Naturalmente Bonita

3 Roupas que Gorda não Pode Usar de Jeito Nenhum

Como estudante de Design de Moda, formada em consultoria de moda e imagem em duas instituições e detentora de um corpo gordo, já começo esse post dizendo: gorda pode usar tudo que ela tiver vontade. Mas então, por que fazer um post sobre 3 roupas que gorda não pode usar? Porque meu objetivo aqui é mostrar pra vocês o que mais nos dizem que não podemos usar de maneira nenhuma. É surreal a capacidade que a sociedade tem de nos moldar e nos querer encaixar em caixinhas do padrão, do que é certo e do que é bonito. Só que nem sempre é possível atingir esse padrão. Não é como um interruptor, que podemos apertar quando a gente quiser pra mudar de lado.

Se nosso corpo hoje tem um formato X e vivemos uma vida inteira, muitos anos de existência, pra ele chegar nesse formato X, não vai ser do dia pra noite que ele mudará. E não, nós não precisamos muda-lo e nem esperar que ele mude pra sermos felizes e pra usarmos a roupa que tivermos vontade, né?! Já pensou passar uma vida inteira esperando ter o corpo da Gisele Bundchen pra começar a viver? Seria frustrante né?! Pois é, chega de bla bla bla e bora pras 3 peças de roupas que dizem que gorda não pode usar.

1) Gorda não pode usar look branco

Felizmente não existe nenhuma lei que proíba uma mulher “acima do peso” considerado ideal de usar branco. Aliás, nem o branco nem nenhuma outra cor. O que acontece é que crescemos acreditando que temos que usar o pretinho básico pois ele emagrece. Quem disse? O efeito visual que uma roupa causa no nosso corpo vai além da cor que ela tem. Tem a ver com textura, com corte, com acabamentos, com aviamentos, com caimento…

É realmente um conjunto de fatores que determinam se uma roupa vai ou não alongar/diminuir a silhueta. Ah, e uma coisa muito importante da gente lembrar aqui: quem disse que nosso objetivo principal é diminuir a silhueta? O meu, por exemplo, é ser elegante, passar uma imagem de mulher segura e dona de mim mesma.

2) Gorda não pode usar brilho

Tá pra nascer a pessoa que vai me mandar não brilhar nessa vida. Afinal, ela é curta demais pra gente ficar se prendendo a essas crenças limitantes que só nos fazem deixar de ser quem somos e de vestir o que queremos. O brilho numa roupa passa uma imagem que pode ir do despojada ao elegante e sofisticado, mudando apenas os complementos. Você pode apostar em tecidos acetinados ou com glitter. Lurex, cetim, cirrê, paetê e muitos outros são bem vindos se tiverem a ver com seu estilo e com a imagem que você quer passar.

3) Gorda não pode usar roupas justas

Outra falácia que nos tentam enfiar goela abaixo. A roupa ajustada ao corpo tem muito mais a ver com o estilo pessoal do que propriamente com o corpo da pessoa que está vestindo. Quem tem um estilo mais sexy e empoderado pode e deve se jogar em peças mais ajustadas, sem medo de ser feliz. Isso vale desde o manequim 34 ao 60+. O importante de verdade é você ser livre pra escolher o que quer usar.

Essa liberdade de se vestir de quem somos é conquistada com o tempo, conforme vamos aprendendo que esperar uma vida pra ter o corpo “ideal” é besteira, que prestar atenção só na opinião dos outros é furada e que mais vale ser feliz hoje, independente do nosso corpo. Afinal, nenhuma de nós somos só o nosso corpo, né?! Somos todas muito mais do que isso. Agora me conta, qual roupa te disseram que você não podia usar por não ter o corpo “certo”?

Ana Luiza Palhares

Sempre muito comunicativa, Ana Luiza nunca teve vergonha de mostrar quem é e o que pensa. Adora escrever textos sobre moda inclusiva e empoderamento feminino, hoje produz looks do dia plus size, rese...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *