Naturalmente Bonita

Algas marinhas é negócio da China, do Japão. E, claro, do Brasil.

Não sabemos se foi o biscoito da sorte que decodificou, se foi a força ancestral que anunciou ou se foi o samurai Miyamoto Musashi que com a sua espada invocou. Mas uma informação é certa, velada, celada e acordada: as algas marinhas são presentes ancestrais para nossa saúde.

Elas são nômades, se adaptam em água doce e salgada. São as meninas dos olhos puxadinhos dos orientais, pois não faltam nas receitas japonesas e chinesas. Porém, passam despercebidas pelos ocidentais, sendo mais consumidas pelos vegetarianos e macrobióticos. E então, vamos mexer nossos hashis e mudar essa história?

algas1

1 – Energia e ficha técnica milenar:  Porque elas têm vida e virtudes.

São essenciais ao corpo por possuírem vitamina A, B e C, sais minerais, iodo, fósforo, proteínas, ferro, magnésio e muitos outros componentes.

Importantes e requisitadas, elas foram o centro de estudos que apontaram uma redução de até 60% da reprodução de células cancerígenas.

2 -Minha alga, minha vida:  Elas querem se apresentar e habitar o seu prato sagrado.

algas2

  • Hijiki : Escura, comprida e com gosto forte. Para prepará-la, ela deve ficar 10 minutos de molho para aumentar o volume. Em sua composição, temos cálcio e ferro.
  • Agar-agar: Encontrada em pó ou em fios, ao contrário da hiziki, ela não possui gosto. Pode ser utilizada para dar consistência aos alimentos.
  • Nori: Depois de seca, ela é usada para fazer o sushi. Para utilizar esta alga, basta tostá-la no fogo. Pode ser salpicada em sopas, vegetais, feijão ou apreciada sozinha. Possui ferro, iodo, proteínas, potássio, cálcio e vitaminas.
  • Dulse: De cor vermelha é muito usada em sopas. Rica em potássio, magnésio, fósforo, iodo e possui textura macia para mastigá-la.
  • Irish moss: Encontra-se em tom roxo-avermelhado ou verde-amarelado e é muito utilizada pela industria para solidificar os alimentos.

algas4

  • Arame: Escura, fina e precisa ficar de molho por 15 minutos antes de cozinhar com legumes. Possui cálcio, ferro e sabor suave.
  • Kombu: Mais escura e maior do que a maioria das algas. Ela pode ser ingrediente para feijão, legumes, sopas e caldos. Demora de 30 a 45 minutos para cozinhar e contém muito cálcio.
  • Wakame: O sabor adocicado vem das folhas verdes e encaracoladas. Ideal para cozinhar com sopas e vegetais depois de ficar de molho por 20 minutos. Ela é rica em magnésio, iodo, ferro e proteínas.

3 – Topa tudo por saúde: Incluir as algas no cardápio é uma jogada premiada.

  • Luz dos olhos: Previnem os problemas de visão como a cegueira e outras doenças relacionadas ao envelhecimento.
  • Hormônios a flor da calma: As algas possuem muito iodo que previnem a tireoide.
  • Energias para usar e render: Fontes ricas de energia, com a vitamina B12 elas combatem a fadiga e perda de memória.
  • Cuca fresca: O magnésio presente nesta planta é um relaxante natural que evita a enxaqueca e diminui os sintomas da asma.
  • Menopausa com pausa: Para mulheres que estão no período da menopausa, as lignanas das algas ajudam a minimizar esse desconforto.
  • Desintoxicação já: Elas possuem ação na desintoxicação, reparação e fortalecimento do organismo, elevando os índices de imunidade.
  • Firme e forte: Por ter uma elevada quantidade de ferro em sua composição, combatem doenças repondo nutriente.
  • Melhor remédio: Acredita-se, após alguns estudos, que há redução de colesterol e prevenção de asteriosclerose e pressão alta.
  • Bate forte coração: Possuem ação benéfica ao coração, e outras áreas do corpo, como: rins, fígado, útero, próstata, ovários e testículos.
  • Espelho, espelho meu: Em sua composição encontramos colágenos e sais minerais que previnem a celulite, flacidez  e rugas.

algas6

  • Quem vê cara não vê dor: Seus minerais previnem a ulcera gástrica e a gastrite.
  • Sucesso de ciclo: Com a ação da vitamina K e dos sais minerais, as algas regulam o ciclo menstrual.
  • Elas têm a força: Para os vegetarianos, carnívoros, macrobióticos, comilões ou curiosos são fonte de energia com mais proteínas do que a carne bovina.

As algas marinhas fazem bem para a cabeça, para o corpo e para os cabelos. Elas ativam a microcirculação, balanceiam a hidratação e o suprimento dos tecidos capilares. Com a Linha Botica Algas da Bio Extratus, os fios ficam mais resistentes, flexíveis, hidratados e radiantes. Conheça shampoo, máscara hidratante, condicionador e finalizador que recuperam a saúde capilar.

algas7

Elas são mesmo preciosidades. É hora de mexer os pauzinhos e seguir aquele ditado chinês-jaoponês-ninpobrasileiro que diz: cuidar da saúde é fácil, é simples, é lindo e não faz mal a ninguém.

Naturalmente Bonita

Blog com informações preciosas no cuidado com os cabelos, pele, unhas e maquiagem, além de muitas novidades em moda, produtos e lançamentos de beleza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *