Óleos vegetais e gorduras animais (parte 2): a polêmica da manteiga e da margarina

Dando continuação ao post anterior, falaremos agora sobre as gorduras animais. São elas: manteiga, manteiga ghee, margarina e banha de porco.
imagem 1Manteiga, manteiga ghee e margarina:

Manteiga: feita apenas de creme de leite e corante urucum (a sem sal).
imagem 2
Margarina: feita à base de óleos vegetais, água, sal, leite, estabilizantes, emulsificantes, conservadores, acidulantes, aromatizantes, corantes, antioxidantes – totalmente industrializada. Na margarina Qualy Light, foram encontrados no rótulo mais de 20 ingredientes.
imagem 4
Manteiga ghee: é a manteiga, porém sem a lactose. Também chamada de manteiga clarificada. Como fazê-la: coloque a manteiga para esquentar no fogo até formar uma espuma (que é a lactose). Basta remover essa espuma e você tem a manteiga ghee. Uma boa opção para os intolerantes à lactose.
imagem 3
Manteiga – R$ 5 a embalagem de 200 g.
Margarina – R$ 4 a embalagem de 500 g.
Banha de porco:
Na verdade, a banha tem uma composição perfeitamente balanceada com cerca de 40% de gordura saturada e 45% de gordura monoinsaturada.
Portanto, não é gordura saturada pura como muitos acreditam. Esse é outro mito feito pela indústria dos óleos vegetais para descredenciar essa gordura e acabar vendendo mais óleos vegetais.
Estudos atuais mostram que a gordura saturada não é prejudicial à saúde como se acreditava antigamente, devendo fazer parte (10%) de nossa alimentação.
imagem 5
Como comprar: não vale a banha vegetal ou gordura hidrogenada encontrada nos supermercados. É NECESSÁRIO LER A LISTA DE INGREDIENTES. Se o único ingrediente for gordura suína, ok. Se for gordura vegetal hidrogenada, não compre!
Para pensar: nossos avós cozinhavam com banha de porco e não tinham nem metade dos problemas cardiovasculares dos dias atuais!
R$ 8 a embalagem de 1 kg.
Agora vamos a outra polêmica…
Manteiga ou margarina?
imagem 6
Manteiga! De acordo com o novo guia alimentar, a manteiga está muito mais para alimento do que a margarina, que está mais para produto alimentício.
A margarina, por ser uma gordura hidrogenada, possui ácidos graxos trans reconhecidos hoje como os grandes responsáveis pelas doenças cardiovasculares. Só que nos anos 2000 retiraram a gordura trans da margarina através de um processo chamado interesterificação. Esse processo modifica a ordem dos ácidos graxos na molécula. A composição da gordura continua a mesma, mas sem gerar ácidos graxos trans em grande quantidade.
Além disso, esse novo tipo de produto alimentício pode conter resíduos químicos e radicais livres. Estudos indicam que a gordura interesterificada diminui o HDL e aumenta os níveis sanguíneos de glicose e insulina.
Então, não temos como saber se a gordura trans foi realmente retirada ou se ainda existe em pequena quantidade, pois até 0,2 g por porção a ANVISA permite que não seja discriminada no rótulo.
Parece pouco, mas….
A recomendação diária de gordura trans pela OMS é de 2 g/dia, o que pode ser facilmente ultrapassada se não estiver identificada corretamente no rótulo dos alimentos.
Como saber se a gordura trans ainda existe: basta ler o rótulo. Se algum dos ingredientes for “gordura hidrogenada” pode saber que ela ainda existe, mesmo que seja em pequenas quantidades.
Qual a melhor opção para usar em nossa rotina diária?
Para cozinhar: azeite virgem, óleo de coco, manteiga, banha de porco.
Para fritar (imersão): azeite virgem, óleo de coco. São óleos mais caros, então o ideal é não fritar os alimentos – use o forno e asse!
Para temperar: azeite extra-virgem.

Para saber mais sobre nutrição, acesse www.renatarodriguesoliveira.blogspot.com

Pra recuperar sono perdido

Você está em um relacionamento sério com a insônia? Olhos abertos que não querem se entregar, de modo algum, ao sono? Então, respire, relaxe, pegue logo o travesseiro e aprenda algumas dicas para dormir o sonhado sono de princesa, para claro, acordar depois.

Mas antes, é importante entender que a falta de sono ocorre por causa de estresses e preocupações que deixam o dia seguinte ser cansativo e pouco produtivo.

nb_saude_cha_pra_dormir_02

Trate esse mal com um receita caseira.

REMÉDIO NATURAL DOS SONHOS

  • Camomila
  • Erva doce
  • Erva cidreira
  • Água
  • Açúcar

nb_saude_cha_pra_dormir_03 nb_saude_cha_pra_dormir_04

Misture o sachê ou as ervas e coloque para ferver junto com uma medida de água. Coe e adoce como desejar. Experimente fazer!

Melancia para matar a sede e os males do corpo

Melancia é tudo de bom! Melhor não há! No calor ou no frio, é uma delícia de opção. Seja como ingrediente para salada de frutas ou como sobremesa leve pós-almoço.

nb_saude_melancia_01

Ela é uma fruta para todas as horas e para ser consumida de várias formas. É light, suculenta, refrescante e possui sabor adocicado que agrada a maioria dos paladares. Além disso, contém magnésio, potássio e vitaminas A, B3, B6 e C.

Se você gosta de melancia, terá vários motivos para se deliciar. Caso, você não goste, conhecendo um pouco mais sobre ela, vai ter motivo pra lhe dar uma segunda chance.

Veja só:

PARA PRESSÃO ARTERIAL – contém substâncias que evitam o endurecimento das paredes das artérias.

PARA A PELE – contém 90% de água e estimula a produção de colágeno. É antioxidante, evita o envelhecimento precoce e previne rugas e manchas da idade.

PARA O CORAÇÃO – como ela não contém gordura, evita problemas de coração e de colesterol alto.

PARA OS RINS – possui muito potássio que age para desintoxicar e melhorar o funcionamento dos rins.

PARA DIABÉTICOS – contém pouco açúcar e fornece água e muitos nutrientes para o corpo. Pode ser consumida, sem restrições, por diabéticos.

FORNECE ENERGIA – como ela é de fácil absorção, ajuda os órgãos a fornecer energia para todo o corpo.

 

 

Qual o melhor achocolatado?

Muitas pessoas me perguntam qual o melhor achocolatado disponível no mercado. Na verdade, tempos atrás fiz um post falando sobre o assunto, basta ler aqui.
Só que a indústria alimentícia vem inovando e tentando melhorar a qualidade dos alimentos disponíveis, então agora – ainda bem! – já existem opções melhores.
Vamos a elas.
Chocokids, da Essencial Nutrition. Não contém açúcar, não contém glúten e nem lactose. É enriquecido com vitaminas e minerais e feito a base de cacau puro. Excelente opção, peca somente pelo preço (cerca de R$ 50 o pote de 300 g).
chocokids_em_breve
Cacau em Pó Mãe Terra. Uma opção tão boa quanto para aqueles que não querem ou não podem investir R$ 50 num pote de achocolatado. 100% cacau, sem adição de açúcares e pronto para o consumo. E o melhor: R$ 6,50 a caixinha com 100 g.
3_Cacau_Mae_Terra
Por fim, para aquelas pessoas que já tem o costume de usar Whey Protein, basta comprar no sabor chocolate e usar como substituto. É uma proteína de excelente qualidade, além de ser muito melhor do que usar aquele monte de achocolatados cheios de açúcar disponíveis no mercado (mesmo na versão light!).
Fique atento. Aprenda a ler o rótulo dos alimentos, e não somente o valor calórico!

Alimentos para fazer uma barriga mais feliz

Gordura é uma palavra muito pronunciada, mas pouco bem-vinda no universo feminino. Um terror, principalmente, quando ela e companhia, se instalam em nosso corpo, mais precisamente na barriga, e não querem sair de lá, por exercício físico nenhum.

nb_saude_gordura_barriga_01

A gordura localizada na barriga pode indicar e gerar problemas de saúde e, para a maioria, causa uma sensação desconfortável. Além de exercícios físicos, incluir alguns alimentos na dieta, pode ajudar a queimá-la de vez.

Veja o que e como comer para transformar essa tarefa árdua em algo prazeroso e com resultados. Abra a mente, a geladeira e mão na massa.

  1. ABACATE – diminui o acúmulo de células gordurosas no abdômen. Para consumi-lo, faça vitamina.
  2. PIMENTA – possui ação termogênica que acelera o metabolismo, mas deve ser consumida em pequenas quantidades. Acrescente às receitas de sua preferência.
  3. GENGIBRE – contém substâncias que também aceleram o funcionamento do organismo. Coma um pedaço pequeno cru ou ferva na água.

nb_saude_gordura_barriga_02 nb_saude_gordura_barriga_03 nb_saude_gordura_barriga_04

  1. IOGURTE – reduz o tamanho das células de gordura e melhora o funcionamento do intestino. Escolha produtos que tenham a composição menos calórica.