Naturalmente Bonita

Por que é tão difícil aceitar um elogio?

5.fev.2018

– Que pele linda!
– Ah! Estou de maquiagem, precisa ver quando tiro.
– Como você explica bem!
– Ah, só alguns assuntos…
– Seu cabelo está maravilhoso!
– hahaha É raridade! Hoje ele acordou de bom humor!
– Que texto bem escrito!
– Você acha mesmo?
– Você é muito bonita!
– Hummm… ah, obrigada! (Mas sem acreditar no elogio recebido)

Tenho certeza que vocês já passaram por alguma situação assim, ou mesmo viram acontecer com alguém. Por que não acreditamos em nós mesmas? Por que vivemos na dúvida? Por que não acreditar na nossa beleza, em nossos talentos e nossa capacidade profissional? Por que tanta dificuldade em aceitar um elogio?

Tenho me feito essas perguntas há alguns meses, quando percebi que ficava sem graça se fosse elogiada. Consciente dessa minha atitude, comecei a olhar todas as mulheres que me cercam, até mesmo algumas nas redes sociais, e o comportamento se repetia (salvo raras exceções). Era um sorriso amarelo, uma cara de dúvida, uma descrença no próprio “taco” e por aí vai.

A primeira coisa que vem na cabeça é: “Essa pessoa está falando sério? Não é só para me agradar? Duvido! Aposto que tem outras intenções nesse elogio!” O mundo ficou tão perverso, tão perfeccionista, exigindo alegria constante e beleza padronizada que nós perdemos a autoconfiança e qualquer elogio parece deboche, ou mentira, ou tem segundas intenções, ou a pessoa está louca. Em ÚLTIMO caso pensamos: “Nossa, mas eu estou bonita mesmo!”

Isso tudo foi tão colocado na nossa cabeça (mesmo que de maneira implícita) desde sempre, que hoje não conseguimos crer nas nossas qualidades. Chato entender que nós, mulheres, fomos criadas de uma forma tão rude a ponto de competirmos umas com as outras. Sempre foi isso que esperavam de nós: uma eterna competição para ver quem tinha mais dotes, quem casava primeiro, quem tinha filhos primeiro e quem era a mais bem-sucedida NO CASAMENTO. Olhar-se no espelho e começar a ver as próprias qualidades? NEM PENSAR! MAS QUE OUSADIA!

Todavia, existe algo muito bacana chamado TEMPO. Aaaah o tempo! Ele leva muitas coisas e traz tanta revolução, traz lucidez e desta vez trouxe força, inteligência e poder suficiente para a mulher tomar conta de si e perceber que a felicidade já está nela. Ela se basta e precisa apenas de alguém que a transborde. Não precisamos de opiniões alheias para termos a certeza do quão bem fazemos determinadas tarefas ou mesmo da nossa beleza. O elogio é apenas a confirmação de que estamos no caminho certo ou um gesto de carinho que podemos agradecer e continuar a vida.

Já pensou que legal pegar todos os elogios recebidos e guardar em um local especial dentro de nós? Acumular elogios em papéis e depois ler tudo no final do ano ou em algum momento de tristeza? AGRADEÇA! Mas agradeça de coração e entenda que você é capaz de muito mais do que imagina! Os elogios existem para serem distribuídos e recebidos com afeto, com alegria e amor.

Que tal a partir de agora agradecer os elogios e ficar feliz com as palavras escutadas? Se alguém parou para te rescrever algo bom, ou falar algo que te enalteça, por que se colocar pra baixo? Por que se inferiorizar? Por que simplesmente não falar “Siiim! Meu cabelo está lindo mesmo hoje!”?

Sei muito bem que você pode me falar que isso é coisa de gente metida, que as pessoas interpretariam mal e tantos outros argumentos. Mas aí eu só digo uma coisa: se nós não nos amarmos, quem vai? Mamãe sempre me disse isso e eu levo para a vida. Tente ver de uma forma mais simples ainda: o elogio serve para te empurrar pra frente e te mostrar que está no caminho certo. Apenas aceite e seja feliz!

Beijos

Maraisa Fidelis blz interior

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas ajudar as mulheres a se sentirem lindas.

Maraisa Fidelis

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas aj...

Vamos fazer de 2018 um ano maravilhoso?

31.jan.2018

Aaaaaah… meu primeiro post de 2018 aqui no Naturalmente Bonita! O ano começou mega-agitado pra mim. E aí do outro lado, me contem como foi esse início de ano pra vocês? Já diz o ditado: ano novo, vida nova! Mas, na prática, fazemos isso valer a pena?

Muitas coisas no meu ano de 2017 fizeram com que eu parasse pra repensar. Isso foi fundamental pra reorganizar ideias, buscando sempre o melhor para nossas vidas, tanto na parte profissional quanto na parte pessoal. É impossível falar ou pensar em beleza quando nosso interior não está de acordo com as necessidades externas e pode ter absoluta certeza que as atitudes demonstram isso, sem ao menos nós mesmos percebermos.

Vou dar um exemplo muito claro sobre isso! Quem nunca acordou desejando mudança? Sabe aquele dia em que vc levanta e sente a necessidade de mudar o visual e reformular o corte ou a cor do cabelo, sem ter um motivo concreto ou alguma celebração prevista? Pois bem, essa “atitude física” é resposta do que estamos vivenciando em nossa fase interior. Outro exemplo comum que também passa despercebido é o ato de dar uma reformulada no guarda-roupa, tirando o que já não lhe tem mais serventia. Na verdade, muitas vezes você sabe e precisa dessa mudança, onde acaba transferindo isso para ações, sendo que nem se dá conta que sua mente está controlando tudo!

Isso é maravilhoso… Extraordinário… Mudar é sempre preciso e, quando algo está bom, a mudança pode deixar ainda melhor! De nada adianta um cabelo lindo, hidratado, uma maquiagem bem-feita se você está desarrumada por dentro. Saiba controlar a qualidade dos seus pensamentos, pois querendo ou não, nós atraímos o que pensamos e isso faz total diferença na qualidade do dia a dia.

Precisamos aprender a respirar fundo nas diversas situações de dificuldade. Muitas vezes, por excesso de estresse, acabamos perdendo as rédeas da situação, pelo simples fato de não sabermos avaliar e encontrar a melhor maneira de resolver. Lembre-se: o que não tem solução, solucionado está! Então, por que se desgastar, sofrer, perder o sono e a saúde mental? Leve uma vida mais positiva, emane coisas boas, que elas encontrarão uma maneira de retornar até você. Acredite na força da positividade!

E se o ano por aí começou “meio assim”, se você está se sentindo desanimada, senta e organize suas ideias. Neste 2018, vamos falar de muitas coisas legais do universo feminino, com dicas (e também desabafos). Eu espero ajudar com posts e também manter uma ligação maior com o público que aqui me acompanha, junto às outras embaixadoras dessa marca que tanto amo trabalhar. Uma empresa que acredita em sonhos e que faz de tudo para que as melhores sementes possam ser cultivas e colhidas, após gerar lindos frutos. Só quero dizer que somos fortes, lindas e que esse novo ciclo seja repleto de vitórias, aprendizado e muita sabedoria. Quem está comigo? Janeiro já tá quase terminado, mas ainda temos 11 meses pela frente para progredirmos de uma forma superpositiva e trocar muitas experiências!

#JuntasSomosMais

Bjo bjo…

Nath Blog

Ariana, 28 anos, fisioterapeuta por formação e apaixonada por moda, beleza, viagens e diversão. Dedica seu tempo exclusivamente ao blog, youtube e redes sociais (sua paixão). Busca conectar leitoras com informações simplificadas de beleza e cotidiano, falando diretamente sobre assuntos diversificados e interagindo pela web.

Nathi Ferreira

Ariana, 28 anos, fisioterapeuta por formação e apaixonada por moda, beleza, viagens e diversão. Dedica seu tempo exclusivamente ao blog, youtube e redes sociais (sua paixão). Busca conectar leitor...

Ano novo, cabelo novo!

17.jan.2018

Oie!

Começamos o ano e, desta vez, não vim falar de mim, Maraisa Fidelis. Hoje falo da minha mãe! Sim: Edna Fidelis, mais conhecida como Mamãe Diva (por que Mamãe Diva Maraisa? Porque é só olhar para ela e vocês verão a plenitude! Minha mãe é uma diva Braseeeeel! HAHHAHAHAHA. Tá, falando sério eu não sei quando e por que eu e minha irmã começamos a chamá-la assim; só sei que ficou).

A história começa lá em 2013, setembro, quando eu fiz o meu big chop (ou grande corte – quando se tira toda a química dos fios). Estava sozinha no salão, sem meu namorado ou minha mãe para me apoiar. Cheguei em casa, sentei no chão, coloquei a cabeça nos joelhos da mamãe, que estava sentada no sofá, e desabei a chorar. Me achei feia, me senti péssima. Naquele momento, minha feminilidade tinha escoado pelo ralo; meu lado feminino estava no cabelo! Como eu faria?

Mamãe ficou tão mal que cogitou cortar o cabelo dela igual ao meu. Mãe é mãe, né? Mas no dia seguinte eu já estava outra pessoa e pronta para encarar a saga dos fios naturais. Mamis continuou com a química.

– Pausa para entender a química no meu cabelo e no cabelo de mamãe –

Eu já usei diversas químicas no cabelo: relaxamento, permanente e alisamento. Minha mãe sempre usou uma: henê. O henê é tenso porque nada vai com ele! É uma das químicas mais fortes e incompatíveis. Porém, desde quando me conheço por gente, mamãe tinha os fios alisados pelo henê. Foram 28 anos dessa dependência.

De 2013 pra cá, eu conversei com mamãe diversas vezes para ela deixar o cabelo natural, mas e o medo? E o receio de não saber cuidar? E a coragem de cortar a química ou ficar com duas texturas? Aproximadamente no meio de 2017, ela decide largar o henê e começa a transição.

Neste período, ela só usou a linha Força com Pimenta. O foco era fazer o cabelo crescer e ao mesmo tempo deixá-los fortes. Toda a linha foi pensada para o crescimento dos fios, o legal é que tem embalagens de diversos tamanhos e, como seria um tempo grande de transição, optamos pelas apresentações de 1kg. Foi sucesso de audiência. Mamãe percebeu que os fios novos vinham mais fortes e começou a ver qual o formato deles. Além disso, viu brilho e um crescimento mais rápido do que o habitual.

Chegamos no final do ano, dezembro, mês do aniversário da mamãe e lá vamos nós no salão: ela cortou! Sinceramente? Eu achei que na hora ela não cortaria. VINTE E OITO ANOS cuidando do cabelo da mesma forma é tempo! Mudar assim, depois dos cinquenta, requer muita, mas muita coragem e determinação. Digo isso porque a época é diferente. Por mais que mamãe seja minha melhor amiga, ela viveu muito mais e cresceu num mundo completamente diferente. Mudar é preciso, mas também doloroso. Principalmente quando envolve a nossa imagem e autoestima.

Entretanto, me enganei e ela cortou. Sim, eu vi o medo nos olhos dela. Medo de como cuidar depois daquele momento, medo de não se reconhecer no espelho, medo do papai não gostar do corte (mamãe e papai são muito grudados e cada passo dado, um conta pro outro. Isso é assunto para outro momento, uma relação tão fofa que eu me divirto! hahahhahha). No fundo, o medo era do desconhecido, de ver o cabelo natural novamente e saber cuidar. Mas mamãe esqueceu de uma coisa, né? OLHA A FILHA QUE ELA TEM!

Então, lá vamos nós alternar as linhas! Sim, eu adoro fazer isso: alternar linhas em uso no cabelo. Agora mamãe usa Força com Pimenta e Botica Cachos Perfeitos. Ainda queremos estimular o crescimento dos fios e, em alguns momentos, “pegar leve” na lavagem com um shampoo sem sulfato ou mesmo co wash. O finalizador é Botica Cachos Perfeitos, para estimular os cachinhos de mamis.

Sabe o mais legal disso tudo? Que o cabelo da mamãe é completamente diferente do meu! Ela possui cachos mais abertos e não tão secos. Meus cachos são bem miúdos e às vezes zigues-zagues, fora que eu preciso de produtos com bastante óleo para um resultado bom, além de uma grande quantidade de finalizador. Já no cabelo dela, usamos bem menos para um bom resultado e com brilho absurdo!

E que seja bem vindo o ano de 2018, com cabelo novo e muitos cuidados. Por hora mamis parou de tingir, mas quando ela voltar, lá vamos nós com a Pós-Coloração. \o/

Lembrando que NÃO IMPORTA o que você faz no seu cabelo. Eu sempre gosto de deixar isso claro. Você pode usar química ou não; deixar alisado ou cacheado; relaxado ou natural; ninguém tem nada com isso. A única coisa que eu indico é: cuide dos seus fios e seja feliz com seu espelho!

Mamis tá feliz e foi tudo no tempo dela. <3

Beijos

Maraisa Fidelis blz interior

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas ajudar as mulheres a se sentirem lindas.

Maraisa Fidelis

Paulistana de 28 anos completamente apaixonada pela família. Formada em marketing mas escolheu trabalhar com beleza, que é o que lhe encanta. Fala feito louca, ri descontroladamente e quer apenas aj...

Verão livre de padrões de beleza

10.jan.2018

Entre as perguntas que mais recebo em minhas redes sociais estão aquelas sobre fatores que afetam a autoestima nesta época do ano. Como curtir o verão estando acima do peso? Como se jogar na praia sem make nenhuma? Como tirar férias do secador e da chapinha em dias de calor intenso? Pois bem, desde que comecei a pesquisar mais a fundo sobre autoestima feminina, especialmente na geração Instagram, me vi desafiada a enfrentar o verão de uma forma mais leve. Aliás, não só o verão, a vida toda.

Muitas vezes, nós relacionamos a nossa autoestima com o que as outras pessoas pensam da gente. Deixamos de usar certas peças de roupa por medo do que vão achar. Ficamos griladas quando saímos sem maquiagem, paranóicas achando que tá todo mundo olhando para aquela espinhazinha no nosso queixo. Nos tornamos reféns de acessórios de cabelo, pois vai que não me aceitam com meus fios naturais. Comecei a me questionar sobre quantas coisas eu estava a fim de fazer e deixava de lado por medo do que a sociedade me impõe.

Claro que não posso me julgar por isso, nem devemos nos martirizar por ter nos privado, durante um tempo, de ser quem somos de verdade. Vivemos em uma sociedade que possui padrões estampados na nossa cara o tempo inteiro. Revistas, TV, jornais e redes sociais se tornaram os maiores veículos da “vida perfeita”, que nem sempre temos acesso. Vemos cabelos sedosos impecáveis, maquiagens “naturalmente” bonitas, roupas que caem perfeitamente no tipo de corpo considerado ideal. Custamos a ver alguma representatividade de mulheres reais, com corpo real, rosto real, cabelo real, enfim. Somos bombardeadas o tempo inteiro por esse tipo de padrão e acabamos vulneráveis à queda da autoestima por meio da comparação.

Pois bem, queria propor a você um verão diferente, livre desses padrões de beleza que nos é imposto sempre. Podemos começar com um exercício de amor próprio, fazendo as pazes com o espelho refletindo a imagem do que realmente somos e usando os artifícios de moda e beleza como apenas um complemento para nos sentirmos ainda mais bonitas. Vamos sair nas ruas vestindo quem realmente somos, nossa personalidade e o que nos representa. Pois não é mudando que a gente se ama. É se amando que a gente muda. Bora entrar nesse projeto verão? Assim, todos vão notar uma versão de você muito mais feliz e renovada neste 2018!

 

Ana Luiza Palhares Cinderela de Mentira

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, resenhas com opiniões reais sobre produtos acessíveis e conteúdo sobre autoestima e feminismo. Ana sabe que “estar na moda” é captar a essência do que é tendência e transferir para seu estilo, deixando sua marca em cada peça e independente do tipo de corpo. Hoje trabalha com consultoria de moda e imagem, marketing digital e com produção de conteúdo em seu blog Cinderela de Mentira.

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

Sobre ano novo, mudanças e cabelo

1.jan.2018

Mais um ano que começa. Para os que acreditam em numerologia, 2018 será regido pelo número 2, que significa mais calma e estabilidade. Ainda bem! Depois de 2017 ter o número 1 como protagonista, que traz mudanças, fins de ciclos e um pouco de turbulência, nada melhor que deixar as coisas se assentarem um pouco, não é?

E, acreditando ou não na influência dos números, uma coisa é certa: todo ano novo traz com ele aquela vontade de mudar, de começar algum projeto ou simplesmente de criar novos hábitos e jogar fora tudo que não faz bem. São novos ciclos que se iniciam e, de alguma forma, ganhamos a chance de fazer diferente, recomeçar e sonhar.  🙂

Sejam mudanças grandes e complexas ou mudanças práticas e menores, dá pra listar vários desejos possíveis para 2018: fazer uma viagem, crescer profissionalmente, decorar a casa, começar um novo curso, mudar o visual. Sim, a grande questão: mudar o visual! Cortar, colorir, fazer uma transição. Seja qual for a sua vontade, vale sempre a reflexão: o que vai me fazer bem em 2018?

Olhe mais para dentro e perceba o que lhe deixa feliz. Use e abuse da sua intuição. E se decidir mudar os cabelos, você já sabe: conte com a gente. Neste primeiro post do ano, desejamos que você esteja mais poderosa do que nunca!  <3

 

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!

Carregar Mais