look e o mesmo se aplica para o poá. O legal é brincar com a variedade de opções da estampa: um poá maior em cima e menor embaixo, o poá no preto na camisa e branco na bermuda, ou até mesmo incluir um segundo tipo de estampa no visual, como a de animal print, por exemplo. Arrisque, brinque e deixe a criatividade rolar solta na hora de compor o look! Você vai se surpreender com os visuais que esse mix de estampas te possibilita.

Poá que não é poá – mas é poá!

tendência moda poá

.

E pra quem gosta de ser diferente, apostar em uma estampa de poá desconstruída é uma opção bem interessante também. É uma variação da tradicional estampa de poá, certinha, e de bolinhas do mesmo tamanho, porém de uma forma mais moderna! O poá não é 100% igual, pode ter um detalhe a mais de cor, variar no formato e até mesmo na posição em que fica uma bolinha ao lado da outra, algumas mais espaçadas, outras menos.

Conjunto de poá

tendência moda poá

.

Uma combinação que eu adoro e acho que dá super certo com diversas ocasiões são os conjuntos de poá. Tem opções de blazer e calça, blazer e shorts, croped e calça, croped e saia, enfim… É uma opção que dá para ser usada tanto em eventos sociais como até mesmo para o trabalho, no caso de um blazer com calça, por exemplo. Eu gosto bastante e acho que é uma das formas mais fáceis e modernas de aderir à tendência.

Poá nos acessórios

tendência moda poá

.

E, por fim, para quem não quer investir em roupas de poá, vale a pena apostar em acessórios com a estampa. Óculos de sol, lenço, bolsa, tênis, pulseiras, brincos, enfim… Um acessório de poá pode fazer toda a diferença tanto em um look mais básico como em um look que já tem algum tipo de estampa ou cor.

E aí, o que acham dessa tendência? Usariam? Eu acho um charme e já tenho as minhas escolhas por aqui para usar no verão!

Quer conferir mais tendências da moda verão 2019? Clique aqui para saber de tudo!

Um beijo!

Bruna Munhoz

Bruna Munhoz, paulista, é formada em Administração Financeira e uma apaixonada por beleza, moda, viagens e tudo que diz respeito ao universo feminino. Dessa paixão, surgiu o desejo de criar o blog...

5 tendências em roupa para bombar na moda verão 2019

25.out.2018

O inverno já disse adeus e, agora, os dias mais quentes do ano começam a invadir o calendário. Nessa hora, com o verão à vista, é claro que dá vontade de conhecer as tendências que chegam para a temporada, né? Por isso, separei aqui as cinco principais apostas, aquelas que prometem ser sucesso nos próximos meses! Vem conferir!

moda verão 2019

.

MACACÃO PANTACOURT OU MACACOURT

Se há alguns anos houve quem duvidasse do sucesso das pantacourts, com certeza esse alguém teve de rever seus conceitos, já que ela caiu no gosto das mulheres e se tornou a peça queridinha do guarda-roupa, principalmente por ser esse coringa, que combina com tudo, que vai do escritório ao almoço com as amigas, sem nenhum problema. Por isso, não surpreende que a pantacourt tenha se juntado ao macacão e tenha se transformado na peça única perfeita: o macacão pantacourt ou macacourt como alguns têm chamado por aí. Mais casual, em jeans, com estampas ou com recortes, ou mais formal, em alfaiataria, por exemplo, o macacourt é a tradução de conforto e modernidade para o look de verão.

moda verão 2019

.

ALFAIATARIA LEVE

Se no inverno a alfaiataria foi sucesso, é claro que não ficaria de fora das propostas para o verão 2019. Feitas principalmente em linho (tecido hit da estação), a alfaiataria que chega para os dias mais quentes, traduz a leveza, naturalidade, conforto e sofisticação da temporada, aparecendo em blazers, calças e bermudas clochard, e até em conjuntinhos! Pra usar e abusar!

moda verão 2019

.

ABOTOAMENTO FRONTAL

Se há algumas temporadas a gente viu a minissaia jeans, com botões frontais, fazer sucesso, a versão que chega adaptada às tendências nacionais e internacionais atuais é o abotoamento frontal em saias de comprimento midi, em corte evasê ou reto, assim como em vestidos levinhos. Uma variação desse abotoamento é que, às vezes, ele pode aparecer de forma sinuosa e assimétrica, correndo pela lateral do corpo.

moda verão 2019

.

POÁS

Gráfica, divertida e com frescor, essas são algumas das características que a estampa de poás, as famosas bolinhas, traz para a temporada verão 2019. Em tamanhos variados – desde os pontinhos até as “bolotas” – a estampa aparece bastante (muito mesmo) em preto e branco, mas é claro que há espaço para variações de cores aqui e ali. É verão, né, gente?! E nosso verão brasileiro sempre é colorido e alegre!

moda verão 2019

.

VESTIDOS, VESTIDOS E MAIS VESTIDOS

É claro que a peça única é, assim, tudo de bom na hora de compor o look, já que ela, em si, já é o look completo. Então, evidentemente, o vestido não ficaria de fora do verão, né? Nos comprimentos longo e midi, o vestido aparece leve, fluido e irresistível, em propostas lisas, com estampas florais ou mais gráficas (oi, listras!), em fundo escuro, entre outras apostas. Com opções que vão bem do formal ao casual, os vestidos deste verão prometem arrasar na temporada!

moda verão 2019

.

Mas, agora, conta aí: qual sua tendência favorita? Esse verão vem com uma possibilidade de armário bem versátil!

 

Fonte das imagens: divulgação Renner, Riachuelo e C&A

Mirian Herrera

É consultora de moda, coolhunter e personal stylist formada em Propaganda & Marketing pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em moda pelo Studio Berçot (Paris) e pelo SENAC-SP. Como p...

Carregar Mais